Personare Ads

23 de junho de 2016

7 dicas para decorar quarto com pouca grana



Imagem: Casa doce casa (como esse quarto foi reformado com R$ 100)


Talvez o quarto seja o ambiente mais importante da casa. Muita gente se preocupa com a sala primeiro na hora de decorar, por ser um ambiente que recebe visitas. Mas em geral, o nosso refúgio costuma ser o quarto. É nesse cômodo que costumamos deixar nossas máscaras de lado, e sermos mais nós mesmos. É por isso que eu acredito que ter um quarto com a nossa identidade é tão importante: para que o ambiente esteja em sintonia com quem somos, sobretudo quando não estamos num momento lá muito favorável.
E decorar quarto pode ser caro, mas só se você puder e/ou quiser. Existem vários caminhos para quem não quer gastar muito percorrer. As possibilidades não são poucas! Então, separei 7 dicas para te dar uma mãozinha nessa estrada. 

Bora?


1) PINTE AS PAREDES!

Não estou falando necessariamente de uma pintura elaborada. Mas de uma simples pintura mesmo, que pode até ser branca. 
Um ambiente com pintura suja e/ou desgastada pelo tempo, pode passar uma impressão de desleixo, e uma pintura nova, renova isso quase que num passe de mágica. 
 Uma lata de tinta de 3,6 L custa em média entre R$ 70 e 120,00. Mas dependendo do tamanho do seu quarto, e da cor da tinta anterior (se não for muito forte), você nem precisará de tudo isso de tinta, e poderá comprar uma lata menor, mais barata.
Para calcular a quantidade de tinta necessária, eu achei essa calculadora. Vale lembrar também que tintas à base de água rendem bem mais, portanto, são mais econômicas.


2) NÃO TEM CAMA? IMPROVISE!

Imagem: Lari para Homens da Casa


Às vezes temos o colchão, mas ainda não sobrou para comprar uma cama. Ao invés de deixar o colchão jogado no chão, improvise com o que estiver ao seu alcance: você pode assumir a cama no chão e fazer tatame com madeiras baratas, como o compensado. Você pode conferir o passo a passo simples, feito por uma colunista do blog Homens da Casa, aqui. Para ter uma ideia de preço de chapas de compensado, você pode conferir os preços da Leroy Merlin aqui
Outra opção, pode ser uma cama com paletes, que tem a vantagem de ser mais simples de fazer, e a desvantagem de ser mais difícil de limpar. 


3) FAÇA ARTE NAS PAREDES

Se você manja bem dos desenhos na parede, pode fazer a sua própria arte, porque não? Mas se não for o caso, você pode recorrer ao stêncil e fazer algumas estampas com esponja e pouca tinta (esse é o segredo para não vazar). 
Outra forma de criar estampas é recortar alguma forma em contact - triângulos, por exemplo - e ir colando na parede. Vale lembrar, principalmente se o espaço for grande: contact liso é mais em conta que os modelos estampados. 
Há ainda a opção de fazer arte com fita isolante. Você pode criar uma estampa, repetindo os padrões, ou fazer um desenho.


Imagem: Senhora Bagunça DIY (com passo a passo)


4) QUER TER QUADROS E NÃO TEM DINHEIRO?

Se formos numa molduraria, muitas vezes o preço faz a gente cair pra trás. Mas em lojinhas de 1,99 e de mdf para artesanato, podemos encontrar molduras bem mais em conta. Se a cor não nos agradar, sempre há a saída da pintura.

Dependendo do tamanho da moldura, ela pode custar em média de 4 a 15 reais. Se ainda assim, for sair do valor estipulado para a decoração do quarto, que tal abolir a moldura e prender com fita isolante? 

Imagem: ScrapBi/ instagram

Se você desenha, pinta, faz colagens, pode usar seus próprios trabalhos na parede. Se não for o caso, existem diversos sites de imagens free, como o Pixabay. Se você não tiver impressora em casa, pode imprimir numa gráfica. O preço da impressão vai variar de acordo com o tamanho e o papel escolhido. Se não me falha a memória, paguei uns 7 reais a impressão colorida em papel couché uns 2 anos atrás. Mas se você achar que é muito, pode assumir o p&b, e imprimir em papel comum mesmo, tamanho A4, que custa uns 50 centavos.

Outra opção, é pintar tecido e fazer bandeirola. Você pode usar stêncil, escrever frases motivacionais. O importante é que tenha a ver com você.



5) CAPRICHE NA ROUPA DE CAMA

Roupa de cama é um item que ajuda muito a definir o estilo do ambiente. Um quarto com uma roupa de cama p&b vai passar uma mensagem. Se tiver florezinhas, a mensagem já será outra. E quando falamos de decoração aqui, não estamos falando de casas bonitas. Estamos falando de uma casa que nos abrace, que esteja de acordo com a nossa identidade, estilo e escolhas de vida. 
Mas como roupas de cama costumam ser caras, a solução para não ter que comprar uma nova, é continuar com as que temos, e procurar tecidos baratos que tenham a ver conosco e fazer uma espécie de cobre leito, para ornar enquanto não estamos dormindo. Se você não souber costurar (como é o caso da pessoa aqui) e não tiver alguém que possa fazê-lo por você, dá para fazer a bainha com cola para tecido e viés. Não é a mesma coisa, mas quebra o galho!



6) O GUARDA ROUPA É DE MÁ QUALIDADE? DÊ UM JEITO!

O que eu mais escuto das pessoas que têm um guarda roupa de má qualidade, é que as portas vivem caindo. Se esse for o seu caso, a solução pode ser arrancar as portas fora: primeiro, por questão de praticidade, já que elimina o cuidado constante ao abrir as portas; e segundo, por segurança, já que não deve ser nada bacana a porta acabar tombando na sua cabeça. 
Mantenha tudo arrumado e o assuma como um armário aberto. Ou então, você pode fazer uma cortina para substituir a porta, como mostra nesse vídeo aqui


7) APOSTE NOS ACESSÓRIOS 

Acessórios são o que dá o toque final e a nossa personalidade ao ambiente. Capriche nas almofadas, pense na cortina com carinho, pegue os objetos que têm valor afetivo para você. Os acessórios são em geral a parte mais barata da decoração - salvo se você resolver comprar um tapete persa, aí é outra história! rs - e justamente por isso, é com os acessórios que temos uma liberdade maior de brincar na decoração.



E aí, você aplica alguma dessas dicas em casa? Tem mais alguma que eu não citei? Bora trocar ideias! =)

Eu aplico as dicas 1, 4, 5 e 7. 

Você pode conferir outros posts nesse estilo aqui e aqui. ;)

14 de junho de 2016

Pausa para o café - Um café turco, por favor!





Apesar da forte presença do çay (pronuncia-se tchai, um chá preto ou de maça) nas mesas de café da manhã turcas, não podemos negar a fama que o café desse país tem no restante do mundo. Talvez o modo de preparo diferente, que não separa o pó do líquido, ou talvez o imaginário trazido pela leitura do futuro na borra da xícara sejam responsáveis pelo seu reconhecimento internacional.
Os grãos do café turco vêm geralmente do Brasil ou dos países árabes, porém a autenticidade de seu sabor se deve à torra e à preparação tipicamente turcas. Para fazer o café, chamado kahvesi em turco, se deve-se colocar a água e o pó juntos em uma espécie de bule de cobre, o cezve ou ibrik, muito vendido como souvenir, diretamente sobre o fogo. A principal diferença entre o café turco e o que conhecemos no Brasil, ou o carioquinha, é que na Turquia o líquido misturado ao pó, depois de fervido, não é coado, mas se versa diretamente sobre as xícaras dos sortudos que o provarão. Digo sortudos pois, apesar de bastante forte e inusitado para o gosto daqueles acostumados ao café coado, o café turco é bastante saboroso.
Outro modo, ainda mais tradicional, de preparar o café turco é na areia. Imaginou você na praia preparando um café turco? Pois não é disso que se trata. O café preparado na areia se trata de substituir a chama direta do fogão sob o bule por uma cama de areia quente. Imerge-se o bule com água e pó de café nesta cama de areia aquecida dentro de uma panela e aguarda-se 5 minutos até que a mistura dê sinais de que começará a ferver. Hoje em dia há também máquinas depositárias de areia que a esquentam por meio da eletricidade. Diz-se que o café feito na areia, por esquentar de forma mais lenta, é mais cremoso.


De qualquer modo, o ritual do café turco não termina após sua degustação. A borra, ou o pó de café sedimentado no fundo da xícara, tem grande utilidade para a previsão do futuro. Na Turquia é comum encontrar mulheres que se afirmam capazes de ler a sorte daquele que tomou o café por meio da borra depositada em sua xícara. Para tornar a borra “legível”, deve-se cobrir a xícara com o pires, virá-los juntos de cabeça para baixo, de modo que a xícara esteja de ponta cabeça sobre o pires, e aguardar 15 minutos. Após esse tempo, já é possível desvirar a xícara e verificar o que restou no seu fundo como pista sobre o futuro.



Agora que você já sabe como fazer o café turco, tente preparar sua versão em casa com a receitinha abaixo. E não se esqueça de ler a borra e nos contar o que ela diz sobre seu futuro.


PARA FAZER SEU CAFÉ TURCO


Ingredientes:

50ml água, por xícara
1 colher de chá de café moído fino, por xícara
Especiarias moídas como canela, cardamomo ou anis estrelado a gosto
Açúcar a gosto

Como fazer:

Num bule, despeje a quantidade de água fria e de café proporcionalmente para o número de xícaras de café desejadas. Adicione também as especiarias a gosto e o açúcar, se desejar. Misture o composto dentro do bule e então leve-o ao fogo. O café turco deve ser fervido duas ou três vezes. Ou seja, após a primeira fervida, retire o bule do fogo para que descanse até deixar de ferver e depois recoloque no fogo para que ferva pela segunda vez. Depois basta repetir  a operação e após a terceira fervida o café está pronto para ser servido nas xícaras. Segundo especialistas, há duas formas de tornar este café mais cremoso. Uma é o fogo lento: quanto mais lento for o processo de ebulição, mais cremoso o café será. O outro jeito de dar cremosidade ao café é retirar a espuma que se forma sobre o líquido a cada fervura. 

Aproveite seu café!

____________________________________________________________________________

Por :


 ISABELA BORSANI

Publicitária por formação, curiosa por convicção, não dispensa um bom café para começar o dia seja em que parte do mundo for.






Fotos: Isabela Borsani. Edição: Juliana Amado

9 de junho de 2016

Dicas rápidas: como decorar parede em 1 segundo


Como vocês já devem saber, eu adoro dar aqui dicas rápidas, daquelas que acaba com qualquer desculpa para não decorar. Daquelas que não exigem muito do seu bolso nem do seu tempo. E cá estou eu com mais um videozinho com uma sugestão para você decorar sua parede de forma simples. Tão simples, mas tão simples, que gravei num quarto que aluguei pelo Airbnb, e desmontei o "cenário" logo em seguida. 

Ó só como é simples dar um tapinha na sua parede. Vem comigo, é só dar o play:




A anfitriã dessa casa que eu fiquei é um amor, super atenciosa, e tem um monte de comentários positivos sobre ela lá no Airbnb. Quem quiser conferir, basta clicar aqui. Super recomendo a quem vai passar uns dias em Rosario, Argentina sozinho.


E aí, se animou a dar nova vida para suas paredes?

7 de junho de 2016

Antes e depois: 4 dicas para renovar a sala de jantar - Casa Montada


O antes e depois de hoje vem da casa de uma blogueira de decor que acompanho há tempos, antes mesmo de eu ter um blog: a Rafaela Farjardo, do Casa Montada. Ela se mudou recentemente, e o que não está faltando pelo blog dela são imagens de ambientes repaginados! Lá está um oásis, juro!

Mas aqui, como gostamos de um antes e depois, para ficar com didático como podemos mudar nossas casas a partir de dicas retiradas de makeovers alheios, separei só o antes e depois da sala de jantar, ao invés de mostrar tudo que ela já repaginou, até porque isso vocês podem fazer direto na fonte, certo?




1) A MAIORIA DOS MÓVEIS FORAM TROCADOS. MAS NÃO PRECISA SER SEMPRE ASSIM

A Rafa trocou a mesa e as cadeiras. Mas nem sempre isso é necessário, às vezes repaginar o que você já tem dá conta do recado. Repararam que o aparador ali perto da porta é o mesmo? Apenas foi pintado de branco.


2) FAÇA VOCÊ MESMO SEUS MÓVEIS

Se a grana estiver curta e ainda assim você precisar trocar os móveis, existem alguns que você mesmo pode fazer sem grandes complicações. Essa mesa nova, foi feita pelos próprios moradores, e a Rafa fez até um passo a passo no blog dela. Confira aqui.
Vale lembrar que tem muito canal no Youtube que ensina a fazer diversos móveis, como o Diycore com Karla Amadori e o E ai, vamos decorar? com Darlene Bertolini
A Karla Amadori inclusive mostra quanto ela gastou para fazer cada peça.



3) TENTE IMAGINAR A COMPOSIÇÃO

Quando você imagina a composição, fica mais fácil acertar nas mudanças que você quer fazer. Se você acha que não tem imaginação, tente rascunhar, buscar imagens no Pinterest que sejam mais ou menos parecidas com o que você está pensando. Você também pode pegar fotos de móveis iguais aos seus e de objetos que você gostaria de comprar, imprimir, recortar e depois colar num papel, como você imagina compor e ver se gosta.
Repare que a Rafa manteve o centro de mesa, mas na atual composição, com paredes e mesa mais claras, a bandeja e as flores se sobressaíram e ganharam mais vivacidade.



4) PREENCHA AS PAREDES

Não precisa se assustar se você tiver uma vibe mais clássica ou minimalista. Para preencher as paredes, você não precisa ter uma parede como a minha do Rio, cheeeeia de coisas. A Rafa resolveu o problema com espelhos delicados e super discretos.



E aí, de qual dica você mais gostou? Segue alguma delas em casa?

Fotos e post original: Rafaela Fajardo/ Casa Montada.

2 de junho de 2016

Resumo do mês: maio



Maio rendeu! Não só em posts feitos, mas em acontecimentos legais, novidades. Teve o encontro de "instagrameros", como chamam aqui, em Rosario e fizemos um passeio cultural. O Casa de Amados colaborou com uma matéria sobre reaproveitamento na decor e organização na revista Casa Linda. E, com um texto da Marcela, inauguramos a coluna Pausa para um café.
Perdeu alguma coisa? É só conferir aqui no resumo:


- Antes e depois: 3 dicas para reformar o banheiro sem mudar os móveis e o revestimento
- Casa de Amados na mídia
- Pausa para um café - Oi, chega mais, vamos tomar um café?
- Inspiração: plantas na decor
- Projetinho de 5 minutos: potinho da gratidão com embalagem de Pringles
- Ilustrações de Yas Hassegawa
- Argentina: Instameet Rosario
- Inspiração: 5 DIYs com pegada minimalista e/ou escandinava
- Casa de Amados entrevista Jackie Diedam: ilustrações, decor e organização
- Como decorar e organizar sem gastar 1 centavo só com reaproveitamento
- Como cuidar de plantas: sugestões de experts para você acompanhar
- Canais do Youtube que me inspiram: Gaveta Mix


E junho vem chegando com mais antes e depois, e com um café lá da Turquia... ops! Spoiler!

Dos posts de maio, qual foi o seu post favorito? 





31 de maio de 2016

Canais do Youtube que me inspiram: Gaveta Mix




Eu acompanho muitos canais do youtube gringos, mas em geral eu prefiro os brasileiros. Porque eles traduzem a nossa realidade, usam materiais bem comuns no nosso dia a dia. É óbvio que tem materiais que têm em qualquer lugar do mundo, mas há variações. Eu já tinha percebido isso acompanhando canais, e recebendo comentários de estrangeiros aqui no blog. Contact é um ótimo exemplo disso: no Brasil temos uma variedade imeeeeensa de cores, texturas e estampas. Mas uma chilena me disse que nunca encontrou no Chile, e a Val, do L´Avion Rose diz que em Portugal se encontra as cores lisas mais óbvias. E a mesma coisa eu percebi aqui na Argentina: tem contact, mas não como eu encontrava no Rio. 
Eu descobri o Gaveta Mix através do DIY Coletivo. E me apaixonei. O estilo da Rayssa é meio nórdico, com muito p&b, e às vezes, texturas naturais. E quase tudo na casa dela é feito com DIY - nem na minha casa tinha tanto DIY assim, hehehe - a maioria, feito de forma simples e descomplicada. O que é bem legal, porque ela meio que traduz o estilo escandinavo para a realidade brasileira, usando materiais que estão ao nosso alcance. 
O Gaveta Mix tem tutoriais voltados para a decoração da casa mesmo, como estampar parede, fazer cabeceira, objetos decorativos; mas tem também DIYs para organizar a vida; e dicas que podem quebrar um galhão em casa, como reaproveitar fiação de abajur. 

Bora conferir os petiscos que eu trouxe pra vocês?





  

 


Como eu disse, isso foi só um pestisco. Corre lá no canal dela, que tem muuuuito mais coisa! 
Agora conta pra mim: qual foi o seu vídeo preferido? Eu tô morrendo de amores pela cabeceira!! E amei também a pastinha sanfonada!  


A montagem da capa foi feita por mim, com a devida autorização da dona da imagem, Rayssa Soares.

27 de maio de 2016

Como cuidar de plantas: sugestões de experts para você acompanhar






1) LAR DOS SILVAS

A Leyla começou como colaboradora dos blogs Manuellitas e A casa que a minha vó queria, e há alguns meses criou o próprio blog. No blog, ela não posta muito, mas no instagram ela está sempre presente, e com várias dicas para cuidar de cactos e suculentas. Já teve até videozinhos de como tirar conchonilhas de certas espécies de suculentas. Super recomendo, principalmente para quem tem cactos e suculentas como o seu maior xodó.


2) MINHAS PLANTAS

Site bem completo da jardineira Carol Costa, que aborda diversos cuidados com vários tipos de plantas e tem até uma parte dedicada à culinária.
O bacana desse site é que você consegue fazer a busca pelo tipo de planta que deseja conhecer mais, através do guia de plantas, e tem também uma aba para dúvidas, com várias perguntas de leitores respondidas.  É tudo bem claro e didático.
No instagram e no youtube também rola algumas dicas.



É um viveiro orgânico localizado em São Paulo, com uma proposta bem interessante: oferecem mudas de ervas e temperos, e também promovem cursos e atividades.
O bacana do blog deles é que como eles trabalham com produtos orgânicos, as dicas são mais ecológicas, sobretudo na hora de combater as temíveis pragas. 



Assim como o Minhas Plantas, é um site bem completo, mas a busca se dá de uma forma um pouco diferente. Você pode pesquisar por plantas de interiores, por exemplo. Há também seções dedicadas ao meio ambiente, alimentação e saúde, hortas, bonzais. Super vale a pena dar um passeio por lá.


Como o próprio nome já diz, é mais voltado para flores, e lá você não encontrará dicas para plantas que sejam apenas verdes. Mas ainda assim, é um blog que tem bastante conteúdo interessante. Tem a parte de jardinagem, que ajuda a cuidar, plantar e lidar com diversos tipos de flores; mas também tem dicas de decoração, sustentabilidade, arranjos. E tem também materiais para você baixar em datas comemorativas, como cartões, por exemplo.



A foto ali em cima foi feita na cozinha do apê onde estou. Reparou no que a dona da casa usou como jarro? Sempre pode ter amor no improviso!


Se animou a ter plantas em casa e a cuidar melhor das que você já tem?  Já conhecia algum desses sites? Conhece mais algum que eu não indiquei? Porque aí faço uma atualização do post para ajudar mais gente! =)



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...