Personare Ads

20 de abril de 2017

Pausa para o café - Luludi: a delicatessen mais fofa de Rosario - Argentina




Essa semana fez um ano que cheguei em Rosario - Argentina para passar uma temporada. Ainda que tenha sido curta, um pouco menor que eu esperava, foi uma experiência que me modificou em vários sentidos. Tive aprendizados que vou levar para a vida toda. Conheci pessoas incríveis. Vou carregar essa cidade e esse país com o maior carinho no meu coração pra sempre! 
Lá eu tinha uma rotina bem diferente da que tenho no Rio de Janeiro, por uma série de motivos. Primeiro, porque a rotina por si só era diferente mesmo: fui para aprender coisas novas, estava de licença no meu emprego e trabalhando com a Lápiz Decor, quando ela nem estava no ar ainda, era um bebê em gestação.  Segundo, porque tirando o aluguel, a vida lá era mais barata que o que estou acostumada no Rio de Janeiro. Isso me permitia frequentar mais as cafeterias para produzir, ou simplesmente, passar o tempo lendo. 
O Luludi não é exatamente uma cafeteria, dessas que você senta para tomar café com um livro ou jornal em mãos. Mas a experiência é tão mágica que vale um post! 
Conheci a Flor Cantor, a dona do Luludi através do Instagram, pouco antes de chegar em Rosario. Sabia, pelo que os outros falavam na rede, que ela era uma cozinheira de mão cheia, e que fazia gostosuras o mais saudável possível, usando ingredientes mais naturais. Tanto que assim que cheguei na cidade, fui lá conferir . Me apaixonei por tudo! O lugar tem uma decoração linda, que te abraça - AMO decor que abraça, gente! - a Flor é um amor de pessoa, e tem sempre um sorriso para quem entra lá, e as coisas, tanto salgadas quanto doces são tão, mas tããããooooo gostosinhas! <3 Sinto muita saudade de lá desde que voltei.





Os doces argentinos não costumam ser tão doces quanto os que encontramos por aqui, e consequentemente, meu paladar acabou mudando por lá. Hoje em dia, a minha tolerância a doces é bem menor. Não consigo mais pensar em comer churros no Rio de Janeiro, por exemplo. Os doces da Flor, como a frolita aí de baixo (que era a minha favorita!), não são carregados de açúcar, mas nem por isso é aquela coisa sem sabor, sabe? É uma delícia! Eu adorava comprar e levar para casa, para tomar com chá e Netflix. Perfeito para "carpediar"! 




Além das comidinhas delícia, a Flor vende no Luludi produtos de cozinha e mesa produzidos por outros empreendedores e criativos argentinos. A xícara de coraçõezinhos, eu trouxe de lá. =)
Para quem estiver por Rosario, recomendo MUITO a visita! Eis o endereço:
Brown, 2178 - Rosario - Argentina.
Fica bem próximo da Oroño e do Rio Paraná. 

Quem for lá conhecer, depois me conta??? 

18 de abril de 2017

Canais do Youtube que me inspiram: Ricota não derrete

Imagem: Dani Vasconcellos/ @ricotanaoderrete

Eu sempre  defendi que é super possível decorar uma casa com pouco dinheiro. Até porque foi o que eu fiz. Quando saí do ninho materno para morar sozinha, as únicas coisas novas que comprei foram o sofá, a mesa de jantar, e posteriormente, as cadeiras da varanda. O resto, ou já estava no apartamento, ou garimpei de amigos e familiares - algumas coisas ganhei, outras comprei a preços simbólicos.  E fui deixando a minha casa com o meu jeitinho, ora reformando os móveis, ora acrescentando coisas ali e aqui. E eu posso afirmar que quase nada que fiz ou comprei custou caro. Essas coisas, como o rádio/ vitrola, eu posso contar nos dedos. 
Tem projetos meus, que usando só o que iria para o lixo, me resultou num objeto de decoração novo sem gastar um centavo. Não, isso não é força de expressão. Não se lembra, não viu e tá duvidando? Então clique aqui e veja com os próprios olhos! ;)

A Dani Vasconcellos, do Ricota não derrete é uma que também prova que decorar está ao alcance de todos e que pode SIM, ser uma coisa barata! O que não falta no canal dela são ideias de decoração usando coisinhas que encontramos em lojas de 1,99. Tem um montão de vídeos desse tipo! Só amor! <3 É por isso que a estou indicando esse mês, e de olhos fechados! 

Espia só se eu não tenho razão:







Mas ó, apesar dessas amostras serem muito boas, ou justamente por isso mesmo, super recomendo que você vá no canal da Dani futucar tudo, porque tem muito, mas muito vídeo bacana! Sua casa agradece! =)

Agora me conta: qual o seu projeto preferido? Eu achei tão difícil escolher.... mas acho que ficaria com as cadeiras do Pinterest... só porque é verde menta! 

11 de abril de 2017

Como aproveitar o corredor como espaço de leitura/ biblioteca

Fotos: Aline Raposo


Corredores de apartamentos costumam ser lugares perdidos. Na maioria das vezes, é tão estreito, que fica difícil destinar a ele uma função além de ligar os cômodos, nos sobrando apenas os artifícios da decoração (que a propósito, nos permite mil possibilidades no quesito estético - veja aqui 8 ideias para decorar corredores). 
Mas se você é um afortunado que tem um corredor mais largo, porque não aproveitá-lo para criar um novo ambiente, conferindo a ele um aspecto mais útil? Tipo, transformar numa mini biblioteca? O sonho da vida da pessoa aqui - quisera eu ter espaço para todos os meus livros. Infelizmente, muitos dos meus ficam na casa da minha mãe, e sempre que dá, tenho optado pela compra de livros digitais, que não fazem volume. 
Deve ser por isso que eu amo esse corredor da casa da Aline. Ela é uma dessas amigas lindas que a vida faz o favor de colocar no seu caminho, sabe? Ela é a dona de uma das malas que eu levei para a Argentina. =) E tem um apê mega lindo que ainda quero mostrar todinho aqui.




Acreditem, esse corredor é de um apartamento de quarto e sala, assim tipo o meu. Ou seja, corredores mais largos não são exclusivos de apartamentos de 200m².

Na casa da Aline, o corredor não assumiu apenas a função de mini-biblioteca, mas também de cantinho oriental/ indiano/ turco.



Então, de um lado da parede, tem a estante feita sob medida, de drywall e prateleiras de vidro, de outro, a poltrona de leitura coloridinha, a luminária estilosa, plantas, banco de madeira com almofadas. Tudo convidando a pegar um livro e relaxar



E você, como usa o seu corredor? Tem alguma função, como o da Aline, é apenas decorativo como o meu, ou está, pobre coitado, esquecido?


Fotos: Aline Raposo.

3 de abril de 2017

3 ideias de DIY para a páscoa #amigodepascoadiy



Páscoa chegando, você já está pensando em colocar a mão na massa? Esse ano eu aceitei um convite super bacana para participar de um amigo de páscoa DIY com alguns canais do Youtube, assim como fizemos no natal. Foi um desafio, porque eu não tenho hábito de fazer DIY para páscoa, o meu forte é colocar a mão na massa para casa. E eu amei! 
Não vou contar quais foram os DIYs que eu fiz, nem quem eu tirei e quem me tirou. O vídeo tá aqui pra isso! =) Mas adianto que todos os projetinhos foram beeeeem econômicos, usei o que já tinha em casa e a tinta guache custa em média R$ 1,00. 
Bora dar o play! 





23 de março de 2017

Antes e depois: a sala do Math - 4 dicas para ter uma sala com identidade

Foto: Matheus Fernandes/ Blog do Math

Eu amo um antes e depois por aqui. Porque eu acredito que é a forma mais didática que eu tenho de desmistificar a decoração e mostrar que decorar é para todos que querem. 
Dessa vez eu trago a sala do Math, que passou por essa transformação em 2015, e acabou se tornando uma das salas mais famosas da internet brasileira

O Matheus, ou Math, como é mais conhecido na blogsfera, recheou a casa toda com muita personalidade, e o melhor, com pouco dinheiro. Porque afinal, como ele mesmo diz, ele queria ser, mas não é rycaaaa. A sala dele pode até não ser o seu estilo, assim como não é o meu, afinal somos todos pessoas diferentes, mas é inegável que é original, que recebeu cuidados. Tá na cara que quem mora ali ama o próprio lar e dá amor e carinho a ele. =) 

Bora ver as fotos do antes e do depois e então, partir para as dicas? Mas ó, se puder, antes de ler as minhas dicas, tente você mesmo descobrir as suas. É um ótimo exercício para exercitar o olhar, e isso vai te ajudar a levar mais amor pra sua casa!


ANTES

Foto: Matheus Fernandes/ Blog do Math

Foto: Matheus Fernandes/ Blog do Math



DEPOIS

Foto: Matheus Fernandes/ Blog do Math

Foto: Matheus Fernandes/ Blog do Math


1) UMA LATA DE TINTA É SUA AMIGA, PODE CRER!

Sim, lamento, mas sempre vou bater esse pé! Não entendo esse medo todo que as pessoas têm da pintura. Contratar alguém para pintar um apê inteiro de 3 quartos pode ficar caro, reconheço. Mas as latas de tinta não são tão caras assim, ainda mais se forem à base de água que rendem mais. Se quiser economizar, coloque a mão na massa, arrisque! Se estiver inseguro, comece com uma área pequena para ganhar confiança. A gente aprende fazendo, experimentando. 

Você não precisa pintar a sua casa inteira de rosa, só se quiser. Mas uma pintura, nem que seja só o branco mesmo dá um ar de casa nova e bem cuidada. Uma opção também é pintar apenas uma parede ou meia parede de uma cor diferente. Já renova o ambiente e gasta menos tinta. 


2) ATENDE PARA A FUNCIONALIDADE DOS MÓVEIS

Essa dica vale principalmente antes de comprar qualquer móvel. Como o Math comentou na postagem sobre a reforma dessa sala, o rack não era funcional e de profundidade larga. É o mesmo caso do meu: profundidade desnecessária que come um espação na sala. Mas como o meu já estava no apê, é embutido, e apesar de tudo, a minha sala não é pequena, então, ele fica lá mesmo. 
Móveis profundos sem necessidade comem espaço de circulação. Então, sobretudo se a sua sala for pequena, preste atenção nisso. Você pode não perceber, mas seu dia a dia ficará mais prático. 
Prateleirinhas às vezes podem até ser mais funcionais. Lembra do armário suspenso do meu home office? É mais ou menos a mesma situação aqui.


3) TIRE O SEU SONHO DECORATIVO DO PAPEL

Aposto que muitas vezes a gente nem chega a colocar os sonhos decorativos no papel, né? Alguns sonhos podem custar caro e estar fora das nossas possibilidades financeiras. Mas sempre há alguma coisa que possa compensar, e te ajudar a realizar esse sonho de alguma forma. O Math queria uma parede de pratinhos. E encontrou estes numa feira de Porto Alegre a preços amigos.
Eu queria ter uma parede de azulejos, mas ficaria caro para mim. A forma que eu encontrei de contornar a minha vontade de ter azulejos decorados foi fazendo um caminho de mesa com eles, que além de exigir poucas unidades, não precisaria de obras. Tem até passo a passo dele, aqui.
Pescou a ideia aqui? Procure uma forma de tornar seu sonho decorativo viável e leve adiante! ;)


4) BUSQUE ITENS QUE TENHAM A SUA CARA, O SEU NARIZ, O SEU CABELO. ENFIM, A SUA IDENTIDADE

Qualquer um que conheça o Math e bata o olho em qualquer um desses objetos já sabe que é dele. E se não for, dirá: Nossa, como isso tem a cara do Math!
Sabe o que isso significa? Identidade. Que o Math conseguiu fazer da casa dele um lar. Um lar que conversa com quem ele é, e consequentemente, que o faça sorrir. Bem, ele nunca me disse que sorri quando entra em casa, mas na minha imaginação, ele sorri! =)
Analise quais são seus gostos e as coisas que te identificam e leve isso para casa de alguma forma. Pode ser na forma de bibelôs, nas estampas das almofadas, nos quadros, etc. 


E você, segue alguma dessas dicas? Conta pra gente!

OBS: Essas fotos foram retiradas do post que o Math fez sobre a reforma dessa sala, em março de 2015. Eu super recomendo irem conferir a fonte, que além de ter muito mais fotos (e tem fotos dos detalhes), conta todo o processo de transformação. Basta clicar aqui.

21 de março de 2017

Xeretando casas alheias : a cozinha da Flaviana

Fotos: Flaviana Rampini.


Esse post é para todos, mas principalmente para quem mora de aluguel e fala que não decora porque não tem apartamento próprio! Essa cozinha mostra que as suas possibilidades podem até serem mais limitadas que a daqueles que são proprietários dos imóveis onde moram, mas não quer dizer que não haja saída, que você não pode fazer nada! 

Ficou animado? Então vamos continuar!

A Flaviana é uma grande amiga minha que alugou esse apê lá por 2012. Como vocês podem ver, a cozinha é bem pequena e não tem armário embutido. Mas depois de deixar o quarto e a sala do jeito que ela queria (tem até um vídeo aqui sobre o quarto dela, e a sala... bem, essa fico devendo!), aos poucos, ela foi arrumando a cozinha.

Segundo a Fla, "o fato de me tornar vegetariana e gostar de comer saudável, me fez gostar mais de cozinhar. Com isso, deu vontade de tornar minha cozinha um espaço confortável e gostoso de trabalhar. A primeira decoração foi os adesivos e os vidros coloridos para trazer mais alegria. E depois, me veio a ideia do painel para tonar mais prático o uso dos temperinhos naturais."

Perceberam? Com dicas MUITO simples, ela deu um up na cozinha - infelizmente eu não tenho fotos do antes.



1) AZULEJOS ADESIVOS

Há várias lojas que vendem, é só procurar na internet. Em geral, marcas que vendem papel de parede autocolante ou revestimento autocolante costumam vender. E hoje em dia também tem os da Contact bem como os de tecido adesivo. E também tem a possibilidade de comprar contact com estampas diferentes e recortar no tamanho dos seus azulejos, como eu fiz para minha cozinha, no início do blog (para ver, clique aqui).
Esses da Fla eu não saberia informar de onde são, porque ela ganhou de uma amiga que se mudou. Sim, são reaproveitados! Fica a dica: sempre que der para reaproveitar algo, faça! ;) 

2) COPOS COLORIDOS

Esses são da Leader. Eu sei, porque eu ganhei de um amigo num aniversário, ela viu, perguntou de onde eram e correu para garantir os dela. Rsrs, coisas que acontecem num círculo de amigos que curtem casa! =)
Mas a dica que você pode aproveitar aqui é o cuidado com os itens que estão à mostra. Não precisa ser copos coloridos, se essa não for a sua pegada. Mas o legal é ter coisas que agradem ao seu olhar, que te façam feliz. Podem ser canecas fofas, copos mais finos, ou até mesmo, vidrinhos transparentes para colocar os temperos, se você tiver outro lugar para os copos. Treine o seu olhar para esses detalhes.



3) PAINEL DE ÍMÃS

Uma casa precisa ser , antes de tudo, funcional. Porque é isso que vai facilitar a sua vida, fazer a casa trabalhar para você, e consequentemente, te ajudar a usufruir o seu tempo no seu lar doce lar.  Por isso, quando for decorar um ambiente, avalie sempre as suas necessidades e no que você está precisando. 
No caso, a Fla tem muitos temperos, e eles estavam ocupando um espaço precioso sobre a bancada, já que a cozinha é bem pequena. A solução aqui foi subir pelas paredes, e o painel permitiu isso. Os recipientes com os temperos possuem ímãs; já os ganchinhos contam com adesivos. 


Dá vontade de sair correndo e comprar essas embalagens e subir com os temperos, não? Para quem tem geladeira na cozinha, essa ideia também super funciona nas geladeiras. 

16 de março de 2017

Projetinho de 5 minutos: como fazer marca página com resto de papel



Se tem uma coisa que eu amo é fazer DIY com coisas que sobram. É assim que eu consigo fazer muitos projetinhos a custo realmente zero. Por isso que muitas vezes eu guardo as sobras de alguns projetos.

Recentemente, fiz um cartãozinho para ir junto com o presentinho de uma pessoa. Daí sobrou um pedacinho do papel. Como eu sou a louca dos livros, resolvi fazer um marca página, até porque em livros que não são de literatura, eu acabo marcando várias páginas que têm coisas importantes. 

Como eu tenho curtido brincar de aquarela, pela primeira vez, resolvi testar a técnica num marca página. O ideal é usar um papel de gramatura maior, mas lembra quando eu disse que tinha sobrado um pedacinho de papel? Então, fugi do ideal e fiz com esse mesmo. =)

O passo a passo é bem simples, mas segue um tutorial:



Passo a passo: O que eu fiz foi basicamente deixar o papel no tamanho que eu queria que ficasse o marcador, e pintar com o efeito que eu desejava. Como eu não desenhei nada figurativo e não queria que o marcador tivesse lado certo, pintei os dois lados, como você pode ver nas fotos. 

Possibilidades: Você pode fazer apenas um retângulo mais comprido, como esses marcadores que você ganha nas livrarias.  Mas também pode fazer uma dobra para encaixar na folha e diminuir as chances dele cair, o que eu acabei fazendo depois. Mas se quiser algo beeeeem bossa mesmo, é só pegar um desses ímãs de propaganda e colocar na versão dobrada. Aí sim, vira um marca página digno, de verdade! 

Bem pá-pum como a gente adora! Eu não costumo dizer que projetos com tinta levam 5 minutos, mas aquarela seca rápido, ainda mais num pedaço de papel tão pequeno!

Se você também é um devorador voraz de livros e deseja ver mais algum modelo de marca página, já ensinei aqui.


Agora me diz: você reaproveita sobras de projetos anteriores para ideias novas? 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...