Personare Ads

31 de dezembro de 2013

2013 na balança - os melhores momentos são mais "pesados"

Trinta e um de dezembro. Não sei se o mesmo acontece com vocês, mas para mim é inevitável refletir sobre o ano que chega ao fim. Colocar na balança as conquistas e as derrotas. Os momentos que sorri e chorei. Porque eu acredito que tudo que a gente vivencia, de bom e de ruim, pode gerar aprendizado. E no final das contas, apesar dos momentos não tão legais, eu sempre acho que o saldo é positivo e que tenho muito mais motivos para sorrir.
Como esse foi o meu primeiro ano inteiro de blog, a percepção que eu tenho agora do que é ser uma blogueira é bem diferente da que tinha um ano atrás.



  • A casa foi tomando forma e ficando cada vez mais com a minha cara. E participei a vocês praticamente todas as mudanças.

  • O blog ganhou uma logo, feita pela Laís Carneiro.

  •  Criei a fanpage no facebook, o que facilitou a interação com alguns leitores que só se manifestam por lá.Ainda com o intuito de facilitar a interação, o blog ganhou um perfil no instagram. 

  • Em março, o blog foi citado no Globo Barra. E em maio, na  revista Minha Casa e no blog Morando Sozinha. Como não sentir o coração pulsar de felicidade?

  • De março a maio fiz o curso de decoração oferecido pela Manu Mitre, do Casa da Idea.

  • Logo após o curso, decorei a lavanderia e fiz um post para o Casa da Idea, a convite da Manu. E em julho, tive a oportunidade de conhecê-la pessoalmente e trocar ideias sobre decor e outras cositas más, durante um prazeroso almoço em São Paulo.


  • Tive a honra de conhecer o trabalho da Renata Montenegro, que escreve o Mulher Vitrola e contar com ela na elaboração do novo layout do blog.

  • Descobri que blogar dá MUITO trabalho, que muitas vezes exige horas e horas de pesquisa, seja para achar fotos, dicas ou tutoriais que me ajudem em algum projeto. E significa também quebrar a cara diversas vezes até encontrar a técnica mais adequada antes de trazer o PAP para vocês. Mas que apesar de todo o trabalho que dá, é extremamente prazeroso e tem me feito muito feliz. E com isso, percebi que ganhar tempo era essencial e que eu só conseguiria se me organizasse pelo menos um pouco - e mostrei o resultado da minha tentativa para vocês.

  • Descobri também que é inevitável o coração dar uns saltinhos de alegria a cada carinho que recebo de algum leitor, seja com comentários carinhosos, seja com e-mail mostrando projeto, como a Luara fez. Eu fico um um sorriso enorme, acredite! 

  • Nunca duvidei que meus amigos eram incríveis, mas esse ano praticamente todos eles me deram tanta força com o blog, reproduzindo em casa o que tinham aprendido comigo. Teve aqueles que me ajudaram a colocar a mão na massa em alguns projetos. Como duvidar que tenho os melhores amigos do mundo?

  • Decorei um consultório de fisioterapia. Foi um desafio e tanto, porque foi o primeiro ambiente que assumi praticamente inteiro sem ser a minha casa e a verba não era muita. 

  • Eu e a Laura, uma amiga minha que é montadora, resolvemos trabalhar juntas e trouxemos o primeiro vídeo do blog para vocês!

  • A convite da Stephany, do Feita com muito esmero, entrei para a equipe SOS Decor, chefiada pela Erica Palmeira, do HomeSweetener. Antes de lançar qualquer tema para o DIY Coletivo, a gente debate muito entre nós. E tem sido um prazer enorme trabalhar com as meninas num clima de muita harmonia e cumplicidade. A gente se ajuda pra caramba! Às vezes tenho a sensação de que somos a melhor equipe do mundo! =)




Dá para dizer que foi um ano com muitos momentos bons! Obrigada por estarem aqui comigo, fazendo parte disso tudo que faço com muito carinho.
Que em 2014 continuemos trocando ideias, e que vocês possam levar cada vez mais AMOR para suas casas! ;)
Feliz ano novo!

27 de dezembro de 2013

Filho de quem tem pouca verba pode ter um quarto legal?


Outro dia perguntei na fanpage qual seria o próximo ambiente que gostariam que eu abordasse na série "quem tem pouca verba", e quarto infantil ganhou. =) Agradeço a quem respondeu. A fanpage é de vocês também!
Inicialmente, a minha ideia era abordar todas as nuances desse cômodo: menino/menina/irmãos. Mas o post ficaria grande demais, e achei por bem dividir. Então, o post de hoje será para quem tem um quarto só para si, e depois falarei sobre irmãos que dividem o ambiente.

Dica 1: Respeite a personalidade da criança.
 Óbvio que não estou falando de bebês, mas de crianças que já manifestam seus gostos. E com isso não quero dizer que você deve comprar tudo que ela pede, mas entender o que a fará se identificar com o cantinho dela. 


Dica 2: Uma pegada artesanal vai bem.
Se a verba estiver beeeem curta mesmo, eu particularmente acho mais interessante investir numa pegada artesanal, com móveis do exército da salvação do que comprar tudo em lojas de qualidade duvidosa e que não decoram. Prefiro o simples charmoso ao novo sem sal. Porque o primeiro mostra que você se preocupou em dar a sua identidade ao ambiente. E ninguém terá um quarto igual!


Imagem: House to Home

Dica 3: Inove na pintura. 
Sabemos todos que tinta na parede é uma das maneiras mais baratas e fáceis de se modificar a cara de um ambiente. Porque não inovar e fazer umas listras? Está cheio de tutorial mundo afora, jogue no youtube. Se estiver com medo, dá para pintar tudo e fazer as faixas com papel adesivo.

Dica 4: Pense fora da caixa.
Reparou nos aviões presos ao teto com fios de nylon? É uma maneira barata e bem interessante de deixar o ambiente mais lúdico e divertido.

Dica 5: Não rotule as cores.
Sem essa de que quarto de menino tem que ser azul ou verde. Viu a cor da cômoda e das paredes?


Imagem: Live Colorful

Dica 6: Fuja do lugar comum.
Quando você foge do lugar comum, você abre as portas para a criatividade. E quando a criatividade aflora, você encontra soluções econômicas. Pelo que li na matéria da Revista Minha Casa, quase tudo nesse quarto foi comprado em brechós e repaginado. Repare no berço escandaloso (posso roubar quando eu tiver um filho?) e na cadeira de balanço de palha com almofada de caveira aí atrás.

Dica 7: Quer ter uma luminária? Você pode.
Eu sei que tem aquelas que só de ver o preço, nosso bolso chega a suar frio, mas para tudo nessa vida tem solução. As japonesas são bem em conta, e vale lembrar também que quase tudo pode virar luminária hoje em dia, é só buscar inspiração na internet!

Imagem: Minha Casa

Dica 8: Vá de branco. Mas nem tanto.
Se o branco combina mais com a sua criança, ou se a casa e alugada e não pode pintar as paredes e todos os móveis já eram brancos, tudo bem, não é o fim do mundo. Há muita beleza no branco também. Mas pelo amor de todos os deuses do Olimpo, quebre! Seja com uma cadeira de madeira, um baú de vime, tudo na cor natural, almofada colorida... afinal, não queremos os pimpolhos morando num quarto com cara de hospital, não é?

Imagem: Mommo Design

Dica 9: Dê uma graça à parede.
Vamos combinar que parede decorada é outro papo! Se você não achou nenhum papel de parede que caiba no seu bolso, tecidos são a solução mais viável. Existe tanta estampa bonitinha a preços bacanas por aí.
O coração pode ser feito com papel pluma ou papelão e tecido. Bastidores também são uma opção legal.
Agora, se a sua criança for tipo eu nos anos 90, e adora subir em árvores, que tal trazer esse amor dela para a decoração? Se for muito difícil pintar uma árvore na parede, dá para fazer com contact. ;) (De novo, cace tutoriais, google e youtube estão aí pra isso!)

Imagem: Mommo Design

Imagem: Mommo Design

Dica 10: Base branca, acessórios bem coloridos.
Repare que nesse quarto, a base é branca, mas o ambiente é bem colorido. A cabeceira, roupa de cama, as bandeirinhas, os brinquedos nas prateleiras e os cestos organizadores trouxeram vivacidade. Preste atenção no que esconder no armário de brinquedos e no que ficará bacana à mostra.

Imagem: Mommo Design

Dica 11: Crie um canto para brincadeiras.
Criança gosta de brincar. E nem sempre é uns bonecos em cima da cama que ela quer. Um pedaço de parede de louça dá chance à criança soltar a imaginação e ainda estimula a criatividade, seja para escrever, seja para desenhar. Se não puder pintar a parede, contact preto fosco cumpre bem o papel.
Adorei a ideia da escada. Se estiver chovendo e não der para ir ao parquinho, seu filho não perderá a chance de se pendurar, rs. Tenho uma amiga, cuja filha eu tenho certeza que amaria isso! Só cuidaria de verificar que o troço está bem seguro e colocar um colchão embaixo. 

Dica 12: Olhe para outros objetos da casa com carinho.
Na verdade, essa dica serve para qualquer cômodo. Hoje em dia a decoração é bem livre e quase tudo pode virar quase tudo (deu para entender, rs?). Note como uns baldes de lavanderia se transformaram numa luminária divertida.

Imagem: Mommo Design

Dica 13: Valorize a cor preferida da criança
Uma forma simples de fazer isso, é pintar uma única parede dessa cor, assim ela se destacará das demais.

Dica 14: Deixe os livros à mostra.
Eu sei que em termos de conservação isso não é o ideal, mas deixemos esse tipo de preocupação para os museus e bibliotecas, rs. Livros infantis geralmente têm capas bem divertidas que decoram o quarto. Fora que se estiverem ao alcance da meninada, será mais fácil estimular o hábito da leitura.

Imagem: Mommo Design


Dica 15: Não duvide do poder dos quadros.
Essa é beeem simples, vai. Você pode procurar na internet a imagem do personagem preferido do seu filho e imprimir. Pode ser algum bichinho, alguma boneca, qualquer coisa que a criança goste. Se seu filho adora desenhar, pintar, que tal usar a obra dele na parede? O mais provável que é a criança fique toda orgulhosa de si mesma. =)
Emoldurar como manda o figurino é caro. E agora, José? Procure por porta retratos grandes em lojas populares. Não tem a mesma qualidade, mas ficará bacana do mesmo jeito!
Agora presta atenção: não coloque quadros ao alcance de crianças pequenas. Se o seu filho já é maiorzinho, porém o quadro fica próximo à cama, ou em qualquer outro lugar que seja fácil de derrubar, troque o vidro por acetado. Pode não ter a mesma elegância, mas segurança vem em primeiro lugar.

Imagem: Mommo Design


Bem no  início do blog, no Xeretando casas alheias, mostrei o quarto da Penélope, filha de uma amiga minha. Se você chegou aqui depois disso, clique aqui.

Pesquisando para fazer este post, descobri o blog italiano Mommo Design, de onde peguei a maioria das imagens, que aborda apenas a decoração infantil. Tem muita ideia bacana lá, vale a pena fuçar! É só clicar aqui.


E aí, se animou a dar uma guaribada no quarto do seu filho? Mostra pra gente?

19 de dezembro de 2013

Decoração: consultório de fisioterapia


Esse ano eu recebi uma proposta irrecusável: decorar um consultório de fisioterapia em Niterói. E de cara, foi-me dito: "o consultório é alugado, quero mexer só no que é meu, no que eu posso levar, caso acabe o contrato. " 
A Raquel, a fisioterapeuta me mandou foto do antes, e fomos trocando e-mails, eu fui tentando descobrir do que ela gostava e desenhando propostas. Fui lá uma vez, verificar ao vivo, e pudemos definir melhor o que seria viável fazer ali e que deixaria a Raquel feliz. 

Como você poderá ver pelas fotos, foram transformações simples, mas que fizeram diferença. A propósito, a qualidade das fotos está sofrível... foram feitas por mim, com Iphone e outras a Raquel me mandou, são de Ipad. Não tive a oportunidade de voltar lá para fotografar com câmera de verdade. 


Antes de atacar com estilete, mesa de corte, chave de fenda.... 

Problema 1: A maca que foi comprada já usada tinha esse aspecto bem anos 90 e estava com alguns puxadores perdidos. 
Solução: Como a Raquel não quis pintar, porque isso tomaria tempo, apelei para o papel adesivo nas gavetas e troquei todos os puxadores por modelos coloniais. 

Problema 2: O estofado não tinha uma cara nada feliz e ainda estava com umas rachaduras. 
Solução: Desenhei algumas combinações e a Raquel escolheu duas (são 2 macas) e contratou um estofador.

Algum tempo atrás, a Raquel comprou esse adesivo que você vê na foto, pois acredita que essa frase seja um estímulo para os pacientes. Esse foi o momento de colocá-lo na parede.



Ó o detalhe da gaveta!


No consultório tinha esse porta guarda-chuva todo branquinho, a Raquel perguntou se não tinha como fazer uma graça nele. Daí pensei... guarda-chuva lembra o que? Mary Poppins. Rá! Imprimi três imagens diferentes na internet, fiz o contorno no contact preto com papel carbono, recortei e o resultado é esse que você vê logo abaixo.


Pequenos detalhes: o frigobar recebeu contact vermelho na porta e porta-copos com ímã do Rio Antigo complementam o novo visual. Com o papel adesivo que sobrou das gavetas, levamos um pouco de alegria para o banheiro.


Depois de um dia inteiro colocando a mão na massa, de termos que pedir um delivery na hora do almoço, o meu sentimento foi de missão cumprida!


16 de dezembro de 2013

Projetinho de 5 minutos: Como fazer moringas



Quem gosta de ler na cama antes de dormir geralmente gosta de uma moringa. Quando eu morava com a minha mãe, não tinha uma e vivia levantando para encher a caneca de água. Mas depois que comprei uma, percebi como fazia falta! 

Eu paguei R$ 60,00 pela minha, mas reparei que nem todo mundo está disposto a desembolsar esse valor numa moringa. Como aqui em casa sempre tem garrafas na fila do reaproveitamento, pensei: porque não juntar o útil ao agradável?

Sim, é isso mesmo. Garrafas que iriam para o lixo podem se transformar em moringas!




É praticamente só comprar um copo que converse com a garrafa. Para não errar, o segredo é levar a garrafa na loja e testar os copos nela. Não tenha vergonha, pegue vários copos na loja e vá testando, até descobrir o que melhor funciona. 
Se preferir, pode parar por ai mesmo. Mas se você for como eu e gosta de uma graça a mais, pode pintar. 

Aí vai as dicas:
  • Tinta: esmalte vitral. Custa em média R$ 3,50.

  • Para desenhos, como as minhas gotas e bolinhas, bem como para escrever, prefira o pincel mais fino possível.

  • Errou? Não tem problema, solvente resolve. Apague e faça de novo

  • Na embalagem da tinta diz que é um produto para uso artesanal e que não resiste a sucessivas lavagens. Mas eu fiz uns testes e sim, dá para lavar. Porém, evite usar muito a bucha, prefira passar uma água. Então já sabe: não invente moda e não coloque bebida açucarada na moringa. 






Esse post poderia até ter feito parte do DIY Coletivo de dezembro, né? Temos aí uma dica de presente de natal com menos de 10 dinheiros!


Fez igual? Mostre para gente! Gostou? Mostre para seus amigos!

13 de dezembro de 2013

DIY Coletivo - mimo de natal com até 10 dinheiros: espelho retrô



Dezembro no ar, e o tema do DIY Coletivo não poderia ser outro: mimo de natal. Mas ao invés de fazermos qualquer mimo com até 10 dinheiros, nós, blogueiras da equipe SOS Decor, resolvemos fazer um amigo oculto simbólico. Fizemos um sorteio e o nosso mimo teria que ser inspirado na amiga sorteada. Foi muito interessante, pois já que de certa forma estamos trabalhando juntas e num clima de muita harmonia, foi uma oportunidade que tivemos de nos conhecermos melhor.

Bem, a minha amiga-oculta não escreveu muita coisa no mini perfil dela, que eu pudesse aproveitar. Escreveu que era virginiana, organizada e que adora um vintage/ retrô... mas como fazer algo que envolva organização para alguém que entende mais disso do que eu? 
Pensei: farei algo retrô... mas o que? Foi então que tive a ideia de fuçar o perfil dela no facebook, e vi que ela gostava de maquiagem. Quem gosta de maquiagem curte um espelho, não é mesmo?
E assim nasceu o espelho retrô!

Quer um igual?  Você vai precisar de:



- Espelho (procure em lojas populares, tipo 1,99... esse eu comprei no Saara): 6,90
- Tinta 2 em 1 (é uma tinta acrílica que pega em acrílico sem precisar de primer): 3,00
- Pincel: 0,00*
- Cola quente: 0,00*
- Total: 9,90

* Já tinha os itens em casa, por isso não entraram na conta.

Agora que você já anotou os materiais, vamos ao passo a passo?


1: Limpe o espelho com álcool. Como ele vem de lojas populares, na maioria das vezes vem empoeirado.


2: Com cola quente, faça o desenho que desejar. Eu fiz essa espécie de bordinha nos 2 lados da moldura, na base e nos 2 lados do suporte.


3: É inevitável que fique uns fios de cola quente sobrando, como a foto mostra. Espere secar e cate-os. Eu tirei com a mão mesmo, mas já vi um tutorial que ensinava a usar pinça.


4: Quando o relevo estiver pronto é hora de pintar! Use a fita crepe para proteger as partes que não devem receber tinta.


5: Não se assuste. A primeira demão é feia desse jeito mesmo. Espere secar e dê tantas demãos quantas achar necessárias. Eu não me recordo bem, mas acho que dei 3.

6: Espere secar. E o espelho retrô está pronto!



E a minha amiga-oculta é.....




JULIANA ROCHA
 responsável pela página Bagunça Nunca +, no facebook.


Esse post faz parte do DIY Coletivo.

Participe você também! As regras estão na página do DIY Coletivo.
Vambora deixar nossos amigos sorrindo, felizes com os mimos feitos pelas nossas mãos! E o melhor? Com até 10 dinheiros! ;)






Participantes oficiais dessa edição:


Feita com muito esmero
Home Sweetener


Sala da Nanda
Pot-Pourri da Karen

11 de dezembro de 2013

Quem tem pouca verba pode ter uma cozinha legal?

Eu sou fã de carteirinha do blog argentino Casa Chaucha. E não é porque tenho uma paixão inexplicável por esse país. Mas porque a Maria Tórtora sempre mostra casas de verdade. O que eu chamo de casas de verdade? Aqueles ambientes que não foram projetados para serem capas de revista, decorados pelos moradores, de acordo com seus gostos e com o que estava ao seu alcance. É muito comum vermos ambientes com um certo ar de improvisação, porém sem perder o charme e a personalidade. Acho que é um blog que desmistifica muito o conceito que muitos têm do que é uma casa decorada.

Depois que postei a cozinha de boneca da Sany, me dei conta que já fiz um post sobre como ter um quarto e uma sala de jantar com pouca grana, e que agora poderia ser a vez da cozinha. Todas as inspirações abaixo vieram do Casa Chaucha. Repare que algumas já tinham mobiliário planejado, outras se viraram nos 30... vou comentando aos poucos.

Acho tão retrô a combinação de vermelho com azul claro. Se quiser obter um efeito parecido, pode apelar para o nosso velho conhecido contact nos armários e fazer pastilhas. Note que aí houve preocupação com os mimos.



Quer dar uma graça aos azulejos brancos? Espalhe alguns adesivos fofos. E nem precisa ser em grande quantidade.
Quadrinho e prateleira com mimos também são uma mão na roda.
Viu os caixotes de feira embaixo do aparador?



A madeira dos móveis puxa muito para o amarelo? Que tal investir nos contrastes, pintando a parede de vermelho e a geladeira de preto? O bom da tinta é que é um trocinho que não custa muito.
Aqui também tem quadros perto da geladeira, notou?


Lustre feito com escorredor de macarrão e armário de louça. Mais simples, impossível!


Se a base for neutra, se jogue nos acessórios coloridos. Prateleira é barato; garrafas, você pode pintar; os quadros, você pode fazer...
Latas e temperos que você usa no dia a dia podem fazer bonito na sua cozinha. Assim como as colheres de pau expostas. 



Gostaria de ter alguns azulejos coloridos? De novo: contact ou vinil adesivo resolvem a sua vida!


Tudo bem que essa geladeira vermelha não é para qualquer um, mas... cá para nós essa cozinha não passa simplicidade e charme? Os quadros são simples, fáceis de serem feitos, o frango pendurado na geladeira dá um ar divertido, o tecido étnico sobre a mesa traz aconchego. E os cacarecos em cima da pia anunciam que ai mora alguém!



Já no ambiente abaixo, a geladeira é bem antiga e nem por isso compromete a graça da decor... parede verde, pratinhos decorativos, passarinhos e porcos pendurados, bandeirinhas


Ela ela aí de novo: a tinta louça no armário. Não sei do que é feita essa luminária, mas me parece ser algo tipo fruteira ou bowl.


Não tem armário com gavetas? Latas e canecas podem acolher seus talheres com amor.


Repare nos mimos... só nos mimos. Pode não parecer, mas objetos decorativos fazem uma senhora diferença!


Imagens: Casa Chaucha


E aí, consegui te convencer a decorar sua cozinha com pouca verba?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...