Personare Ads

27 de maio de 2014

Antes e depois do banheiro da Flaviana

Desde que eu comecei a me envolver com o universo da decoração, defendo que pequenos detalhes fazem diferença, sobretudo em imóveis alugados, onde grandes mudanças na maioria das vezes não são possíveis.
E a Flaviana, uma amiga querida, que já apareceu aqui no blog outras vezes, parece ter a mesma opinião que eu. Foi lá, fez umas gracinhas no banheiro e me mandou as fotos do antes e do depois.

Ó só:


Depois de gastar um pouco de papel adesivo e trocar os puxadores, eis o resultado:


Sua casa não precisa de muito. Com um pouco de amor e boa vontade, você pode deixá-la com uma cara mais sua. Com cara de LAR, não é mesmo?

25 de maio de 2014

Faça você mesmo: cabeça de alce



Já tem algum tempo que as cabeças de bicho viraram modinha na decoração. E não veja isso como uma frase pejorativa, por favor. Não é porque é modinha que você não pode se identificar com ela. Aliás, eu acredito que modas podem nos ajudar a olhar para certas coisas de outra forma, acusar a percepção para aquilo que está em alta, reparar no que passávamos batidos antes... e então, a gente define se gosta ou não. E assumo: eu adoro várias modinhas!
Eu estou na fase de preencher a parede do pseudo-buffet azul e estava querendo uma cabeça para colocar lá. Deve ter uns 2 meses que estou pensando nisso. Mas eu não sabia o que fazer, já que eu não sei fazer molde, e acabava deixando pra lá. Até que um dia tive a ideia brilhante (só que não!) de procurar algum molde nesse universo mágico na internet.
A princípio, eu não queria um bicho "de verdade". Queria um mágico, fantasioso. Um unicórnio. Procurei e não achei. =/ Foi então que resolvi procurar pelo mais "tradicional", o alce. Pode não ser um bicho fantasioso, mas me remete ao bucolismo, então estava valendo!


Tem vários moldes na internet. Mas eu optei por um do HomeStweetener.

Quanto ao material que eu usei, pela foto acima, você consegue descobrir? Postei essa foto no instagram e foi engraçado ver as pessoas tentando adivinhar do que era feito. Eu não esperava essa interação e acabei me divertindo! Obrigada, gente! =D Agora acabou o mistério!

Conversando com a Erica, a autora do HomeSweetener, perguntei se ela tinha feito o dela com papelão. Daí ela me disse que com o pluma era mais fácil cortar. Fiquei passada comigo mesma: eu uso muito papel pluma, como é que nem tinha passado pela minha cabeça fazer o bichinho com o dito cujo?
Mas enfim, resolvi fazer as duas versões para testar e tirar minhas próprias conclusões.

1) Com o pluma, de fato, é mais fácil cortar e fazer o acabamento.
2) O pluma deixa o alce bem mais resistente.
3) O pluma é fácil de cortar, mas o estilete tem que estar BEM afiado. Eu perdi uma folha inteira por causa de estilete mais pra lá que pra cá. 

Dessa forma, optei pelo papel pluma. Existe o pluma todo branco "puro", e um que tem papel cartão preto colado. Obviamente, optei pelo "puro", sem nada.
Para o alce ficar com a minha carinha, usei esse contact meio palha, meio madeira. Acho que essa textura reforça o bucolismo ao qual o alce me remete.  Para finalizar, onde o branco apareceria, pintei com tinta acrílica na cor mais próxima do contact.



Agora olha como a cabeça de alce ficou na minha parede! Ok, eu sei que estou mostrando só um pedacinho bem inho mesmo, mas pretendo fazer um post sobre essa parede! ;)

O molde que eu usei está aqui. Mas no próprio HomeSweetener tem outro molde, aqui.

Para quem preferir comprar, tem na HC Store, aqui. (Isso não é publicidade, ok? )


19 de maio de 2014

Não tem armário? Se joga nas cortinas.

A maioria das pessoas tem armário, eu sei. Mas se você for do time que não tem ou não quer um, esse post é para você!
E não, você não leu errado: você pode não querer ter um armário. Tem gente que não tem porque mora de aluguel e fica com receio das medidas não baterem com a do próximo imóvel; gente que tem um armário velho cujas portas tombaram, mas a estrutura ainda está boa; tem gente que acabou de comprar um apê e gastou todas as economias na entrada e no financiamento, que não sobrou pra quase nada. E tem gente que não tem simplesmente por uma questão de estilo.
Tem uma fotógrafa que estudou comigo na pós e tem um apê suuuuper charmoso, num estilo quase escandinavo, e ela tem cortina na bancada da cozinha ao invés de armário. Me questiono se a cozinha dela - que é a nossa preferida quando fazemos encontros de turma - teria a mesma graça se não fosse a cortininha.
Se você estiver com medo de se jogar nas cortininhas, por elas não serem tão comuns nos dias de hoje, dá só uma espiada nas imagens abaixo e lá embaixo a gente volta a conversar!












E aí, gente? Concordam comigo que dá para decorar com amor usando cortininhas?
Alguém tem ou teria uma dessas em casa?

Imagens daqui.

13 de maio de 2014

Inspiração: racks que não são racks

Quem me acompanha há algum tempo sabe que eu adoro um desvio de função. Na decoração da casa, não no ambiente de trabalho, claro. =P E um dos móveis que eu acho que oferece mil possibilidades é o rack.
Tem gente que prefere fazer um projeto clássico em lojas de planejado, ou comprar um pronto. Mas ao contrário de uma cama, que exige que você pense no conforto, com o rack, você pode inventar moda. O que é super bacana, pois aumenta o leque de possibilidade, se você não estiver afim de uma coisa tão convencional, e também pode dar uma mãozinha para quem precisa economizar. Afinal, vai que você tem outra coisa dando sopa e pode aproveitar, né?
Pesquisei algumas imagens de racks que não são bem racks para vocês se inspirarem! =) Em algumas imagens, fiz comentário na legenda, ok?

Bora, vamos viajar na criatividade desse povo!



Esse até que é um rack, mas foge um pouco dos padrões convencionais de hoje.


Morrendo de amores. Mais alguém já pensou nisso?



E esse guarda roupa transformado em rack? Não sei se eu teria, porque prefiro algo que apoie a televisão sem ocupar tanta parede. Mas não há como negar que é uma ideia super inusitada!

Rack-baú ou Baú-rack?

Bloco de cimento e porta de aço.

Que tal olhar com carinho para a estante velha de aço que você tem jogada no canto da sua casa?

Caixotes de feira muitas vezes salvam a pátria. Ops, a casa!

Armários de cozinha também podem se transformar em racks, porque não?

Buffet + paletes

Que sonho! <3

Que tal umas prateleiras?

Aparador + paletes + charme.


Para quem tem muitos livros, estante regulável.

Para os fãs clima provençal.


Buffet. Mas também poderia ser uma cômoda.

Não sei bem o que é isso... se é uma prateleira, se é um aparador. Mas seja lá o que for, repare como gambiarras podem fazer bonito.


Imagens: Casa Chaucha (1,2,3,4,5,6), Minha Casa (1,2,3,4,5), Pinterest (1,2,3,4,5,6,7,8).

7 de maio de 2014

Porta anel feito com louça decorada

 
Minha mãe anda reclamando que não tem onde colocar os anéis dela e que gostaria de ter um organizador tipo o meu. Mas o meu é uma mãozinha super prática que comprei no interior de Minas Gerais e nunca vi vendendo por aqui.
Resolvi então, tentar quebrar o galho e fazer um porta anel que ela pudesse colocar na cabeceira, que é onde ela guarda algumas bijous mais usadas no dia a dia. Como ela gosta muito daquelas porcelanas inglesas (são inglesas? se eu estiver enganada, me corrijam!) azuis, sabe? Foi a partir daí que tive a ideia. 

Os materiais necessários nesse projeto são poucos: vasinho solitário de louça branca, caneta para porcelanas e louças, álcool e papel toalha (papel higiênico e flanela também servem). Ah, e um forno, mas isso, acho que todo mundo tem, né? =P

 
Vamos começar?

1 - Vaso solitário branco. Paguei R$ 6,50 numa loja no Saara

2- A caneta que eu usei. Tem de várias cores e custa em média 11 reais.

3- Comece a desenhar. Se errar limpe com álcool, e repita o processo tantas vezes quantas forem necessárias, até você acertar o desenho que pretende.

4- Depois que o desenho estiver pronto, leve a louça ao forno, por 90 minutos, na temperatura de 160°. Caso você tenha usado álcool para apagar o desenho, espere um pouco para que ele evapore antes de ir ao forno. Prudência nunca é demais.

5 - Depois que esfriar, é só colocar uns palitos de churrasco para pendurar os anéis. Cuide de não colocar muitos, que o aspecto fica meio estranho e os anéis não "caem como uma luva". E pronto!

Detalhe


Me empolguei com a ideia de decorar louças e fiz mais dois projetinhos.  O copinho fiz para mim, para colocar um mini cacto que pretendo comprar. Já o prato é para uma amiga que trabalha com moda e está aniversariando hoje.






Ah, acho que vale uma pequena observação: na embalagem da caneta diz que esta é resistente à lavagem após fixação. Mas fiz um teste e constatei que só com água, realmente não sai. Mas com bucha de lavar louça, ameaça sair. Então, se fizer um prato tipo esse, NÃO use para comer, só para decorar. ;)

Alguém aqui já brincou de decorar louça? Conta pra gente?

5 de maio de 2014

DIY Coletivo: cobogó porta correspondência



Depois de um mês de folga, cá estamos nós, com mais um DIY Coletivo. Diferente das duas últimas edições, cujo tema foi um material específico, dessa vez, o que ficou definido foi o local da compra do material principal do projeto: loja de construção.
Como eu não sei se já consigo usar ferramentas elétricas sem fazer besteira (recuperei os movimentos da mão, mas ainda falta-me força), sabia que teria que apelar para algo simples.
Foi então que tive a ideia de fazer um porta correspondência com cobogó. Cheguei a pesquisar os de vidro para comparar com o de cerâmica e ver qual se adequaria mais ao projeto, mas acredita que não achei perto de casa?

Quer fazer igual? São poucos os materiais necessários: cobogó, caneta uni posca e verniz spray. No caso, o único gasto que eu tive foi o cobogó (R$ 2,50), o resto eu tinha em casa.

Como eu fiz esse projeto pensando num casal de amigos que estão prestes a se mudar, pensei em pintar, já que eles são coloridos. Mas achei que não funcionaria muito bem (sou do time que foge da tinta spray). Foi aí que tive um estalo: lembrei da cerâmica marajoara! Porque não desenhar na cerâmica?

1- Tijolo como veio ao mundo. Antes de começar, limpe bem com álcool. O meu estava uma nojeira, cheguei a precisar usar aspirador de pó antes.

2/3 - Faça os desenhos como bem desejar. Mas aviso: não adianta dar uma de perfeccionista, o tijolo tem a superfície irregular em algumas partes, pequenos pedaços quebrados. Ou seja, por mais que você queira, tem horas que o desenho não terá como ficar perfeito. Abstraia.

4- Para impermeabilizar, verniz spray. Lembre-se de forrar bem com plástico, jornal... spray é fogo!

Pronto! Agora é só pendurar na parede, colocar suas correspondências e ser feliz!



Que tal uma espiada nos projetos dos outros participantes oficiais desta edição?


Pot-pourri da Karen
Feita com muito esmero












The Blue Post


PARTICIPE VOCÊ TAMBÉM!

Todo mundo pode participar, não precisa ser blogueiro. É só clicar aqui, e ver as regras na fanpage do DIY Coletivo. ;)

1 de maio de 2014

Resumo do mês: Abril


Depois do mês de março fraco em número de postagens, em abril, quis muito voltar ao ritmo normal, mesmo com as limitações das primeiras semanas. Blog é uma coisa que a gente começa sem ter muita certeza se levará adiante, vai levando, levando... e quando vê, a gente não sabe mais viver sem, rs.

Se você perdeu os posts do mês, aí vai a lista para te facilitar. É só clicar no título que você será redirecionado à referida postagem.

De volta! : Depois de algumas semanas afastada, voltei com explicações e algumas fotinhos que rolaram no instagram nesse período.

Passo a passo: 3 quadrinhos : O post mais acessado do mês e o quarto mais acessado do blog. Isso me leva a concluir que vocês gostam de vídeos com DIY, certo?

Como improvisar uma penteadeira: Mesmo quem não tem espaço pode ter uma penteadeira, ainda que improvisada.

15 ideias de decoração reaproveitando materiais: Nada como mostrar para vocês um projeto que eu participei e divulgá-lo. ;)

Projetinho de 5 minutos: Da páscoa para o ano todo: Como fazer porta chocolate ou porta algodão.

HC Store: tem loja nova no pedaço: Porque o que é bom e bonito, a gente compartilha, né?

6 Dicas de decoração sem cor: o neutro não precisa ser sem graça: Esse post foi feito, obviamente, para aqueles que não curtem tanto um colorido.

Projetinho de 5 minutos: ímãs de mdf:  Se ímãs também ajudam a dar identidade para sua casa, porque não fazê-los você mesmo?



Qual foi o seu post preferido de abril?


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...