Personare Ads

26 de fevereiro de 2015

Inspiração: decorando com caveiras



Eu não sou muito fã de caveiras. Talvez por que em grande parte da minha vida, elas me remeteram a algo pesado, meio mórbido. Mas sempre achei um elemento muito interessante, pela mensagem que ela pode passar: todos nós seremos caveira um dia, independente de quem somos. Não há por onde escapar. Então, olhar para uma caveira pode ser um lembrete para exercitarmos a humildade, a tolerância, a compreensão, o amor. 
E de alguns anos para cá, as caveiras têm ganhado muitas versões: fofas, glam, alegres, conquistando um público maior. Ainda não é a minha imagem preferida, e não tenho nada de caveira, mas ainda assim, achei interessante compartilhar algumas inspirações, bem como alguns DIYs, porque tenho certeza de quem gente do meu público que curte! =)


Imagem: Etsy/ MonarchRestoration

Imagem: Apartment Therapy

Imagem: Etsy/ Mudpuppy


Imagem/ passo a passo: Erika Karpuk

Imagem/ pôster para baixar: Homens da Casa. Ou compre pronto: HC Store

Imagem/ passo a passo: Mulher Vitrola

Imagem/ passo a passo: Pot.pourri da Karen


DICAS/ OBSERVAÇÕES:

1) O que não falta no mercado são diversas estampas de caveira, que te permitirão personalizar sua poltrona e fazer uma almofada, caso você não tenha blusa como essa do Mulher Vitrola dando sopa.

2) Esse vasinho eu nunca tinha visto, nem sei se tem algum similar no Brasil. Porém, ano passado fiz um similar, usando baldinhos de caveira que sempre aparecem à venda nas lojas populares pouco antes do Dia das Bruxas. Fiz uns furinhos no fundo, pintei de cobre e dei para uma amiga que é super fã de caveirinhas desde sempre. 

3) Se você jogar "caveira decor" ou "skull decor" no Pinterest, você encontrará inspirações das boas. Não trouxe mais imagens para este post, porque não achei o autor da maioria delas. Mas vale a pena espiar, que tem coisa que até Deus duvida... tipo, uma estante- sarcófago.

4) O legal das caveirinhas, é que é um elemento muito versátil, elas permitem tanto uma decor mais clean, como uma bem colorida. Vai depender do seu gosto!



E você, curte caveiras? Qual dessas inspirações é a sua preferida? Se eu fosse escolher, acho que ficaria com o vasinho de cactos, porque eu nem amo cactos, né? rsrsrs.

24 de fevereiro de 2015

Mobiliário planejado: tê-lo ou não tê-lo? Eis a questão.

Quem me acompanha há tempos sabe: tenho uma enorme implicância com mobiliário planejado. Não consigo gostar! Só que ao invés de morrer com a minha implicância, resolvi refletir, pesquisar e descobrir o porquê dela. Eis a resposta que encontrei: falta de equilíbrio e bom senso.
Vamos discutir os prós e contras, bem como as dicas que separei para vocês.




VANTAGENS:

  • Durabilidade - Vale lembrar que a durabilidade é relativa. Se comparar os móveis planejados com os de lojas populares, a durabilidade é certamente maior. Mas se for comparar com o móvel dos tempos da vovó, estes últimos ganharão, provavelmente. Os da minha casa são de 2008, e na cozinha já tem um pedacinho estufado. Mas em geral, eles costumam durar muitos anos.
  • Aproveitamento de espaço - Para quem tem pouco espaço, o mobiliário planejado dá a chance de aproveitar centímetros preciosos. Mas cuidado para não cair nessa armadilha! Falaremos disso daqui a pouco.

DESVANTAGENS:

  • Impossibilidade de mudanças - Quem realmente gosta de curtir a casa, gosta de brincar com a decoração de vez em quando, até porque é natural que nossos gostos mudem, nem que seja um pouco, com o passar dos anos. O mobiliário embutido dificultará muito, mas isso não é necessariamente um impedimento - minha casa é a prova disso. Mas às vezes as necessidades da família mudam, e o que poderia ser resolvido mudando o móvel de lugar, poderá ficar complicado. A Ellen Caliseo, do blog Casinha de Retalhos trocou os espaços do estar e do jantar, pois onde estava a mesa de jantar, estava ventilando melhor. Nada melhor que sentar no sofá com um vento fresquinho nesse verão escaldante, certo? Se o rack da Ellen fosse embutido, a família teria que continuar morrendo de calor.
  • Cara de showroom - Não adianta me dizer que existem 7865436750 cores de acabamento, isso e aquilo... mobiliário planejado é praticamente tudo igual. Isso faz com que tenha cara de showroom, e tem que ter muito jogo de cintura para não deixar sua casa com um aspecto de "aqui não mora  ninguém" ou "aqui mora alguém que apenas segue o que está no catálogo".


DICAS:

1) NÃO CAIA NA ILUSÃO DE QUE MOBILIÁRIO PLANEJADO É UM OÁSIS NO DESERTO: NEM SEMPRE ELE APROVEITA ESPAÇO!

 Ele pode até aproveitar, se for usado de forma inteligente, que não é o que eu vejo acontecer na grande maioria das vezes. Observo uma tendência das pessoas que compram apartamento a encher a casa de móvel, com a desculpa de que mora em apê pequeno (mesmo quando se trata de 90m²). Conheço gente que chegou ao ponto de colocar armário em cima do vaso sanitário! Isso faz com que os cômodos fiquem menor do que já são, e que ambientes grandes pareçam pequenos. Resultado disso = casa entulhada.






 2) AVALIE SUA REAL NECESSIDADE

Você precisa realmente de tantos armários assim? Para quê ocupar espaço com uma sapateira, se você puder acomodar seus sapatos embaixo da cama? Hoje em dia há tantos organizadores bacanas que substituem uma sapateira com louvor. Se você não é daqueles que amam cozinhar, que precisam de mil acessórios para fazer receitas inusitadas, precisa ocupar todas as paredes da sua cozinha com armário? Um debaixo da pia e um aéreo não seriam suficientes?




3) PREFIRA MÓVEIS MULTIFUNCIONAIS

Cama-baú, puff-baú, racks com gavetas. Esses móveis reduzirão a necessidade de ser ter muitos armários. Você terá onde guardar suas coisas e sua casa ficará visualmente mais leve, e quiçá, mais clara e arejada.


4) CONTRATE UM ARQUITETO OU DESIGNER DE INTERIORES

Essa é a dica mais importante de todas. E não venha com mimimi que é caro, que não tem dinheiro. Porque você vai economizar, acredite.
O vendedor da loja pode até ser arquiteto e saber o que é melhor para você, mas ele ganha comissão. Quanto mais armário você fizer, mais caro ficará o projeto. Consequentemente, maior será a comissão dele. Logo, muitos deles farão você acreditar que precisa daquele tanto de armário.
Agora, se você contratar um profissional desvinculado da loja para fazer o projeto, ele vai te cobrar o projeto dele, que você já sabe de antemão quanto vai pagar, ele não está interessado em comissão. Então, ele vai desenhar os móveis que você realmente precisa, levando em conta o ritmo de vida da sua casa. O que você vai gastar com o profissional, economizará na compra. Chegar na loja com o projeto pronto é o mesmo que baratear o custo dos armários!
Hoje em dia já existem muitos profissionais trabalhando a preços acessíveis, sobretudo quando se trata de e-design.


5) ATENTE PARA A LARGURA DOS MÓVEIS

Isso é um problema sério aqui em casa. O meu rack é extremamente largo, e eu tenho que prestar atenção na decoração para não ficar um buraco, sabe? Mesmo para as televisões com "bunda", que tinha poucos anos atrás, ele é largo, imagina para as fininhas de agora! No meu quarto, também sobra escrivaninha para pouco computador. Isso carrega o ambiente visualmente e pode comer centímetros valiosos para a circulação. Confie em mim: evite ter problemas de circulação, eu vivo com a perna roxa. 



6) TENHA MENOS COISAS

Vivemos na sociedade do consumo que nos faz acreditar que precisamos ter muitas coisas. Mas antes de colocar armários demais, já cogitou desapegar de alguns objetos? Acredito que sempre temos uma montanha de coisas desnecessárias que podem ser úteis a outrem, então, porque não aproveitarmos para dar uma esvaziada na nossa casa e ainda ajudar alguém?
Eu por exemplo, tenho bastante roupa. Não que eu compre muito, mas 60% do que tenho é "herança" de parentes que enjoaram das peças. Eu uso praticamente tudo que tenho, e tenho um guarda roupa grande que comporta isso. Mas se eu me mudar para um lugar menor, não preciso de tanta roupa assim. Seria melhor eu fazer mais um armário que atrapalharia a minha circulação ou me desfazer de boa parte das minhas roupas? Eu ia preferir a segunda opção.


7)  INSIRA ELEMENTOS QUE "QUEBREM" O ESTILO DOS MÓVEIS EMBUTIDOS

Como já disse, mobiliário planejado tem cara de showroom, e não será um porta retrato com uma foto da sua família que vai dizer que mora alguém na casa. Misture os móveis retos dos planejados com os de design diferenciado. Por exemplo, se você fez um guarda roupa embutido no seu quarto, mas quer ter uma penteadeira, ao invés de mandar fazer embutida, que tal apostar numa de estilo meio rococó, com pernas torneadas? Se você tem um rack embutido, porque não colocar uma manta de crochê no sofá ou apostar em almofadas de fuxico? E uma samambaia pendurada no teto, já cogitou? Ou então, trocar os puxadores sérios, cromados, pelos de estilo colonial?


E você, gosta de mobiliário planejado? Tem/ teria muitos na sua casa, ou acredita que o equilíbrio é o melhor caminho? Conta pra gente, e vamos debatendo!

20 de fevereiro de 2015

Antes e depois: 4 dicas para dar um up na sala de jantar

Gente, eu adooooooro um antes e depois! Principalmente, se for acompanhado de mudanças tão simples. Simples a ponto de ser perfeitamente possível voltar para o formato original.
Então, para hoje selecionei o antes e depois da sala de jantar da Rafaela Fajardo, que escreve no blog Casa Montada, que é um blog bem bacana, conhece?



Reparou que o mobiliário é exatamente o mesmo? E que a grande maioria dos acessórios também? Quer prova maior de que a mudança pode ser simples? 
Vamos às dicas:

1- TAQUE TINTA NAS PAREDES

Eu raramente consigo ver uma parede bege feliz. A sensação que tenho é de que ela retira toda a luminosidade do ambiente, mais até do que cores fortes e escuras como preto, roxo, azul marinho e grafite. Tenho preconceito, assumo. Notem que a Rafa escolheu duas cores para estampar as paredes do jantar: azul e cinza clarinho. Fica a dica: nem todas as paredes precisam ter a mesma cor.
Ah, a Rafaela mora de aluguel, e quando sair da casa, vai voltar para o bege. Mas enquanto morar lá, poderá chamar a casa de lar. 


2 - PINTE OS MÓVEIS

Não precisa pintar tudo, mas se tiver algum destoando da decoração, ou se você já tiver enjoado dele, um pouco de tinta é capaz de trazer novos ares ao ambiente. Notou que a estante e as prateleiras pintadas de branco contrastaram perfeitamente com o azul, deixando o ambiente mais iluminado?
Se enjoar ou mudar a decoração, é só pintar de preto de novo e está tudo certo!


3 - INVISTA NUMA CORTINA ALEGRE

Ao invés das tradicionais brancas, bege, de madeira, que tal apostar numa cortina alegre? É bem difícil encontrar cortinas estampadas nas casas, mas elas podem trazer alegria e vigor ao ambiente. Diga para mim, essa sala de jantar seria a mesma sem a cortina estampada?

4 - APOSTE NA TIPOGRAFIA

Letras, palavras e frases são uma alternativa bacana aos tradicionais quadros, e podem vir carregados de personalidade. Afinal, a gente só costuma escrever na parede algo que fale muito forte dentro de nós, não é mesmo? Aqui em casa, eu tenho a palavra "arte" feita de papelão, em cima da minha cabeceira. No caso da Rafa, que é blogueira de casa e decoração, tem coisa mais interessante que ter o "CASA" na parede?


As imagens foram todas extraídas do Casa Montada, aqui. Vale a pena ler o post completo da Rafa sobre a transformação da sala, que tem mais informações e bastante fotos.

Eu sigo todas as dicas, menos a da cortina, que as minhas são persianas de pvc, que já estavam no apê. Mas ao me mudar, pintei todas as paredes, não sobrou uma bege para contar história! E móvel pintado é o que não falta aqui em casa, hehe! E você, segue alguma dessas dicas? Conta pra gente!

18 de fevereiro de 2015

DIY: Como transformar brinquedo em objeto de decoração

Posso dizer que fui uma criança feliz. As lembranças da minha infância são as melhores possíveis. Fui menina de classe média, e tive muitos brinquedos. Mas meus pais me ensinaram a também aproveitar as coisas simples da vida: fui criança de subir em árvores, de fazer comidinhas com terra e folhas de árvore (e depois colocava a nojeira dentro do freezer escondido da minha mãe, hehe). No apartamento, pegava minhas bonecas e criava histórias mirabolantes, que dariam até para fazer um roteiro.
Lembrar de tudo isso preenche meu peito com um sentimento tão bom, que não sei explicar. Talvez seja por isso que eu gosto de brinquedos na decoração. Porque eles representam uma fase da vida que para mim valeu ouro.
Porém, não precisamos necessariamente manter o brinquedo como ele veio ao mundo, né? Podemos dar a ele uma pegada mais adulta. Então, nada como um passo a passo de como transformar brinquedo em objeto de decoração! ;)

Curioso? Vem comigo, é só dar o play!




O castelo eu dei para uma prima, que adora histórias de princesa. Mas o carrinho está todo prosa em cima dos meus livros de arte! =)



Espero que vocês tenham gostado! Qualquer dúvida, fiquem à vontade para perguntar!

15 de fevereiro de 2015

DIYs para os dias de carnaval




Eu nunca me identifiquei com o carnaval. Mas eu moro no Rio de Janeiro, e nesta cidade, o carnaval é bem forte: temos tanto a festa das escolas, bem como a das ruas, com os inúmeros blocos que têm por aí. Ou seja, a vida dos não- foliões por aqui é bem difícil. A cidade fica apinhada e gente, e ao andar na rua, é praticamente impossível fugir dos blocos. É por isso que pessoas como eu, ou viajam para algum lugar mais tranquilo, ou abastecem a casa de comida e evitam sair para lugar longe durante o feriado prolongado.
Hoje eu aproveitei para pegar os pincéis, e começar uns projetos de DIY que já tinha em mente há algum tempo, mas ainda não tinha conseguido fazer. Ao postar a foto do rolo que eu estava usando no Instagram, percebi que tinha outras pessoas na mesma vibe que eu. Foi então que tive a ideia de separar uns projetinhos de faça-você-mesmo que possam dar uma movimentada nos próximos três dias de quem, ou mora em cidade que não tem um carnaval tão intenso, ou está se refugiando em casa. 




Mais projetos do The Crafted Life aqui.




Mais projetos do Casa Design Studio aqui.




Mais projetos do Studio DIY aqui.




Mais projetos do Home Sweetener aqui.




Mais projetos do A Beautiful Mess aqui.




Mais projetos do Decora y Adora aqui.




Mais projetos do Das Coisinhas aqui.


Espero que vocês tenham gostado das inspirações e que consigam aproveitar bem o feriado. Depois volto para contar o que andei aprontando pelas bandas de cá!

12 de fevereiro de 2015

Canais do Youtube que me inspiram: Tu Organizas



O Tu Organizas é um blog que eu acompanho desde o comecinho. Assim como o Organize sem Frescuras, o Tu Organizas me ajudou a colocar algumas coisas em ordem na minha casa, e consequentemente, na minha vida. Eu sou zoneada por natureza, então eu preciso de técnicas simples para as coisas darem certo. E a Nina só ensina coisas bem simples, sabe?
Mas o bacana do blog é que ele vai muito além da organização. Ele aborda decoração e faça-você-mesmo. A Nina é professora de artes, então os DIYs dela são ótimos, de muito bom gosto, com muito reaproveitamento e o melhor: super fáceis de serem reproduzidos por pessoas que se julgam pouco habilidosas.
Além do blog, o Tu Organizas tem também um canal, cuja maioria dos vídeos são DIYs de decoração, organização, ou as duas coisas associadas. Uma coisa que eu gosto muito dos vídeos desse canal é que eles são rápidos e dinâmicos, sem enrolação.

Ah, a foto lá em cima é o meu mural. Sim, eu tenho um pedacinho do Tu Organizas na minha casa. Dentro dessa embalagem fofa, veio um feijãozinho com meu nome escrito, que a Nina me mandou de presente. Ser blogueira tem suas vantagens: você recebe carinho de várias partes do Brasil!


Mas voltando ao ponto. Selecionei alguns para vocês terem uma ideia:




 
  

  

  


O meu preferido é esse último! Porque a gente já viu tanta coisa com caixotes de feira, mas a Nina deu ao móvel dela uma pegada tão diferente, que eu ainda não tinha visto. Fora que tem bolinhas no projeto, como não amar? Achei que ficou com uma cara meio Amélie Poulain, e isso sempre vai ganhar meu coração!

Fico na torcida para que vocês gostem e aproveitem a dica para fazer arte nesse feriadão de carnaval!

9 de fevereiro de 2015

Experiência com compra virtual: Meu Móvel de Madeira


Como já mencionei aqui algumas vezes, não tenho o dedo verde. Desde que moro sozinha, fiz várias experiências com plantas, algumas deram certo, outras não. Nessas tentativas, matei um pinheirinho. Mas ele ficou tão bonito morto (a frase está soando meio mórbida, eu sei, mas ok! rsrsrs), que não tive coragem de jogar fora. Já contei que eu tenho uma queda por plantas desidratadas?
Eu queria reaproveitá-lo na decoração, mas não queria num arranjo apoiado, porque assim já tenho um buchinho, que eu também matei (acho que vou parar de falar assim, vocês já devem estar com medo de mim!). 
Enquanto procurava uma solução para ter um arranjo suspenso, encontrei a "Prateleira DIY Era Uma Vez", na Meu Móvel de Madeira. Perfeita para o que eu tinha em mente. Fiz então, minha primeira compra na loja que já namorava há um tempão. Como vocês sabem, peguei o apê praticamente montado e quase não comprei móveis, mas isso não quer dizer que eu não fique navegando pelas lojas da vida e fazendo uma lista mental do que entraria aqui em casa se eu tivesse pegado o apê vazio.

Isso foi em dezembro. Eu estava tão feliz de saber que em breve meu pinheirinho estaria todo prosa na parede da minha casa. O que eu não sabia é que não seria tão em breve assim. A Meu Móvel de Madeira postou rapidinho meu pedido. O problema foi que como todos sabemos, o serviço dos Correios está uma maravilha - só que não - e eles seguraram a mercadoria por 1 mês. Isso mesmo que vocês leram: 1 mês. Pelo jeito, eles não seguram só compras internacionais não... porque de Santa Catarina para o Rio de Janeiro levou esse tempo todo. Como não bastasse não entregarem a mercadoria, também não atualizavam o site, só conseguia ver que a loja tinha postado, mas não aparecia trâmite interno.



No início de janeiro entrei em contato com a loja e perguntei se essa demora dos correios era normal. Eles responderam dizendo que já tinham entrado em contato com os Correios e estes haviam dito que a demanda de fim de ano foi grande e iam regularizar o serviço naquela semana. Desde então, a funcionária da Meu Móvel de Madeira, toda atenciosa, passou a me mandar e-mail me perguntando se o produto já tinha chegado.

Quando chegou, foi uma alegria só. Me senti mais feliz que pinto no lixo! (Aliás, de onde vem essa expressão?)


Ela vem assim: com 1 chapa de madeira, 4 parafusinhos, 1 gancho, 1 abraçadeira e 1 chapinha que prende a abraçadeira. 

- OBA! Agora é só montar, pegar um pote de vidro do estoque, enfiar o pinheiro dentro e ser feliz!

Ledo engano. Tive mais um problema. A pessoa inteligente aqui teve problema com a regulagem da abraçadeira. Não conseguia ajustá-la ao pote que tinha aqui em casa nem com reza forte. Achei que estivesse com defeito. 

De novo, entrei em contato com a loja. Eles me pediram para mandar um vídeo mostrando o que eu estava fazendo. Mandei, e eles tentaram me explicar como eu deveria regular. Mas quem disse que eu consegui? Foi então que disseram que mandariam um técnico para me ajudar. Agendamos um dia. Eu inclusive pedi que quando o técnico estivesse chegando, que me mandasse mensagem pelo celular, para que eu pudesse ficar atenta à campainha - mesmo quando estou com o aparelho, com ventilador ligado é muuuuuuito difícil ouvi-la. E não é que ele mandou mesmo uma mensagem?

No final das contas, deu tudo certo! A ideia inicial era colocar o arranjo na minha parede de cacarecos e lembranças, no jantar; mas mudei de ideia e ele agora decora o meu home office novo!


Como eu coloquei papel de parede no home office, não queria furá-la. Recorri ao suporte para quadros da Command. Segundo a embalagem, ele aguenta até 2,3kg e não deve ser aplicado sobre papel de parede. Com relação ao peso, ok. Com relação ao papel de parede... bem, resolvi pagar pra ver.



Só posso dizer que tirando o fato de ter aplicado o suporte num papel de parede, segui todas as instruções da embalagem, e que o arranjo já está aí há alguns dias e até agora não caiu.



Confesso que fiquei feliz de ter tido tanto problema com essa compra. Porque nas adversidades, a gente percebe melhor o quão séria é uma empresa, e isso me deu a possibilidade de relatar a minha experiência com mais precisão. Amei o atendimento da Meu Móvel de Madeira, eles foram incríveis e atenciosos do começo ao fim! 


Alguém aqui já fez compra lá?


*Este post não é um publieditorial. Estou apenas relatando uma experiência minha, como já virou tradição neste blog. Caso queira ver outras experiências: Oppa, Forma Fina, Toda Coisinha, Essência Móveis, Estação da Luz.

5 de fevereiro de 2015

Dicas rápidas: Almofadas


Tem vídeo novo no canal, gente! E com o vídeo, temos também uma novidade: a partir de agora teremos além dos tutoriais, o "Dicas Rápidas" para te ajudar a dar um tapa na sua casa.
A ideia do  "Dicas Rápidas" surgiu durante coma conversa minha com a Sheylla, do @15sideas, mas eu nem vou me prolongar, porque o resto das informações estão no vídeo!

Dê o play aí!

 


 Espero que vocês tenham gostado. Qualquer dúvida ou comentário que queiram fazer, fiquem à vontade!

4 de fevereiro de 2015

DIY Coletivo - decorando com fé: mitologia


Tiramos férias em janeiro. Sempre precisamos de um tempinho para fazermos os planejamentos do ano, não é mesmo? Com a equipe SOS Decor não é diferente!
Mas cá estamos nós de volta, e com gente nova na equipe! A partir de agora, vocês verão também projetos da Thamyrez, do Casa Design Studio.
O tema do mês é decorando com fé. Um tema, a meu ver, bem interessante, mas difícil para mim. Porque a minha crença não envolve uso de imagens, apesar de quando criança/ adolescente, eu ter sido uma colecionadora de anjos. Mas quando saí da casa da minha mãe para morar sozinha, larguei tudo para trás. Eles já não dialogavam mais comigo.
Foi por isso que resolvi ir por um caminho talvez meio inusitado. Por um caminho que não envolve necessariamente religiões, pelo menos não as atuais. Escolhi a mitologia para guiar meu projeto. Bem, eu queria que fosse a Celta. Apesar de entender muito pouco sobre, tenho um fascínio pela cultura celta, tanto que tenho vontade de conhecer a Irlanda. Mas não achei miniatura de fada ou elfo que servisse para o projeto. O que eu achei foi uma coruja. Imaginem a cena da pessoa aqui, numa loja, com o celular em mãos, procurando no google o significado de coruja nas diversas mitologias. 

Segundo minhas pesquisas pelo google, em fontes que não posso jurar serem confiáveis, a coruja representa:

- Na mitologia grega: Símbolo de Atena (ou Minerva, na mitologia romana), a deusa da sabedoria, das artes e da justiça. Como para os gregos, a noite era um momento propício para a reflexão filosófica, e a coruja é uma ave da noite, ela acabou sendo associada ao conhecimento, à sabedoria. 

- Na mitologia egípcia: Uma das representações de Neith, deusa da caça e da guerra. No entanto, as informações que encontrei a respeito dessa deusa são meio contraditórias. 

Mirei na mitologia celta. Mas por motivos de ordem prática (porque não achamos elfos em miniatura com facilidade para comprar? Sninf!), mudei para a grego- romana. E no final das contas, achei que o significado super combinou comigo. Eu não sei viver sem arte, e nada como ter algo que represente a deusa das artes. Sabe aquela expressão: "mirou no que viu, acertou no que não viu"? Acho que ela define muito bem esse projeto! rsrs.


Para fazer igual, você vai precisar de:



Para fazer o terrário, eu me inspirei nos filmes baseados nas obras de Tolkien - Senhor dos Anéis e Hobbit. (Se você não sabe quem foi Tolkien, clique aqui). Daí a escolha da coruja dourada, até tinha colorida na loja, mas achei que o dourado deixaria o meu objeto de fé com uma pegada mais geek. Posso estar viajando, mas.... se é assim que eu vejo, se é assim que vai me deixar feliz, tá valendo! rs.
Quanto ao musgo, você pode usar um só se preferir. Mas eu queria um climinha de outono, que é uma estação linda! Além da estética me encantar, só o fato dele levar o verão embora e trazer a temperatura amena de volta, me faz sorrir! 

Vamos ao passo a passo?


Passo 1: Passe cola quente no pé da sua miniatura. Pode ser cola permanente (tipo super bonder) também, mas a vantagem da cola quente é que se um dia você se cansar do terrário, você poderá desfazê-lo sem danificar a miniatura e o pote.

Passo 2/3: Coloque a miniatura no pote e pressione por alguns segundos.

Passo 4: Coloque um pouco de musgo verde.


Passo 5: Se preferir, use um lápis para pressionar o musgo.

Passo 6: Coloque um pouco de musgo branco.

Passo 7: Coloque mais um pouco de verde. Mas se também quiser um aspecto de outono, é só mais um pouquinho mesmo, para dar a impressão de que a planta está no processo de perder a cor, sabe?

Passo 8: Tampe com a rolha. Esse pote com a rolha eu comprei pronto, porque achei que essa tampa combinaria com o projeto. Mas você pode reaproveitar quaisquer pote com tampa que tenha dando sopa em casa.

Pronto!!!


Coloquei na minha cabeceira, entre o quadrinho de ginastas pintado por mim,  e a boneca , que apesar da loja ter dito que representava a yoga, para mim é uma ginasta.



Mas ó: a inspiração para decorar sua casa com fé não acaba por aqui não. Se mitologia não é a sua praia, você pode ver o que as outras meninas da equipe fizeram e quem sabe, algum projeto toca seu coração?


Feita com muito esmero
Casa Design Studio



The Blue Post

Home Sweetener



2 de fevereiro de 2015

Resumo do mês: Janeiro



Até que janeiro rendeu mais do que eu esperava. E estou tão feliz por isso! Porque, confesso, foi difícil render esse mês. Trabalhando o dia inteiro num lugar sem ar condicionado, com calor excessivo e ausência de chuvas (fevereiro, obrigada por chegar mandando chuva e frescor pra gente!), chegava em casa completamente esgotada. Por mais que eu tomasse um banho e ligasse o ar condicionado, a energia já tinha ido para o espaço durante o dia. 
Vem ver o que rolou por aqui no último mês que se passou, e se tiver perdido alguma coisa, é só clicar no respectivo título!


Eles me inspiram - parte 1: Blogs
Passo a passo: arranjo de corações
Eles me inspiram - parte 2: Instagram
Antes e depois: 5 dicas para renovar a cozinha
3° Bazar da Essência Móveis
Inspiração: decorando com corações
Canais do Youtube que me inspiram: KeepCalmDIY
Uma casa, 6 dicas: República
Xilogravura no móvel, porque não?
Inspiração: decorando paredes com washi tapes
Como cuidar de cactos e suculentas


E aí, qual desses posts foi o seu favorito?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...