Personare Ads

30 de abril de 2015

DIY Coletivo vai a Barcelona

Da esq. para a dir: Erica (Home Sweetener), eu, Thamyrez (Casa Design Studio), Karen (Pot-pourri da Karen)
e Carla (The Blue Post). Acima: Stephany (Feita com muito esmero).


Já tem alguns dias que venho comentando por aqui e nas redes sociais que tô pirando. Que além de ir trabalhar, dar conta do blog e do curso de design de interiores, eu estava com um projeto que ainda não podia contar aqui.
Eis a novidade: depois de quase dois anos trabalhando juntas, nós, da equipe SOS Decor - DIY Coletivo, resolvemos trazer a nossa parceria do mundo virtual para o mundo real e vamos nos encontrar em Barcelona!





Quando eu criei o blog, há pouco mais de dois anos, eu tinha uma coisa em mente. Pensava apenas em potencializar o que eu estava vivendo de bom naquele momento: a realização do sonho de morar sozinha, decorar minha casa, criar minhas próprias regras. Sabia que talvez acabasse fazendo algumas amizades.

Mas não sabia o quão importante o blog se tornaria na minha vida.

Com ele, descobri o quão empolgante é quando alguém me diz que agora adora a própria casa e seguiu minhas dicas. Descobri que a sensação de ajudar alguém é uma delícia, mesmo que seja à distância. E depois que entrei para a equipe SOS Decor - DIY Coletivo, quando ela tinha apenas 2 meses de existência, em novembro de 2013, descobri que é possível trabalhar em equipe à distância e em perfeita harmonia.

Mas não foi só isso que descobri com o DIY Coletivo. Descobri que é ótimo ser desafiada todo mês a criar um projeto novo dentro de um determinado tema. Descobri que é possível fazer amizades virtuais com pessoas com as quais você trabalha. E que é possível manter essas amizades mesmo com discordâncias, quando falamos dos nossos trabalhos - sim, rola muita coisa nos bastidores antes de apresentarmos o tema do mês e os nossos projetos, e discordamos umas das outras, mas sempre chegamos a um consenso, cada uma cedendo um pouco de cada vez. Vi que embora muitos digam que a blogsfera é competitiva, é possível encontrar uma equipe com um espírito de companheirismo e camaradagem, onde todo mundo se ajuda.


Diante de tanto amor, porque não trazer isso para o mundo real? Bem, como muitos de vocês já devem saber, temos um probleminha chamado distância geográfica. A Karen e a Thamyrez, que moram aqui no Rio, eu já tive contato real, ao vivo.... já fizemos piquinique, Tha já veio aqui em casa, eu já fui na casa da Karen, e juntas gravamos o vídeo que você viu acima. Mas a Stephany mora em São Paulo; a Erica, na Austrália e a Carla, na Alemanha. Nada simples.  Trazer a nossa parceria para o mundo real era uma coisa que exigia planejamento. Começamos a nos organizar em dezembro, e agora o tão sonhado encontro saiu do papel! ;)

Se vamos turistar em Barcelona? É claro que vamos, ninguém é de ferro! Mas também vamos preparar uns materiaizinhos para vocês!


E sabe qual é a parte mais legal dessa história? Vocês vão poder nos acompanhar em tempo real pelo instagram do DIY Coletivo! A propósito, já nos segue por lá? É só clicar na imagem abaixo:


https://instagram.com/diycoletivo/

Que tal continuar se empolgando com a gente, e ir no blog das outras meninas e ver o que elas têm a dizer dessa viagem? É só clicar nas respectivas fotos!

http://www.thebluepost.com.br/
http://homesweetener.com/
www.feitacommuitoesmero.com.br/

http://potpourridakaren.blogspot.com.br/
http://www.casadesignstudio.com.br/













Semana que vem anunciaremos o tema de maio. Fiquem ligados! ;)

29 de abril de 2015

DIY Dia das Mães: como fazer um vaso solitário com materiais de construção


É muito comum presentear com flores no dia das mães. Pelo menos é o que os comerciais de margarina nos mostram. Confesso que raramente dou flores para minha mãe, porque o que ela gosta mesmo é de chocolate. rsrsrs
Mas como acredito que dar uma flor deve ser uma tradição em muitas famílias, preparei um passo a passo de vaso solitário. Eu sei que sempre podemos pegar uma garrafinha fofa e colocar a flor lá dentro, faço isso aqui em casa. Mas queria algo que fugisse do lugar comum e que ao mesmo tempo, fosse acessível. Foi então que tive a ideia de usar materiais de construção.
O processo não é tão rápido quanto os de 5 minutos, mas não é difícil, juro para você!

Vamos ao passo a passo?



Passo 1, 2 e 3: Como eu não achei um cano mais longo e reto, usei 4 pequenininhos. É só passar cola instantânea e juntar as peças. Muito cuidado nessa hora para a cola não vazar, senão vai comprometer o acabamento final.

Passo 4: Para quem não conhece, a durepoxi é uma cola que solda a frio e cola diversos materiais. Vem uma massinha branca e uma cinza, você tem que misturar um pouco das duas. A minha cinza está com uma cor estranha na foto, porque estava meio velha, mas ainda dava para usar.



Passo 5: Depois de misturar as duas massinhas, faça uma bolinha, exatamente como você fazia com suas massinhas quando criança.

Passo 6: O objetivo da durepoxi nesse projeto é fazer o fundo do vaso. Então, aperte a bolinha, como mostra a foto, para ter uma base estável, e modele como desejar. Eu preferi deixar a minha base irregular, porque materiais de construção sempre me remetem a imperfeições, e eu queria assumir um pouco dessa pegada.

Passo 7: Com a massinha ainda meio úmida, pegue o cano de pvc e marque onde você vai colá-lo.

Passo 8: Quando a massinha secar, passe o primer e depois a tinta. Se optar pela tinta spray, pode pular a etapa do primer.


Passo 9: Com a cola instantânea, junte o cano à base de durepoxi.

Passo 10: Dependendo da pegada que você quer, e da tinta que usar, o seu projeto pode terminar aqui. Eu queria que o meu projeto um quê de antigo, de glam então, só pintar de cobre não era suficiente.

Passo 11: Caso queira dar um toque antiguinho ao projeto, cera metálica é uma grande aliada. Como na embalagem diz que o produto é tóxico, use luvas para manuseá-lo.

Passo 12: Como eu usei tinta à base de água, passar verniz era necessário. Mas recomendo que você não pule essa etapa, mesmo que tenha optado pela tinta spray. Como a última coisa que eu queria era um vaso brilhante, optei pelo verniz fosco.

Prontinho!!!! Não é um projetinho de 5 minutos, mas dá para fazer tranquilamente numa tarde, considerando o tempo de secagem entre uma etapa e outra.


Eu sei que ainda estamos em abril, mas o bom disso é que você ainda tem pouco mais de uma semana para colocar a mão na massa e presentear a mamãe com uma lembrancinha handmade. Assim você economiza e ainda contribui para que a casa dela fique um cadinho mais feliz! 

Olha como o meu home office ficou sorridente:


Quisera eu comprar rosa toda semana! É a minha flor preferida, não porque eu ache a mais bonita de todas, mas porque ela me traz lembranças tão gostosas! =)


27 de abril de 2015

Antes e depois: 4 dicas para reformar quarto



Juro para vocês que às vezes não precisamos de muito para fazer uma baita reforma no nosso quarto! Com pouco, bem pouco mesmo, podemos conseguir resultados incríveis, de deixar as visitas de boca aberta. Vejam essas duas fotos abaixo, retiradas do Apartment Therapy:




Nem parece o mesmo quarto, né? Não sei quanto a pessoa gastou aí, mas pela minha experiência, sei que é uma reforma possível  de ser feita com pouca verba. Separei umas dicas para vocês, mas antes de lê-las, compare as duas fotos com cuidado, e faça o exercício: o que eu posso extrair dessa mudança e aplicar na minha casa?



1) PAREDE CLARA + MÓVEIS CLAROS

Não estou dizendo que você tem que ter paredes e móveis claros. Mas quando você quer levantar um ambiente e não sabe muito bem como fazer isso, essa é uma solução simples e com pouca chance de dar erro. Uma base limpa te ajuda a brincar com os acessórios depois, se você não souber o que quer no primeiro momento.
Repare que ao falar de cores claras, não estou falando do branco necessariamente. O cinza nem sempre é considerado uma cor clara, mas veja como ele iluminou o ambiente!
Nesse caso, os móveis foram trocados, mas nem precisaria. Tinta nos antigos já teria resolvido o problema.


2) CUIDADO AO COLOCAR ACESSÓRIOS COM A MESMA FUNÇÃO PRÓXIMOS UNS DOS OUTROS

Na primeira foto, temos uma luminária de mesa e uma arandela, lado a lado. Desnecessário, já que provavelmente você não precisa dos dois ligados ao mesmo tempo, e acaba poluindo o visual.
Nesses casos, procure fazer uma escolha. O dono desse quarto, optou pela luminária de mesa, como podemos ver na segunda foto.

3) APOSTE NUMA COMPOSIÇÃO DE ALMOFADAS

Almofadas é uma forma simples de dar ao quarto uma cara de arrumadinho, e também, de imprimir nele um pouco da sua personalidade. Afinal, você vai escolher as estampas, os desenhos, de acordo com seus gostos e experiências vividas. 

4) PRESTE ATENÇÃO NO POSICIONAMENTO DOS QUADROS

Pode parecer bobagem, mas às vezes colocamos um monte de cacarecos na frente dos quadros, fazendo com que eles não apareçam direito. O resultado é um ambiente com aspecto bagunçado, mesmo que não esteja. 
Conseguem perceber a poluição visual que tem na primeira foto? Conseguiram achar um quadro atrás da penteadeira? 
Não tem problema ter muitas coisas, se isso dialogar com você. A proposta aqui não é você jogar tudo fora e ter o mínimo de quadros possível. É você prestar atenção no posicionamento e na composição. Composição é tudo, gente!


*Fotos e detalhes da transformação desse quarto, no Apartment Therapy, aqui.


E vocês, seguem alguma dessas dicas?

24 de abril de 2015

Uma casa, 4 dicas: cozinha da Débora (Avó Queria)




Okay, esse post devia se chamar "uma cozinha, 4 dicas", mas bora manter a tradição, hehe. Bem, eu tenho o hábito, de salvar links de casas e cômodos que acho interessantes e têm dicas boas para extrairmos, para depois fazer um post como esse ou um daqueles de antes e depois. Em geral, eu tento intercalar casas gringas com casas brasileiras. Já tinha me programado para trazer esse mês a cozinha da Débora, do Abelha Design, que foi publicada no A Casa que a minha Vó queria.
Essa é uma cozinha super estilosa, e o mais legal: não é difícil ter uma assim. Vamos às dicas?


1) PINTE OS AZULEJOS

Não tem dinheiro ou disposição para encarar um quebra-quebra? Vá de tinta: é simples, barato e indolor. Hoje em dia já existe até tinta para azulejo à base de água, que foi a que usei na minha lavanderia. Para quem ainda não viu, clique aqui.
Não gosta de amarelo vibrante? Sem problemas, pode pintar da cor de sua escolha. O lance é você perceber que não precisa amaldiçoar para sempre os seus azulejos velhos, que não tem nada a ver com você.




2) NÃO TEM PORTA? VÁ DE CORTINA!

Você também não precisa ficar com vergonha das visitas se precisar de uma porta num lugar e não pode colocar uma, seja lá por que motivo for. O que não falta na internet são diversos tutoriais de cortinas, e também há a possibilidade de pedir para uma costureira fazer. E nos armarinhos, o que não falta são opções de tecido e estampa para todos os gostos. Achar alguma coisa que seja a sua cara não será um problema.




3) APOSTE NUMA PAREDE LOUSA

Sim, eu sei que está na moda, que já pode ter virado clichê para alguns. Olha, eu tenho visto muito em revista e em blogs, mas na casa das pessoas, ao vivo, eu não tenho visto muito não. Mas e daí? Para quem curte, é uma maneira simples e barata de dar uma bossa ao ambiente. E ainda permite pequenas alterações a seu bel-prazer. Tá afim de frases? Escreva. No dia seguinte cansou e quer desenho? Só apagar e começar a desenhar. Quer coisa mais simples e prática que isso?




4) INVISTA NOS ACESSÓRIOS

Eu sempre bato nessa tecla. E vou continuar batendo. Tem muito, mas muito acessório barato por aí, mas que faz uma senhora diferença no ambiente! Cozinha também é lugar de enfeite, porque não? 
Essa cozinha seria a mesma sem os acessórios? A parede pode ser linda, os revestimentos podem ser lindos, mas tudo fica ainda melhor quando tem a cereja do bolo, né não?



*No post original tem mais fotos, e tem as fotos do antes. Vale a pena vocês espiarem, porque olha, que diferença! Clicando aqui, você será redirecionado ao referido post.


E você, segue alguma dessas dicas? Eu sigo a 1, 2 e 4. =)

22 de abril de 2015

7 dicas de decoração para pobre



Sim, eu sei que esse título pode soar bizarro ou preconceituoso para alguns. Mas quem tem blog, em geral, tem uma conta no Google Analytics. Para quem não sabe, o Google Analytics é uma ferramenta que nos permite saber quantas visualizações temos, como os usuários estão chegando ao site. E ultimamente, venho percebendo que tem muita gente que aparece aqui no blog procurando no Google por "como decorar uma sala de pobre", "como decorar uma cozinha de pobre", "como decorar um quarto de pobre". Isso para mim é ótimo, porque mostra que a decoração está se democratizando e mais gente está querendo ter uma casa jeitosinha, independente de quanto dinheiro tem no bolso.

As dicas de hoje não são necessariamente para pobres, mas para todos aqueles que querem decorar gastando pouco. Até porque o conceito de pobre hoje em dia é muito subjetivo, e existe quem não é considerado pobre, mas que está com a grana suuuuuuper apertada, por ter comprado apê, ou por qualquer outro motivo.

1) PINTE AS PAREDES

É barato e causa impacto. Não parece, mas uma parede mal cuidada, suja ou amarelada pelo tempo detona o ambiente. Você pode pintar até de branco, não importa. O lance é ter uma parede nova, que passe sensação de limpeza. 
Já que estamos falando de grana apertada, opte por tintas à base de água. Elas rendem bem mais, o que ajuda a economizar.

Imagem: Sand and Sisal


2) NÃO COMPRE MÓVEIS DE MÁ QUALIDADE

Meu pai dizia: "o barato sai caro". E uma situação vivida por uma prima provou que papai estava certo. Ela comprou um sofá de qualidade duvidosa, e em 1 ano já tinha um buraco no assento. Ela teve que jogar fora e comprar outro. Acabou gastando mais do que se tivesse comprado um de melhor qualidade da primeira vez, e ainda contribuiu para gerar mais lixo desnecessário. 
Nós vivemos num país que facilita a nossa vida na hora de pagar as coisas. Veja quanto você pode pagar por mês, e divida quantas vezes você puder para a parcela do móvel caber no seu orçamento. Se ainda assim não for possível, tente juntar dinheiro e ver se rola comprar depois.
Móveis que não são tão usados como rack e mesa lateral, até dá para comprar desses de qualidade sofrível. Mas móveis de uso diário como cama, sofá, guarda-roupa, prefira os de melhor qualidade, sempre. 
Não estou falando para você encomendar aquele mobiliário que atravessa gerações, que vai custar todos os seus órgãos, mas aqueles que têm chance de durar pelo menos 10 anos.


3) FAÇA DO DIY UM ESTILO DE VIDA

Adotar o faça você mesmo como um estilo de vida tem várias vantagens, e economia é apenas uma delas. No primeiro momento, pode significar só economia. Mas com o tempo, você exercitará sua criatividade, irá descobrir melhor seu estilo, e seu olhar ficará mais treinado para perceber novas oportunidades de decorar a casa a baixo custo. Fora que quem pratica o DIY sempre tem material sobrando, e isso muitas vezes resulta num objeto de decoração novo a custo zero.
Tudo isso sem contar que o que você fizer, ninguém terá igual, e o resultado disso é uma decoração única e com personalidade.



4) REAPROVEITE

Olhe com calma para tudo que você já tem. Tente enxergar além. Às vezes o que você tem pode não ornar com nada nesse momento, mas com uma repaginada, uma cara nova, quem sabe? 
Você também pode reaproveitar coisas do dia a dia que iriam para o lixo - que tal pegar a garrafinha do leite de coco que você usou ontem para colocar uma flor, ao invés de gastar com vaso solitário?

Imagem: ELLE ESTe BELLE








5) PERCA O MEDO DE COMPRAR ITENS DE SEGUNDA MÃO

Nessa parte tem que ficar atento. Muita gente sabe que está vendendo móveis com uma qualidade que não se vê mais hoje em dia, e cobra valores altos. Um exemplo clássico são os móveis antigos da Feira do Rio Antigo ou do Lavradio. Mas pesquisando, podemos encontrar móveis de segunda mão a preços super amigos - temos os sites como OLX, Mercado Livre, e em algumas cidades tem o Exército da Salvação. 
Mas só leve aquilo que puder ser recuperado, ou que você tenha disposição para recuperar. Nada de jogar dinheiro fora comprando algo que já não dá mais para usar só porque foi barato, ok?


6) NÃO SE ESQUEÇA DOS ACESSÓRIOS

Eles são mais baratos que os móveis e são mais fáceis de fazer se for o caso. Para quem não pode comprar em lojas mais requintadas, sempre há boas opções para quem tem o olho treinado em lojas populares, como as lojas de 1,99, as do Saara ou da 25 de março, nos camelôs. Existe até alguns brechós que vendem itens de decor. Acessórios ajudam muito a compor a decoração e  a dar personalidade ao ambiente. Não os deixe de fora!
Não sabe que acessório usar? Vá pelo mais óbvio: almofadas, cortinas, luminárias. E depois parta para objetos que você gosta para ornar e compor o ambiente.



7) TENHA PLANTAS

Plantas dão vida a qualquer ambiente. Não precisa ser uma orquídea, pode ser uma dessas que a gente encontra nos supermercados da esquina por até R$ 5,00. Eu já comprei cacto por 2,50 e mamy comprou uma azaléia por 6,00.
É um investimento pequeno, mas significativo para a casa. Vale a pena.


Você segue alguma dessas dicas? Eu sigo todas!

20 de abril de 2015

Inspiração: 6 DIYs com passo a passo usando contact



Acho que numa coisa todo mundo concorda comigo: decorar a casa de forma rápida e barata é muito legal. Creio que não foi à toa que os papéis adesivos - vulgo contact - deixaram de fazer parte apenas do cenário escolar, para ganhar destaque no universo da decor. É prático, é barato, e quando você acaba o projeto, acabou mesmo, não tem que esperar secar - o que é ótimo para os imediatistas. 
Como dá para ver pela foto da capa, eu AMO contact! Tanto amo que tenho um gavetão só para eles, haha. Uso para tudo: móveis, objetos menores, cartões de datas comemorativas, e até em cadernos.
Temos dois feriados essa semana, nada como aproveitar a folga para colocar a mão na massa, não é mesmo? Mas como o feriadão é só para alguns - não é todo mundo que emenda - achei que seria bacana selecionar tutoriais simples, que deem para fazer em 1 dia. 

Clicando nos títulos, você será redirecionado aos respectivos blogs e tutoriais.




 
CASA DESIGN STUDIO: Geladeira


 
DECORVIVA: Escrivaninha picture


 
FEITA COM MUITO ESMERO: Mesa lateral


 
HOMENS DA CASA: Livreiro


NÃO PROVOQUE: Arara



BÔNUS: Sabe o que já rolou nesse blog? Clicando aqui, você vê todos os projetos com contact que apareceram por aqui! ;)

 E você, já brincou com contact? Qual foi o projetinho que você fez? Conta pra gente!

16 de abril de 2015

Por uma casa mais cheirosa: aromatizador de ambiente em spray


Quem me conhece sabe que eu adoro cheirinhos. Desde cedo sou daquelas que não sai de casa sem perfume. E já comentei aqui que comecei a perfumar o ambiente com incenso, ainda na adolescência e depois fui testando diversas possibilidades, como velas aromáticas, difusor à base de vela e difusor de palitinho.

Eu uso o aromatizador de palito na sala desde que me mudei. No quarto, eu vinha usando as velas aromáticas e o difusor à base de vela para criar um clima aconchegante só com as luzes indiretas e um cheirinho de leve no ambiente. Isso sempre me fez bem.

Porém, desde que eu voltei a estudar, está sendo muito difícil, quase impossível, ter aquele tempinho para ler, ver seriado, enfim, relaxar antes de dormir. Chego em casa tarde, muitas vezes ainda preciso estudar e fazer alguns exercícios para o dia seguinte. Quando acabo, raramente tenho forças para fazer mais alguma coisa, e muitas vezes acabo adormecendo em cima do livro. E não durmo com velas acessas sob nenhuma hipótese. Então, tudo que envolve vela está meio aposentado.

Às vezes o Universo conspira a nosso favor. =) O Shopping Holis, que é o primeiro shopping de bem viver no Brasil, é online e reúne diversos lojistas especializados em qualidade de vida. No shopping, tem a categoria casa com produtos de decoração, cama, mesa e banho, aromatizadores. Recebi deles esse aromatizador de ambiente em spray, que está me salvando nesse momento. Não preciso me preocupar em acabar apagando com a vela acessa, sem abrir mão de um ambiente aromatizado quando sentir vontade.




Esse aromatizador é da SS Aromaterapia, da especialista do Personare, Solange Lima. O Afetividade traz em sua composição óleos essenciais de lavanda, eucalipto stageriana, limão e patchouly. Segundo Solange, a proposta do produto vai além de aromatizar o ambiente, tem também a função trabalhar o bem estar da pessoa e do ambiente de forma terapêutica. Assim, a lavanda traz equilíbrio, limpa a mente; o eucalipto stageriana ajuda a superar a carência afetiva e a busca pelo autoconhecimento; o limão ajuda na comunicação, organiza as ideias e os pensamentos; e o patchouly muda os padrões de comportamento e trabalha a insegurança.
Quem tiver interesse em ler sobre aromaterapia, sugiro a leitura dos artigos da Solange para o Personare, aqui.


Eu, que estou sempre experimentando aromas novos em lojas de produtos naturais, nunca tinha visto um produto que reunisse diversos óleos essenciais diferentes, resultando num aroma que eu nunca antes tinha experimentado. E posso dizer que gostei!
Como eu sou curiosa, resolvi testar borrifando na roupa de cama. Achei uma delícia deitar na cama cheirosinha, e também achei que o aroma dura mais no tecido que no ar. Mas vou dar uma dica: façam o que eu digo, não façam o que eu faço. Eu borrifei no tecido para depois perguntar se tinha problema. Segundo Solange, o produto é natural e não tem contraindicações, e no tecido também faz efeito, mas é preciso tomar cuidado, pois alguns óleos podem manchar tecidos. Não manchei a minha roupa de cama, mas recomendo que você procure saber se algum dos óleos que compõem o aromatizador da sua escolha mancham tecido, ou teste em algum lugar que não tenha problema de manchar. 


E você, já testou algum aromatizador em spray?


* Postagem com conteúdo comercial.

14 de abril de 2015

Bate papo sobre tendências na decoração

"Uai, essa garota pirou! Ela agora vai ficar mostrando pra gente o que tá na moda e o que não tá?" Não, não vou. Podem ficar sossegados, que eu não estou aqui para ditar tendências. A minha proposta de hoje é trazer uma reflexão sobre tendências. E mostrar a vocês o porque que eu acho que não devemos olhar torto para elas.


Cadeira EAMES. Imagem: Casa Design Studio.


TENDÊNCIA NÃO É LISTA DE SUPERMERCADO

Se nós sempre falamos de casas com personalidade, de casas de verdade, que tenham a cara do morador, é óbvio que não é para você sair copiando todas as tendências e sair comprando tudo que está na moda, como se estivesse com uma lista de supermercado em mãos.
Mas também não é para você torcer o nariz para aquilo que é tendência pelo simples fato de ser uma tendência. Não precisamos demonizar algo só porque está em alta, não é?


SE EU NÃO DEVO SAIR COMPRANDO TUDO QUE ESTÁ NA MODA, O QUE EU FAÇO COM A TENDÊNCIA?

Descubra novas possibilidades.  Quando uma coisa está em alta, vemos aquilo pipocando por todos os lados: nas revistas de decor, nos blogs, no Pinterest, no Instagram, nas lojas. Mas nem todo mundo faz a mesma leitura daquilo que está em alta, e você verá a mesma coisa contextualizada no ambiente de maneiras diferentes.
Exemplo: cabideiro Hang It All, Eames. Tem quem ponha atrás na porta, em quarto infantil, no hall de entrada. Aqui em casa, ele fica no meu quarto, entre o espelho e o quadro que eu pintei, munida com as lembranças e sensações da viagem que fiz ao Peru.




APROVEITE PARA CONHECER NOVAS COISAS E/OU POSSIBILIDADES

Se não fosse a tendência, confesso que não sei se conheceria o casal Eames. Provavelmente não. E não saberia que amo esse cabideiro da foto acima, e a cadeira branca da primeira foto.
Muitas vezes, a gente só descobre que um determinado produto existe quando ele está em alta. Então fique ligado! Já conhecia o produto que está pipocando por todos os lados? Se a resposta for não, aproveite a oportunidade para pesquisar mais sobre ele.


NEM SEMPRE A NOVIDADE É UM PRODUTO NOVO

Às vezes é uma releitura ousada de algum móvel ou uma parede. Um exemplo clássico são as "meias" nos pés dos móveis, feitas com tinta ou crochê. Esse tipo de novidade tem uma grande vantagem: em geral, é facilmente reversível, o que te dá o direito de arriscar e se arrepender. Olha que bacana: é muito bom quando temos a possibilidade de experimentar coisas novas, sem medo de errar, não é?
Eu aderi às "meias" com fita dupla face e barbante durante uma edição antiga do DIY Coletivo. O dia que eu me cansar, é só arrancar e estará tudo ok!



LIBERTE-SE DO PRECONCEITO

Uma vez assisti uma palestra que falava sobre preconceito. Lá eu ouvi uma coisa que achei muito interessante: o preconceito começa no medo. Medo do desconhecido, medo do diferente. Podemos transportar isso para a decoração. Quando vemos algo muito diferente do que estamos habituados, nós tendemos a estranhar, e ter preconceito por medo de errar ou então, pelo medo do julgamento alheio. 
Aproveite a overdose de imagens daquilo que está em alta para te ajudar a exorcizar o medo. Assim, você abrirá sua mente para possibilidades com as quais você poderá se identificar.


DESCUBRA DO QUE VOCÊ REALMENTE GOSTA

O lado bom ter termos várias imagens ao nosso alcance é que podemos ver várias releituras de uma mesma coisa, antes de testarmos em nossas casas. Às vezes não gostamos de algo num contexto, mas nos encantamos com ele em outra situação. Isso nos ajuda a definir do que realmente gostamos ou não.
A Pantone definiu que a cor desse ano é o Marsala. Consequentemente, desde o final de 2014, o que não falta são imagens de ambientes com algum elemento dessa cor. Gostei de pouquíssimas dessas imagens. Porém, as paredes do meu corretor são revestidas de um tecido adesivo vermelho, que se aproxima um pouco do marsala. E eu AMO o meu corretor. Então fica a pergunta: embora o meu tecido adesivo não seja exatamente marsala, será que eu posso dizer que eu odeio o marsala, apesar de não ter gostado de quase nada que vi nesse tom?


Marsala na decor. Imagem: Casa Abril.


Vale a pena refletir sobre isso. Quanto mais você souber do que gosta ou não, o que dialoga com a sua personalidade, maiores são as chances da sua decoração ter a sua cara, e consequentemente, da sua casa te abraçar.

Lembre-se: decoração pode e deve ser um processo de autoconhecimento. 

Eu passei a me conhecer mais quando comecei a decorar meu apê, a pesquisar o que dialogava comigo, e a me questionar porque aquilo dialogava comigo.


E você? O que pensa das tendências? Vamos conversar! ;)

10 de abril de 2015

Projetinhos de 5 minutos - 2 em 1: vasinho e porta anel decorados com esmalte

Já tem tempo que não trazia um projetinho de 5 minutos para cá, né? Mas para compensar hoje tem 2 projetinhos! =D

Algumas semanas atrás comprei esmaltes para fazer um projeto de DIY que eu estava doida para testar. Deu certo, mas eu ainda não trouxe para cá, porque ele fará parte de um projeto que se der certo, no final desse mês, início de maio, apresento para vocês.
Com isso, acabei ficando com 2 vidros de esmaltes novos, que eu não queria deixar para fazer minhas unhas, uma vez que eu já tenho esmaltes dessas cores: prata e azul marinho. Você deve estar se perguntando: porque essa doida não pegou os esmaltes que ela já tinha? É que tinha que ser esmalte novo, senão não funcionava - e eu só de teimosia testei os meus velhos e quebrei a cara. hahahaha. O que fazer com 2 vidros novos? Inventar novos projetos, claro!

No dia 1 foi aniversário de uma amiga querida. E uma das coisas que ela mais gosta nesse mundo é planta. Ela tem até uma árvore de romã no meio da sala do apartamento! 
Eu em geral evito comprar presentes por comprar, sabe? Gosto de dar algo que tenha a ver com a pessoa, que seja a cara dela, sabe? Somado a isso, eu realmente não tinha tempo de comprar nada. Chegando em casa às 23h, com tudo fechado, estava bem difícil. Pensei: "Vou ter que criar algo lá pra meia noite!"
Chegando em casa, notei que tinha uma mudinha de suculenta num tamanho já suficiente para presentear! Yeah, problema resolvido!


É tão simples de fazer! Você vai precisar de:

- Potinho de alguma coisa. Esse veio com brigadeiro de colher de brinde num batizado.Você também pode comprar, mas se tiver para reaproveitar, é mais legal.
- Fita crepe
- Barbante, fita, sisal, renda.... qualquer coisa que sirva para esconder a rosca.
- Terra

Para pintar, basta colocar a fita crepe na altura até onde você quer que a tinta vá. E vá pintando com o esmalte. Se usar mais de uma cor, como foi o meu caso, vá alternando até conseguir o efeito desejado.
Depois é só deixar secar e retirar a fita crepe. Vale lembrar que o meu potinho era de plástico, não testei no vidro e não sei se funciona.
Plante e por último, envolva a rosca com o barbante ou qualquer outro substituto que você prefira.

Eu roubei um pouco de terra da minha árvore da felicidade! =P (abafa! rs)

A melhor parte foi ouvir da amiga: "Você sabe do que eu gosto, né?"



Já que eu estava no clima, resolvi pegar um dos dinossauros de plástico que trouxe de uma feira de antiguidade de Lisboa, pintá-lo e usá-lo para colocar os anéis que mais uso no meu dia a dia. 
Pintei direto,  sem primer. Deu certo e não está com cara de que vá descascar tão cedo! Outra coisa legal do esmalte é que seca em rápido. Em 2h já dava para colocar os anéis no dino de brinquedo.

DICA 1: Deixe para fazer suas artes antes de fazer suas unhas para a semana. Sim, eu sei que parece óbvio, mas eu sou mestre em fazer esse tipo de cagada. Aí tenho que refazer minhas unhas. Seja mais inteligente do que eu, dá menos trabalho! 

DICA 2: Compre os esmaltes mais baratinhos para os seus projetos. Deixe os mais caros para suas unhas.


E você, já pintou alguma coisa com esmalte - além das unhas, óbvio? Se testar conta para gente ou publique uma foto no insta com a #casadeamados .

8 de abril de 2015

Canais do Youtube que me inspiram: Casa e Jardim



Como vocês sabem, pelo menos uma vez ao mês gosto de mostrar para vocês um canal do Youtube que me inspira. Mas pela primeira vez, vou mostrar um que não é de uma blogueira ou youtuber, mas de uma empresa, no caso, uma revista.
O canal da revista Casa e Jardim tem coisas bem interessantes, como jardinagem, culinária, organização e decoração. São vídeos em geral, pequenos, de até 6 minutos, mas alguns nem chegam a 1 minuto. Isso para mim é um ponto a favor, afinal, são poucos aqueles que têm tempo de ficar vendo vídeos de 15, 20 minutos na internet.

Dá só uma espiada nos que eu selecionei para vocês terem uma ideia:










Qual desses é o seu preferido? Acho que eu escolheria o do terrário, porque sou doida para fazer um! Mas também fico doida com o carimbo de parede!
A cabeceira de bastidores tem na casa de uma amiga, e o efeito pessoalmente é bem bacana! ;)

Vale a pena dar uma espiada no canal, que tem muita coisa lá. É só clicar aqui.


6 de abril de 2015

DIY Coletivo: Coisa de artista - Como repaginar uma caixa ao estilo de Mondrian


No mês passado, o nosso tema foi cinema. Neste mês, continuamos a nos inspirar em artes. O tema de vez é: artista. Teve gente da equipe SOS Decor que disse que já sabia em que artista eu me inspiraria! haha. Mas a verdade é que apesar delas terem acertado, primeiro me passou pela cabeça trabalhar com um dos impressionistas (Monet, Manet ou Renoir). Eu já tinha essa caixa azul no rack, que é onde eu guardo as contas a pagar. Já tinha algum tempo que eu estava querendo dar uma carinha nova para ela. Como ela já é azul, e a paleta da minha sala foi inspirada no Mondrian - que trabalhava principalmente com cores primárias (amarelo, azul, vermelho) - não teve jeito: repaginei minha caixa para que ela ficasse ao estilo de Mondrian.
Tá perdido, nunca ouviu falar de Mondrian na vida? Tem problema não, te conto um cadinho sobre ele!

PIET MONDRIAN (Amersfoort - Holanda, 1872 -  Nova York - EUA, 1944)

Oriundo de uma família protestante, Mondrian começou a carreira com pinturas figurativas, embora poucos conheçam esse período do seu trabalho. Em 1911, mudou-se para Paris, e sua arte começou a passar por uma modificação - foi quando ele começou a abstrair as formas, embora ainda pintasse temas relacionados à natureza. De volta à Holanda, ficou amigo do teórico de arte Theo Van Doesburg, e formularam, entre os anos 1917 e 1920, a teoria do Neoplasticismo.
Segundo os historiadores da arte, o Neoplasticismo é uma teoria da arte, cujos princípios diziam que a arte deve ser totalmente abstrata, tendo apenas ângulos retos, com lados horizontais e verticais, e que apenas as cores primárias são importantes, complementadas pelas não-cores ou escalas de luz, que são o preto, o branco e o cinza. Tanto que todas as obras de Mondrian da década de 20, até a sua morte, nos anos 40, são semelhantes, seguindo o mesmo princípio. 
Para Mondrian, o artista não tem o direito de intervir na emoção e no sentimento do espectador e tem  a obrigação de passar para o mundo suas descobertas e como se chegar a elas. Talvez esse seja o motivo pelo qual Mondrian foi considerado depois de Cèzanne, pelo historiador da arte Giulio Carlo Argan, o artista com a consciência mais elevada e civilizada na história da arte moderna.

Claro que Mondrian é muito mais que isso. Fiz apenas um resumão para vocês terem ideia do que estou falando, e entenderem a caixa repaginada. ;)

Eu usei apenas as cores primárias, porque né, me inspirei em Mondrian. Mas você obviamente pode aproveitar a técnica e deixar a sua imaginação rolar solta.... usar uma fita de cada cor, apostar em fitas estampadas, ou ainda ser minimalista, e eleger o elegante p&b.

Vamos ao passo a passo?

Os materiais são bem simples e bem baratinhos. Isso se você já não tiver em casa. Espia:


O passo a passo é tão, mas tão fácil que dá até vergonha de explicar. Mas tem que manter a tradição de ter passo a passo no DIY Coletivo, né? Então lá vamos nós!



Passo 1: Escolher a caixa para o projeto. A minha é de brim, se a sua for de papelão, troque a cola pano por cola branca comum.

Passo 2: Escolha as fitas. Se escolher cores diferentes, cuide para que elas sejam da mesma largura. Isso garante um trabalho mais bem acabado.

Passo 3: Meça as fitas e recorte. Eu preferi medir e cortar tudo de uma vez para depois só ir colando.

Passo 4: Cole e espere secar!

Tchraaaaaam! Tá pronto! =)  E tomou só uns 15 minutinhos do meu tempo! =D


DICA:  Passem pouca cola. Notem que eu cometi esse erro. =/ Mas é errando que se aprende. 

Repararam que desenhei um coração na etiqueta? É que a caixa fica na sala, no rack, e ler "contas a pagar" não seria lá muito simpático. Um coração é mais convidativo!


Se alguém ficou curioso, sim, é a Malu Mader no porta retrato. Essa é uma loooooooonga história que não cabe contar aqui. Digo apenas que essa foto além de ser uma lembrança desse dia, tem vários outros significados, porque muita coisa na minha vida não teria acontecido se ela não tivesse cruzado meu caminho.


Uma inspiração é pouco, né? Não é à toa que temos mais! Ebaaaa! Ó só o que as meninas fizeram com o tema:


Pot pourri da Karen
Casa Design Studio























 PARTICIPE VOCÊ TAMBÉM!

 Este post faz parte do projeto DIY Coletivo da Equipe SOS Decor. Pra ficar por dentro de todas as blogagens, ou participar das próximas edições, basta ficar ligado na fanpage do Facebook  ou no nosso perfil no instagram.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...