Personare Ads

24 de julho de 2017

Canais do Youtube que me Inspiram: Senhora Bagunça DIY


Quando aluguei o meu apê, antes de ir para a Argentina, me dei conta de que eu tinha muita coisa que nunca tinha usado, ou que usava muito raramente. Isso me incomodou. Para que ter coisas que eu não usava, se eu podia viver com menos? Para a Argentina, eu fui com pouca coisa, e mais do que nunca, ficou claro que eu não preciso de muito para viver. A partir daí, comecei a buscar um estilo de vida não exatamente, mas um pouco mais minimalista.
A Layde, do Senhora Bagunça DIY, segue a linha do minimalismo e tem bastante conteúdo sobre o tema. É por isso que hoje trago o canal dela para mostrar a vocês. Tem muito DIY, mas também dicas de decoração minimalista, como começar a introduzir o minimalismo na sua vida. Super recomendo! ;)
Espia só a amostra que selecionei:






Como vocês já sabem, não recomendo ficar só na amostra, e sim, ir ao canal e conhecer tudinho! =) A propósito, além do canal, a Layde Linhares comanda o blog, que é bem bacana, e recomendo também.
Agora conta pra mim: qual o seu vídeo preferido?

20 de julho de 2017

Archie - Como reformar seus ambientes a custo bem acessível


Imagens: Archie

Por mais que existam vários blogs de decoração por aí, mostrando mil possibilidades de decorarmos nossa casa nós mesmos, a custo acessível, ainda há quem mistifica o processo de ter uma casa bonita e bem decorada. Muita gente ainda acha que ter uma relação de amor com a casa é coisa de gente rica, dessas que aparecem nas novelas. Mas não, não é, e nem precisa ser assim.
Pensando nisso, a arquiteta Vanessa Prado e a empreendedora Fernanda Leão tiveram a ideia de criar a Archie, uma plataforma online de consultoria de decoração. 
A proposta é democratizar o processo de decorar, oferecendo serviços a preços mais acessíveis.  Para contratar um profissional para decorar um cômodo, a Archie cobra o valor fixo de 299, para mais ambientes, você pode conferir os preços no site deles.

E como funciona esse processo no site da Archie? Primeiro você faz o teste de estilo que tem na plataforma e é gratuito - eu já fiz e é divertido! E a partir do seu teste, a Archie seleciona o profissional que mais dialoga com o seu estilo. Sim, os profissionais também fazem o teste de estilo, assim, a plataforma consegue combiná-los com os clientes.




Através da plataforma, você envia as imagens e medidas do seu ambiente para o profissional, e ele então fará um painel de estilo, uma planta e uma proposta para o seu cômodo. O processo é democrático, e você pode conversar com seu archie - que é como os profissionais são chamados na plataforma - e dar seus pitacos. Afinal, estamos falando da sua casa, aquela que deve te abraçar! ;)
E ao final, você recebe uma lista de compras, com indicações de onde encontrar os itens sugeridos pelo seu profissional. 
E então, está nas suas mãos: ame sua casa e coloque em prática as propostas do projeto! 




Te convido a conhecer toda a plataforma da Archie, tem bem mais informação lá, fotos de antes e depois, depoimentos, e até um blog!

Por um mundo onde mais pessoas amem suas casas e se identifiquem com elas! Afinal, nada como ter uma relação de amor com aquela que nos abriga todos os dias, não é mesmo? =)

17 de julho de 2017

Antes e depois da cozinha da Carmen: de cozinha de pastilhas a cozinha de azulejos fofos


Carmen é uma amiga da minha mãe, aquele tipo de pessoa super fofa, sabe? Outro dia, ela me contou a história da cozinha dela:
O apartamento veio com esse azulejo bege estampado, que você vê logo acima da faixa decorada. Ela se apaixonou pelos azulejos originais e não quis modificá-los, porém, numa reforma, os que ficam próximos à pia tiveram que ser quebrados, e ela não encontrou para repor nem em cemitério de azulejos. A solução foi mandar fazer um modelo igual, só que.... não ficou igual. Fizeram com fundo branco, quando o original era bege. Como uma coisa é parecer que você comprou o azulejo errado, e outra é assumir a diferença, a Carmen resolveu recorrer às pastilhas adesivas, como você pode ver abaixo.


E ficou assim por um bom tempo. Eu na verdade, nem sou fã assumida de pastilhas, mas essas da Carmen, eu super teria. Até penso em pôr na minha cozinha. =)

Porém, ela acabou se arrependendo de não ter colocado as pastilhas até a altura do armário. Então, aproveitou a oportunidade para dar uma renovada no ambiente, e optou pela compra de azulejos adesivos, lindos por sinal! Eu particularmente, AMO essa combinação de cores.

DICA: Nem tudo que fica lindo funciona na prática. A Carmen colou esses azulejos adesivos há cerca de dois meses, e alguns deles já estão começando a soltar, enquanto as pastilhas já aguentavam há alguns anos, e aguentariam mais alguns.
Evite colocar esses adesivos de azulejos muito próximos da pia ou de áreas molhadas. O contact do meu banheiro, por exemplo, aguentou bem, mas eles ficavam no armário abaixo da pia, ou seja, sem contato direto com a água. Opte por colocá-lo em outras paredes que não tenham contato tão direto com a água, como eu fiz com a minha cozinha. Você pode brincar com a parede oposta, com as laterais.
Eu nunca testei, mas pelo visto, pastilhas adesivas aguentam bem áreas molhadas. ;) 



A gente não consegue viver todas as experiências que dão certo e/ou errado, por isso, nesse blog, sempre que tenho a oportunidade de trazer essas informações, eu trago. Porque o objetivo aqui é aprendermos todos juntos, e encontrarmos as soluções mais viáveis para nossas casas.
Vale lembrar que eu continuo apoiando a ideia dos azulejos adesivos, que eu compraria para mim (como já comprei para colocar na geladeira da minha mãe), apenas recomendo que você evite colocá-lo tão próximo da pia, em contato direto com a água.

O antes e depois está valendo, porque a gente pode adaptar tudo. O lance é pegarmos a ideia, vermos que podemos fazer muita coisa, sem grandes esforços.

Espero que você saia daqui munido de uma dica das boas, e com a inspiração aflorada! 

10 de julho de 2017

Antes e depois: 4 Dicas para ter uma sala colorida como a da Tha, do Casa Design Studio


Uma casa decorada para mim está intimamente relacionada ao bem viver. Não só pelo quesito estético, mas porque acredito que quando decoramos levando em conta nosso estilo, nossa essência, nossa relação com nossa casa muda, ficamos mais "amigos"e nossa casa nos abraça. Em outras palavras, decorar nossas casas é trazer conforto e aconchego. É por isso que eu procuro trazer a decoração para cá da forma mais didática possível, e dessa forma, te ajudar a ter uma casa com a sua cara. 
Hoje nós vamos falar de ambiente beeeeem colorido. Um tipo de ambiente que não é meu estilo, a minha forma de colorir é diferente. Mas é o estilo de muita gente, que às vezes se sente insegura de ir adiante e não sabe por onde começar. 
Essa é a sala da Thamyrez, do Casa Design Studio, que também trabalha comigo na Lápiz Decor. Ela mora com a mãe, e a sala era um ambiente onde a Tha não podia mexer, fazer nenhuma intervenção. Mas, assim como a Tha, a mãe também é uma pessoa bem colorida e o branco dominante não combinava com a personalidade de nenhuma das duas. Dessa forma, a sala foi inscrita no programa Mais cor, por favor. E em cinco dias, a sala era outra, alinhada com a personalidade das moradoras. =)

Agora presta atenção nas fotos do antes e depois e vamos às dicas!





1) DEFINA A SUA PALETA DE CORES

Isso aqui não é uma regra, porque decoração não tem muita regra, tem emoção e identificação. Mas é uma dica que facilita muito quem está meio perdido e inseguro. Quando a paleta é bem definida, você repete as cores nos ambientes integrados, e eles acabam conversando mais entre si.
Note que nessa sala as cores predominantes são o roxo, o vermelho e o turquesa. A parede azul se estende do estar até o jantar. O vermelho da parede de jantar se repete na mesa de centro no estar. O turquesa das banquetas próximas ao janelão aparecem também na manta do sofá. 
Reparou que apesar do ambiente ser bem colorido, na realidade, foram usadas poucas cores?


2) VOCÊ NÃO PRECISA COLORIR TODOS OS SEUS MÓVEIS

Se você já está colocando cores fortes nas paredes e nos acessórios, pode poupar seus móveis de intervenções mais drásticas, se assim preferir. Reparem que a única coisa que pintaram foi os pés das cadeiras e a mesinha de centro, que não existia na sala antiga. No sofá, foi colocado uma manta de crochê, ou seja, uma solução simples e facilmente reversível. 


3)  APOSTE NAS TEXTURAS

Ambientes com cores fortes podem acabar ficando visualmente pesados. Para dar uma quebrada e não perder o aconchego, invista em texturas. Nessa sala, a textura está na manta de crochê, no tapete, na mesinha suspensa de madeira. 


4) NÃO SE ESQUEÇA DAS PLANTAS

Com plantas não tem como errar! Elas levam vida a qualquer ambiente, nos dizem que tem alguém morando ali, ainda que sejam artificiais ou permanentes, como estão chamando agora. Nessa sala, as plantas são de verdade, mas caso você prefira as artificiais, seja por não ter o dedo verde, seja por morar numa casa difícil de cuidar de plantas (como apartamentos sem luz natural), se liberte do preconceito contra elas. Hoje em dia, existem versões artificiais com acabamentos bem bacanas. ;) 


Fotos e post original: Casa Design Studio. Recomendo beber na fonte, tem mais fotos desse ambiente, e mais detalhes da história dessa modificação. 


6 de julho de 2017

As maravilhas do Bazar do Desapego de Blogueiras - quero mais!

Fotos: Thamyrez Aguiar - Casa Design Studio


Quem leu o último post e acompanha o blog no instagram e facebook ficou sabendo: rolou um bazar do amor. Ou Bazar do desapego de blogueiras. 
Nós acreditamos piamente que não se deve acumular em casa coisas que a gente não usa mais, ou então, coisas que temos além da conta. Coisas demais viram tralha, atrapalham a funcionalidade de nossas casas. Porém, o que já não tem mais serventia para um, pode ser o paraíso para outro. Foi num dia em que estávamos tomando café e conversando sobre isso que surgiu a ideia de um bazar. Com um bazar, liberaríamos espaço nos nossos armários, fazendo a energia circular, e vendendo a precinhos de desapego mesmo, seríamos mais sustentáveis, já que nossas coisas ganhariam novos lares ao invés de serem descartadas! Foi por isso que apesar de sermos blogueiras da área de decoração, decidimos não nos limitar a coisas de casa, e levar tudo que já não queríamos mais: roupas, sapatos, livros, bijuterias. 




Nós éramos sete: eu, Glenda (Ateliê Bora pra Casa), Iná (Nosso Apê), Karen (Pot Pourri da Karen), Tha (Casa Design Studio), Ana (Annima) e Vivi (Decorviva). Mas depois, a Dani, do Comida de Verdade e Maria Quituteira se juntou a nós e ficou a encargo das tapiocas maravilhosas que só ela faz! Sim, além de coisas a preço de desapego, tivemos comida. E das boas! <3  Vivi comentou que a da Dani é a melhor tapioca que já comeu na vida. E eu tô super de acordo. 


Além da Dani, que ajudou a abrilhantar o evento, temos que bater palmas para a Karen, que ficou com aquela que talvez tenha sido a tarefa mais difícil e desafiadora desse bazar: o caixa. Até porque era um caixa único para sete vendedoras. Ela, além de receber todos os pagamentos, bolou um esquema simples, e ao mesmo tempo, incrível para sabermos quanto cada uma vendeu. Sério, gente: muitas, muitas palmas para a Karen! Ouvi palmas aí?  



Fora o clima do ateliê da Glenda- que muitas vezes oferece teto para os nossos cafés- que é maravilhoso, e super acolhedor. Apesar de ter sido fisicamente cansativo, eu saí de lá com o coração tão leve, sorrindo. Com gostinho de quero mais. Sabe quando você não se importaria se o tempo congelasse? Então, eu me senti assim! <3
Gratidão a todas as meninas que estiveram nesse projeto, porque trabalhamos todas juntas numa sinergia tão boa! E gratidão a cada pessoa que apareceu por lá, levando seus sorrisos e dando novos lares aos nossos antigos objetos. Gratidão! Porque repetir essa palavra nunca é demais!



Quem ficou desejando pelo próximo, levanta a mããããooo!  o/



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...