Personare Ads

Mostrando postagens com marcador corredor. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador corredor. Mostrar todas as postagens

11 de abril de 2017

Como aproveitar o corredor como espaço de leitura/ biblioteca

Fotos: Aline Raposo


Corredores de apartamentos costumam ser lugares perdidos. Na maioria das vezes, é tão estreito, que fica difícil destinar a ele uma função além de ligar os cômodos, nos sobrando apenas os artifícios da decoração (que a propósito, nos permite mil possibilidades no quesito estético - veja aqui 8 ideias para decorar corredores). 
Mas se você é um afortunado que tem um corredor mais largo, porque não aproveitá-lo para criar um novo ambiente, conferindo a ele um aspecto mais útil? Tipo, transformar numa mini biblioteca? O sonho da vida da pessoa aqui - quisera eu ter espaço para todos os meus livros. Infelizmente, muitos dos meus ficam na casa da minha mãe, e sempre que dá, tenho optado pela compra de livros digitais, que não fazem volume. 
Deve ser por isso que eu amo esse corredor da casa da Aline. Ela é uma dessas amigas lindas que a vida faz o favor de colocar no seu caminho, sabe? Ela é a dona de uma das malas que eu levei para a Argentina. =) E tem um apê mega lindo que ainda quero mostrar todinho aqui.




Acreditem, esse corredor é de um apartamento de quarto e sala, assim tipo o meu. Ou seja, corredores mais largos não são exclusivos de apartamentos de 200m².

Na casa da Aline, o corredor não assumiu apenas a função de mini-biblioteca, mas também de cantinho oriental/ indiano/ turco.



Então, de um lado da parede, tem a estante feita sob medida, de drywall e prateleiras de vidro, de outro, a poltrona de leitura coloridinha, a luminária estilosa, plantas, banco de madeira com almofadas. Tudo convidando a pegar um livro e relaxar



E você, como usa o seu corredor? Tem alguma função, como o da Aline, é apenas decorativo como o meu, ou está, pobre coitado, esquecido?


Fotos: Aline Raposo.

18 de novembro de 2014

Como renovar um corredor sem acessórios




Cá estou eu de novo, trazendo imagem do Apartment Therapy para vocês. Sorry, eu amo aquele lugar, não resisto! Sempre encontro soluções bacanas e viáveis que valem a pena mostrar.
Ultimamente tenho falado muito de corredor aqui. Acredito que seja porque é um ambiente pouco explorado, que raramente vejo decorado na casa das pessoas, e eu acabo querendo contribuir - nem que seja só um pouquinho - para melhorar isso aí!
Recentemente fiz um post com 8 dicas para decorar o corredor, mas achei que esse antes e depois valia a pena compartilhar. Olhem a força que um papel de parede pode ter num ambiente! Reparem que não tem tapete, não tem quadros, não tem NADA. A decoração ficou por conta do papel de parede.




"Ah, mas eu não gostei dessa estampa aí não!". Não importa. O importante é abrir os olhos para uma nova possibilidade, a estampa, você pode procurar depois uma a seu gosto. ;)

Ver essa imagem me deixou até mais feliz com a compra que eu fiz para a parede do meu home office: papel de parede com estampa de tijolinhos!  =D
Quem me segue no instagram já viu, mas para quem não viu, ó só:



"Ah, mas meu bolso anda tãããão magrinho, papéis de parede, mesmo os que são mais baratos, não vão caber no meu orçamento agora... sninf!"
Calma... nesta vida há solução para tudo! A Thalita, do Casa de Colorir, esses dias mostrou um DIY que dá um efeito parecido e sai baratinho, baratiiiiinho:


O passo a passo está aqui. Simples, né?


As duas primeiras fotos e o post original estão aqui.


Viu só? Sua casa não precisa de muito para ser feliz. E seu corredor também não. Basta lembrar da existência dele e dar um pouco de carinho! Projetos simples podem fazer toda a diferença!



14 de outubro de 2014

Tour pelo apê

Demorô, mais saiu!!! Finalmente, o tour pelo apê já está no ar!

Ao contrário da maioria dos vídeos de tour, esse é bem curto, tem um pouco mais de 5 minutos, e eu não fico dando muitas explicações. Isso se dá pelo fato de que eu prefiro vídeos não muito longos no Youtube, gosto de ser o mais dinâmica possível. Mas vocês podem ficar à vontade para perguntar coisas sobre o apê, sobre algum cômodo, móvel, objeto de decoração.

Sejam bem vindos à minha casa! Agora é só dar o play!




Espero que tenham gostado! 

23 de setembro de 2014

8 Dicas para valorizar o corredor




Sempre me chamou muito a atenção o fato das pessoas se preocuparem em decorar a sala e o quarto, e se esquecerem de que cozinha, banheiro e varanda também fazem parte da casa e merecem carinho. Se as pessoas costumam esquecer de decorar ambientes onde passam algum tempo, mesmo que não seja muito, imagine a situação do pobre corredor que é só um lugar de passagem?
Pode ser um lugar de passagem, mas faz parte da casa, gente! E como tal, merece amor, carinho e capricho. O melhor é que não é preciso de muito para decorá-lo!

Eu ia separar as imagens por dicas, mas como tem imagem que tem mais de uma dica, resolvi mudar a proposta do exercício. Por mais que a decoração nas fotos pareça inacessível para você, preste atenção em todas elas. Procure que lição você pode tirar de cada uma. E lá em baixo, dou as dicas, combinado?






















Olhou tudo com calma? Sim?! Então vamos às dicas! ;)

1) Móvel estreito em prol da funcionalidade

Para quem tem algum espaço, mesmo que pouco, um móvel estreito pode ser um aliado. O corredor deixará de ser apenas um lugar de passagem e passará a ser um lugar onde você pode guardar umas coisinhas. Mas atente para não atrapalhar a circulação.

2) Dê destaque ao chão

Tapetes ajudam muito a levantar o astral de um ambiente. Mas se você tiver crianças pequenas ou idosos em casa, se o imóvel for próprio e a planta permitir, que tal um piso diferente, daqueles bem estilosos?

3) Invista nas prateleiras estreitas

Elas praticamente não ocupam espaço e você pode pendurar fotos de família e viagens, placas decorativas, pôsteres. A vantagem das prateleiras é que elas deixam a decoração bem versátil: você pode trocar as coisas de lugar tantas vezes quantas desejar.

4) Tenha uma "galeria de arte"

Não precisa ser arte de verdade, daquelas datadas e assinadas, que colecionadores comprariam. Nem todo mundo tem dinheiro pra isso ou tem amigos artistas. Mas você pode enquadrar um desenho seu, uma foto que você fez ali na esquina e amou, a carta que seu filho escreveu para você assim que começou a se alfabetizar, uma imagem bonita que viu numa revista, uma réplica da Monalisa que pegou num museu. Em outras palavras, encha as suas paredes, abuse dos quadros.

5) Valorize o fundo

Na maioria das vezes, o fundo do corredor é a primeira coisa que a gente vê. Por isso valorizá-lo é uma boa ideia. Você pode fazer isso com um adesivo de parede, uma pintura diferente, um móvel como aparador ou estante, ou até mesmo, uma planta.

6) Recorra a tinta ou a papel de parede

A proposta aqui é valorizar o que já é pequeno mesmo e dar destaque àquilo que passaria desapercebido. Mas se você tiver medo de se cansar, que tal pintar o teto?

 7) Ganchos quebram o galho

Se eles forem estilosos, darão uma graça ao corredor, e ainda podem te dar uma mãozinha se não tiver onde pendurar a bolsa ou mochila do dia a dia.

8) Aposte numa luminária bacana

Não importa se você comprou ou preferiu fazer você mesmo, o importante é lembrar que o teto também faz parte do corredor e consequentemente, da casa.


 Aqui em casa...


Das oito dicas acima, aqui em casa eu uso duas - investi num papel de parede (que na verdade é tecido adesivo - mas poderia ser contact ou tecido comum) e transformei numa galeria de arte. Como tenho muitos amigos artistas e já tinha algumas obras antes mesmo de ter uma casa, foi meio caminho andado. Tem coisa aí que é de minha autoria, e coisas que adquiri depois. E ainda tem quadros que ainda faltam ser pendurados.
Como vocês podem ver, meu corredor é MUITO pequeno, por isso fui criticada por uma pessoa: "mas você colocou um tecido escuro aí, não se pode colocar cor escura num ambiente pequeno". GENTE! Ninguém é obrigado a gostar da minha parede, gosto é gosto e cada um tem o seu. Mas o que eu acho válido lembrar é que na decoração não deve existir regras rígidas, apenas dicas. Segundo, de fato há esse conceito de que cores claras ampliam o ambiente, mas nem sempre temos a necessidade de ampliá-lo só porque ele é pequeno. Assumi meu corredor do tamanho que ele é, e resolvi destacá-lo.

Para quem não sabe, o primeiro vídeo do canal do blog foi sobre a decoração desse corredor, com direito a antes, durante e depois! Ó só:




E aí, qual das dicas você encontrou sozinho? Encontrou mais alguma que eu não mencionei? Qual delas você usa/ pretende usar na sua casa? Conta pra gente aí nos comentários! =)

Imagens do Pinterest, aqui.

3 de dezembro de 2013

Passo a passo - uma galeria de arte em casa

Eu moro num quarto e sala e tenho um corredor mínimo. Não dava para colocar nada ali. Mas vocês já devem ter percebido que eu acredito no poder dos cantinhos e que eles também merecem atenção e carinho. Mas e aí, como faz? É só recorrer ao velho segredo dos ambientes pequenos: investir nas paredes.

Como sou museóloga e pós graduada em fotografia, além de ter feito alguns cursos de arte, tenho muitos amigos fotógrafos e artistas, tive a ideia de fazer uma galeria de arte em casa. O corredor se revelou um lugar perfeito, pois além de ser um lugar "perdido", fica longe das varandas, ou seja, recebe menos iluminação natural, o que favorece a durabilidade das obras (falou a museóloga, rs).

Curioso? Dê um play no vídeo abaixo. Se preferir, pode assistir no youtube também.





Que mais?

- Certifique-se de que seu estilete esteja bem afiado, para obter melhor acabamento. Falo por experiência própria, porque o meu não estava lá essas coisas.

- Eu usei tecido adesivo para forrar as paredes. Talvez o correto fosse impermeabilizá-lo com cola, mas eu gostei tanto da textura, que preferi deixar assim. É gostoso passar a mão (sabe a beleza do tato? Pois é!).

- O tecido adesivo é da Flok. Eu encomendei os rolos na loja física da Amarelo Factum.

- O tecido adesivo pode ser substituído por tecido comum, contact ou papel de parede.

- Para montar a galeria, coloque os quadros no chão e vá arrumando até chegar a um jeito que te agrade.

- É preferível contar com ajuda. Minha mão amiga foi a Joyce, a mesma que fotografou e filmou parte do processo.


Os artistas

Duda Magalhães: trabalha mais com teatro, mas também fotografa e já expôs.

J. Borges: artista pernambucano nascido na cidade de Bezerros. Começou com a literatura de cordel, e para estampar seus textos, passou a fazer xilogravuras. Aqui fala um pouco sobre ele, mas se jogar o nome no google, você encontra bastante informação.
Quando eu fui a Pernambuco nas férias, peguei autógrafo e tirei foto com essa fofura. Não podia perder a oportunidade, né?


J. Borges e eu, no Memorial J. Borges. Agosto/ 2013.


Juliana Amado: a foto que vocês viram do chapéu é de minha autoria.

Julio Andrade: fotógrafo que estudou comigo na pós graduação. Não achei o site dele, mas o link do perfil dele no facebook é esse aqui. Se eu conseguir o site depois, atualizo o post.

Mauro Domingues: arquivista que também estudou comigo na pós graduação. Tem uns trabalhos fotográficos muito interessantes, sobretudo em p&b. Também trabalha com digitalização de acervo. Para conhecer mais o trabalho dele, clique aqui.

Ricardo Visentin: fotógrafo, cujo trabalho conheci através da Vivi, do Decorviva. Escolhi a foto que eu queria através de um catálogo, aqui.

Ryanddre Sampaio: museólogo que está estudando artes aplicadas. Tenho um carinho enorme pelo desenho dele, porque foi feito especificamente para mim, no meu primeiro período da faculdade. É um frango com a indumentária do século XVI e tem uma dedicatória linda.

Tomaz Silva: fotógrafo que foi da minha turma da pós. Da mesma forma que o Julio, não consegui o site dele, atualizo o post assim que conseguir.

Willa Wischansky: é minha sobrinha e quando percebi que ela estava tomando gosto por desenhar, dei a ela um livro com técnicas de desenho. E disse que queria um trabalho dela aqui em casa. Ela foi lá e fez. Ok, foi um pedido meu, mas ainda assim, como não amar?


Gostaram?

Qualquer dúvida é só deixar nos comentários que eu respondo com o maior prazer.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...