Personare Ads

Mostrando postagens com marcador experiência com compra virtual. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador experiência com compra virtual. Mostrar todas as postagens

13 de março de 2017

Experiência com compra virtual: Tadah Design




Eu tenho o hábito de ler/ver filmes e seriados na cama. E muitas vezes levo alguma comidinha ou bebidinha comigo. Então, gosto de ter algum apoio para isso. Houve uma época em que eu usava livros, ou qualquer outra coisa plana que eu achasse pela frente. Mas na Argentina, comprei uma tábua simples e barata, e acabei adorando ter uma coisa decente para esse fim. Quando eu voltei, deixei a tábua lá, para ter menos bagagem para trazer. Afinal, a tábua que eu tinha lá era bem básica, e não tinha nada de diferente.

Eu já vinha namorando as tábuas da Tadah Design há algum tempo, já que eu amo uma fofurice. Mas eu vinha enrolando. Quem nunca? rs. Até que num desses dias, passeando pelo instagram vi que a loja estava com frete grátis. Era a deixa que eu precisava para correr e garantir a minha. 



Confesso que fiquei na dúvida entre a nuvem e o coração. Afinal, eu amo coraçõezinhos. Mas acabei achando a nuvem mais fofa, e quiçá, mais funcional por ser mais "retangular". E como nesse dia, eu estava com a minha mãe, ela disse que queria o porquinho para ela. Mas desconfio que vou acabar roubando para mim! hehehe. 



Achei que levaria um tempo maior para chegar, por que né.... sabemos que ultimamente tem sido meio difícil confiar no serviço dos correios. Mas chegou rapidinho, bem antes do tempo previsto! Aê! 




Sobre o durante e o pós venda da Tadah: eu recebia atualizações sobre o produto. Se tinha sido embalado, enviado, etc. Tudo direitinho, dentro dos conformes. E junto com a nota fiscal e o produto, veio uma cartinha com algumas recomendações sobre o produto, e um agradecimento de próprio punho, além de um ímã de abacaxi mega fofo! Muito amor! <3

Obs: A geléia de manga e maracujá que aparece na primeira foto é uma receita da Rita Lobo e você pode conferi-la aqui.

Obs2: Esse não é um publipost. É apenas um relato de uma experiência de compra minha. Para ver outras nesse estilo, basta clicar aqui

10 de março de 2017

Comprei: Vasinho de cerâmica - Miriam Brugmann




Eu tenho uma tag aqui no blog chamada Experiência com compras virtuais, mas esse post não cabe de verdade nessa tag, uma vez que a compra não foi exatamente virtual. Digamos que a internet serviu como meio, mas a compra foi efetuada no mundo real. Ainda assim, acho que a experiência vale o post.
Ultimamente, tenho prestado atenção, para sempre que possível, comprar do pequeno, e incentivar os pequenos produtores, aqueles que fazem. Eu juro para você, que a sensação nunca é a mesma! É muito legal e o sentimento que brota no coração toda vez que compro algo de alguém que acompanho o trabalho há algum tempo e admiro é muito gratificante!
Já tem algum tempo que acompanho o trabalho da Miriam Brugmann, uma ceramista argentina que vive no Rio de Janeiro, e desejava ter um dos vasinho dela, que a meu ver, são os mais fofos da internet! Alguns produtos dela já foram vendidos pela Collector 55, e ela também tem uma lojinha no Etsy. Mas eu admirava a maior parte do tempo no instagram.
Até que um dia ela anunciou no perfil que os vasinhos que ela ainda tinha seriam os últimos, que continuaria trabalhando com cerâmica, mas que faria outras coisas. Foi a deixa que eu precisava para correr e garantir o meu. Escrevi para ela, que me mandou e-mail com as fotos dos que ela ainda tinha, eu escolhi esse azul. E como não moramos muito longe, marcamos num bairro no meio do caminho para ambas e então, efetuei a compra. Tudo com a maior tranquilidade possível. E cheguei em casa loooooouca com o meu vasinho novo! 

Acho que ainda tem mais algum dessa coleção, mas na boa.... já viram a coleção nova dela? Ela está fazendo umas coisas bem diferentes e tão lindas quanto! Sério, espia só: 


Imagem: @mirubrugmann

Imagem: @mirubrugmann

Imagem: @mirubrugmann



Não é amor demais???? Você também fica empolgado assim quando compra de quem faz?

Para ver minhas experiências com compras virtuais, clique aqui

20 de dezembro de 2016

Experiência com compra virtual - Amanda Mol


Planner da Amanda Mol na parede do home office do meu apê, em janeiro desse ano.

A primeira vez que eu fiz uma compra com a Amanda Mol foi em 2015. Comprei o planner de 2016 e alguns cartões com as ilustrações lindas dela.
Para quem não conhece, Amanda Mol é uma ilustradora que mora em Varginha - Minas Gerais, e tem desenhos tão carregados de significados, e que ao mesmo tempo, passam uma leveza. Ela tem uma loja online, onde você pode comprar os desenho dela em forma de produtos: camisetas, agendas, caderninhos, planners, tatuagens temporárias, cartões, flâmulas, pratos. E além disso, tem também esculturas e as oficinas de ilustração e jardinagem.
Eu já tinha gostado muito da minha experiência de compra no ano passado. E como super funcionou para mim usar o planner esse ano, resolvi repetir a dose. 




E dessa vez, a experiência foi ainda mais bacana. Resolvi não ficar só no planner e cartão, comprei a oficina de ilustração, que já estava desejando há algum tempo. Mas antes de comprar, mandei um e-mail para a Amanda perguntando como funcionava a oficina, já que sou deficiente auditiva e necessito fazer leitura labial para compreender o que é dito. Até já contei essa história no instagram, mas para quem não viu lá, fica aqui o relato. 
Bem, a oficina não era acessível para mim: a narração é feita por trás das imagens e são poucas as vezes em que a Amanda aparece falando olhando para a câmera. No entanto, isso não foi um problema. 
Ao responder o meu e-mail, Amanda já me apresentou uma possível solução: disponibilizou 3 aulas e me mandou a transcrição destas, para eu ver se funcionava para mim, e só então, eu faria a inscrição. Super deu certo, e eu estou AMANDO a oficina.
E o mais bacana: segundo Amanda, depois dessa experiência, os próximas oficinas que ela fizer serão legendadas. =)
Compreendo que seja difícil, quiçá quase impossível lançar qualquer curso que seja de forma acessível a todos, até porque as dificuldades variam, e consequentemente, as formas de contorná-las não são as mesmas. Se entre os surdos, a acessibilidade não é linear: muitos usam a linguagem de sinais, inacessível àqueles que conseguiram se oralizar, por exemplo, como é o meu caso. Se isso acontece no cenário de uma única deficiência, imagine levando em conta todas as presentes no mundo, algumas das quais nem sabemos da existência. 
Por isso que acessibilidade para mim não é saber de antemão todos os problemas e dificuldades que possamos ter e oferecer as soluções prontas. É estar aberto a ouvir o outro, tentar compreender a dificuldade em questão, e levá-la em consideração ao pensar numa solução. 

Fica a dica! Super recomendo a Amanda: além de ser uma artista acessível, tem um trabalho lindo, que deixam o nosso dia mais colorido. =)
Mais alguém já comprou na lojinha da Amanda? Já fez a oficina de ilustra? 


21 de janeiro de 2016

Inspiração: 8 DIYs de filmes e seriados na decoração




Alguém aqui é que nem eu, adora livros, gibis, seriados, filmes? E para quem adora essas coisas é bem legal ter objetos que fazem referência àquilo que gostamos na decor, não é mesmo? Não é à toa que já fiz itens inspirados em filmes e seriados e produzi um tutorial.
No entanto, existem mais tutoriais e inspirações nesse mundão, muito mais do que eu daria conta de mostrar. Ainda bem! O mundo fica muito mais divertido com mais gente mostrando sua versão das coisas! Mas mesmo que seja impossível mostrar tudo, separei alguns tutoriais: tem de Harry Potter, O Senhor dos Anéis/ O Hobbit, The Big Bang Theory, How I met your mother, e até da nossa queridinha Turma da Mônica (afinal, alguém aqui cresceu sem ela?)


1) PROCLAMAÇÃO DOLORES UMBRIDGE, POR MADDU MAGALHÃES



2) ALMOFADAS GAME OF THRONES, POR DIYCORE COM KARLA AMADORI
  


3) CANECA TURMA DA MÔNICA, POR  KATE WILLIANS

  


4) HOBBIT HOME, POR MADDU MAGALHÃES
  


5) QUADRO HOW I MET YOUR MOTHER, POR PEDRO DIEGO1
  


6) CUBO THE BIG BANG THEORY, POR  NUTTY CRAFTER

  



7) PRATOS AMÉLIE POULAIN, POR KAREN PORTELA



8) DECORAÇÃO STAR WARS, POR SÉVERINE JENNY



E para arrematar, eu não podia deixar de fora os meus, né? Vai que você chegou aqui depois, e ainda nem viu! =)


E em breve teremos um de Once Upon a Time. Aguardem! =)

E aí, de qual desses vídeos você gostou mais? Já se inspirou em algum personagem para decorar seu cantinho?

9 de fevereiro de 2015

Experiência com compra virtual: Meu Móvel de Madeira


Como já mencionei aqui algumas vezes, não tenho o dedo verde. Desde que moro sozinha, fiz várias experiências com plantas, algumas deram certo, outras não. Nessas tentativas, matei um pinheirinho. Mas ele ficou tão bonito morto (a frase está soando meio mórbida, eu sei, mas ok! rsrsrs), que não tive coragem de jogar fora. Já contei que eu tenho uma queda por plantas desidratadas?
Eu queria reaproveitá-lo na decoração, mas não queria num arranjo apoiado, porque assim já tenho um buchinho, que eu também matei (acho que vou parar de falar assim, vocês já devem estar com medo de mim!). 
Enquanto procurava uma solução para ter um arranjo suspenso, encontrei a "Prateleira DIY Era Uma Vez", na Meu Móvel de Madeira. Perfeita para o que eu tinha em mente. Fiz então, minha primeira compra na loja que já namorava há um tempão. Como vocês sabem, peguei o apê praticamente montado e quase não comprei móveis, mas isso não quer dizer que eu não fique navegando pelas lojas da vida e fazendo uma lista mental do que entraria aqui em casa se eu tivesse pegado o apê vazio.

Isso foi em dezembro. Eu estava tão feliz de saber que em breve meu pinheirinho estaria todo prosa na parede da minha casa. O que eu não sabia é que não seria tão em breve assim. A Meu Móvel de Madeira postou rapidinho meu pedido. O problema foi que como todos sabemos, o serviço dos Correios está uma maravilha - só que não - e eles seguraram a mercadoria por 1 mês. Isso mesmo que vocês leram: 1 mês. Pelo jeito, eles não seguram só compras internacionais não... porque de Santa Catarina para o Rio de Janeiro levou esse tempo todo. Como não bastasse não entregarem a mercadoria, também não atualizavam o site, só conseguia ver que a loja tinha postado, mas não aparecia trâmite interno.



No início de janeiro entrei em contato com a loja e perguntei se essa demora dos correios era normal. Eles responderam dizendo que já tinham entrado em contato com os Correios e estes haviam dito que a demanda de fim de ano foi grande e iam regularizar o serviço naquela semana. Desde então, a funcionária da Meu Móvel de Madeira, toda atenciosa, passou a me mandar e-mail me perguntando se o produto já tinha chegado.

Quando chegou, foi uma alegria só. Me senti mais feliz que pinto no lixo! (Aliás, de onde vem essa expressão?)


Ela vem assim: com 1 chapa de madeira, 4 parafusinhos, 1 gancho, 1 abraçadeira e 1 chapinha que prende a abraçadeira. 

- OBA! Agora é só montar, pegar um pote de vidro do estoque, enfiar o pinheiro dentro e ser feliz!

Ledo engano. Tive mais um problema. A pessoa inteligente aqui teve problema com a regulagem da abraçadeira. Não conseguia ajustá-la ao pote que tinha aqui em casa nem com reza forte. Achei que estivesse com defeito. 

De novo, entrei em contato com a loja. Eles me pediram para mandar um vídeo mostrando o que eu estava fazendo. Mandei, e eles tentaram me explicar como eu deveria regular. Mas quem disse que eu consegui? Foi então que disseram que mandariam um técnico para me ajudar. Agendamos um dia. Eu inclusive pedi que quando o técnico estivesse chegando, que me mandasse mensagem pelo celular, para que eu pudesse ficar atenta à campainha - mesmo quando estou com o aparelho, com ventilador ligado é muuuuuuito difícil ouvi-la. E não é que ele mandou mesmo uma mensagem?

No final das contas, deu tudo certo! A ideia inicial era colocar o arranjo na minha parede de cacarecos e lembranças, no jantar; mas mudei de ideia e ele agora decora o meu home office novo!


Como eu coloquei papel de parede no home office, não queria furá-la. Recorri ao suporte para quadros da Command. Segundo a embalagem, ele aguenta até 2,3kg e não deve ser aplicado sobre papel de parede. Com relação ao peso, ok. Com relação ao papel de parede... bem, resolvi pagar pra ver.



Só posso dizer que tirando o fato de ter aplicado o suporte num papel de parede, segui todas as instruções da embalagem, e que o arranjo já está aí há alguns dias e até agora não caiu.



Confesso que fiquei feliz de ter tido tanto problema com essa compra. Porque nas adversidades, a gente percebe melhor o quão séria é uma empresa, e isso me deu a possibilidade de relatar a minha experiência com mais precisão. Amei o atendimento da Meu Móvel de Madeira, eles foram incríveis e atenciosos do começo ao fim! 


Alguém aqui já fez compra lá?


*Este post não é um publieditorial. Estou apenas relatando uma experiência minha, como já virou tradição neste blog. Caso queira ver outras experiências: Oppa, Forma Fina, Toda Coisinha, Essência Móveis, Estação da Luz.

11 de março de 2014

Experiência com compra virtual - Estação da Luz


"Espelho, espelho meu! Há no mundo alguém mais bela que eu?"






Eu nunca me interessei muito por maquiagem. Na adolescência, só usava quando fazia peças de teatro e quando tinha casamento. No meu primeiro emprego, o ambiente era bem mais formal do que onde trabalho hoje, e ainda assim, usava muito pouco. Sempre gostei mais de brincar com roupa e ter as unhas feitas.
Mas de um tempo pra cá, não sei o que aconteceu comigo, e passei a gostar mais de me pintar. Tenho usado maquiagem com beeeeem mais frequência, quase todo dia. Ainda assim, sou bem básica, sabe? Nada de lápis, sobra, delineador, rímel postiço e sei lá mais o que. Resumindo: eu tenho muito pouco item e estava tudo guardado numa bolsinha no banheiro (sim, cabe tudo numa bolsinha). Mas lendo revistas de decoração e blogs de organização (sobretudo o Organize sem frescuras!), descobri que guardar makes no banheiro é uma péssima ideia, por ser um ambiente úmido. Daí, começou um problema: onde enfiar os meus produtinhos???
Bem, a minha nova "penteadeira", entre aspas, porque não podemos chamar assim de fato, será assunto do próximo post. Porém, para ter um novo cantinho para me pintar, eu precisava de um espelho de mesa. Cheguei a dar uma olhada no Saara, mas não achei nada com a minha cara, achei que teria que comprar um qualquer e reformar, como fiz com aquele retrô,do DIY Coletivo de dezembro (se você não viu, clique aqui).
Até que através do Dcoração, conheci a loja Estação da Luz. Resolvi dar uma fuçada e... PARA O MUNDO! Achei o espelho dos meus sonhos! Com uma carinha que me remete ao século dezenove e ainda com formato de coração??? Quase pedi para alguém me beliscar!


O melhor foi o preço. Com o cupom de desconto do Dcoração, o espelho saiu de 35 para 28 reais, e com o frete, paguei R$ 46. Considerando que no Saara eu estava encontrando por até 25, eu acho que super valeu.

Como foi comprar na Estação da Luz?

Foi uma boa experiência, em todos os sentidos. O produto chegou super rápido, mas sem dúvida o que me chamou a atenção foi o atendimento. Eles têm um chat, te atendem na hora, se você solicitar ajuda em horário comercial. No meu caso, eu queria saber se o espelho ampliava de um lado, e o funcionário não só respondeu a minha pergunta, como me lembrou de usar o código do Dcoração para ter desconto. Eu tive a sensação de não ser um número, mas uma cliente de carne e osso para a marca.

Esse espelho tem na cor dourada e tem a opção oval também. Pelo que acabei de ver no site, está esgotado, não sei se volta ao estoque. Vale a pena dar uma olhada nas outras opções, e se quiser um item esgotado, perguntar a algum funcionário do chat se volta à "estante". 

De perto: detalhezinhos

Aguardem o próximo capítulo! Será bem mulherzinha! ;)



Experiências anteriores: Oppa, Forma Fina, Toda Coisinha e Essência Móveis.

Esse post não é um publieditorial. Estou apenas compartilhando uma experiência minha.


16 de fevereiro de 2014

Experiência com compra virtual: cabideiro Hang it All, Eames - Essência Móveis


Vocês sabem que de uns tempos para cá, estou tentando me organizar e vou dando um passo de cada vez. É tão difícil mudar de uma hora para outra, mas conforme vou percebendo que a minha vida está ficando mais prática e que render meu tempo está mais fácil, vou me animando. 
Ultimamente, o que vinha me incomodando era: o que eu faço com a minha bolsa???? Tenho uma prateleira no guarda-roupa para todas as minhas, já que não são muitas. O problema, era a bolsa do dia a dia, sabe? Aquela que uso todo santo dia para trabalhar. Que não é pequena, por sinal, já que sempre levo um livro para ler no metrô e a roupa da ginástica - costumo ir para o clube direto do trabalho. Nessa de "não tem onde colocar a bolsa", acabava sempre jogando em cima da cama. Isso, quando não chegava cheia de tralha (leia-se: material pra fazer arte! rs) e jogava tudo em cima da cama também.


Daí, a pessoa fica com sono, quer dormir, e.... a bolsa vai para a cadeira do home office!

Esse vai e vem estava me cansando, me atrapalhando a render, até porque já reparei que quando a bolsa está em cima da cama, eu acabo bagunçando tudo. E dá um trabalho do cão ficar levando a bagunça toda da cama pro home office, pra cadeira ou pra mesa.



Em janeiro, fiquei sabendo através do blog Um lar para amar, que a Essência Móveis estava fazendo um bazar que ocorre apenas uma vez ao ano, com preços bem mais em conta. Sabe quando você pensa: "é agora ou nunca!"? E vi a a oportunidade de comprar um cabideiro e resolver o problema da bolsa de uma vez por todas.
Como eu sou apaixonada pelo casal Eames, o cabideiro Hang it All era a chance de ter algo deles aqui em casa, e o melhor: não só enfeitando, mas sendo muito,muito mesmo, útil.  Comprei e fiquei com o coração todo felizinho! =)

Como foi comprar na Essência?

Eu gostei muito, o atendimento é bom, personalizado, o produto chegou super rápido. Só teve um porém: um pouco antes do cabideiro chegar, recebi um e-mail dizendo que o produto já tinha sido despachado e que quando chegasse, era para eu não ter pressa de despachar o entregador, verificar na presença dele se o objeto está em bom estado e caso não esteja, reclamar na hora. Respondi a esse e-mail dizendo que tinham esquecido de levar em conta os moradores das grandes cidades, que trabalham fora em horário comercial e que moram em prédios com porteiro. Mas como eu disse, o atendimento deles foi muito bom, rapidinho recebi a resposta deles dizendo que não tinha problema, caso o produto estivesse com defeito, eu teria até 7 dias da data da entrega para reclamar.
Então, a minha dica é: vale a pena comprar lá, o atendimento deles é muito bom, eles respondem aos e-mails que você manda. E se acontecer com você o mesmo que aconteceu comigo, de dizerem quaisquer danos têm que ser comunicados à transportadora e que não serão aceitas reclamações posteriores, mande um e-mail questionando e guarde a resposta deles.

O universo conspirou a meu favor, o meu chegou perfeitinho e já está lindão na parede do meu quarto!



Esse post não é um publieditorial, estou apenas compartilhando uma experiência com compra virtual.
Veja as anteriores aqui: Oppa, Forma Fina e Toda Coisinha.

21 de novembro de 2013

Experiência com compra virtual - Toda Coisinha

 
 
 
 
Vocês já sabem que quando faço alguma compra virtual, gosto de vir aqui compartilhar minha experiência.  Mas o relato do post de hoje é muito especial.
 Quem é rato de blog deve conhecer o Dona das Coisinhas, da Zilah. Um blog cheio de amor e coisinhas fofas.  Recentemente, a Zilah abriu uma loja virtual, a Toda Coisinha. A lojinha é linda, gente! Não resisti! E aproveitei que o meu chaveiro estava mais pra lá que pra cá e escolhi um de câmera fotográfica. Se eu defendo que a minha casa tem que ter a minha cara, porque meus acessórios e meu chaveiro não deveriam ter?
 
Nessa compra especificamente, eu tinha certeza que não levaria calote. O que poderia acontecer, seria um problema nos Correios, mas isso seria perfeitamente resolvível, já que a loja manda por e-mail o código para rastrear o produto.  Aliás, achei essa parte super organizada, do nível das lojas grandes, sabe? Recebi e-mail de confirmação de pagamento, avisando da postagem com o código de rastreio e o final, dizendo que o produto tinha chegado ao endereço informado.
Eu sabia que a Zilah é fofa, caprichosa, mas confesso que não esperava essa produção toda da embalagem, cheia de carinho e com um ar tão artesanal. Tive até pena de abrir! rs. Vou parar com blá, blá, blá. Veja com seus próprios olhos!
 




Acredita que esse chaveirinho tem flash? É só apertar nesse botãozinho aí, ó.  Sim, eu "tô toda coisinha" com o meu chaveirinho novo!



Lá na loja tem coisas para casa também. Tem descanso de copo, paliteiro, objeto de decoração, bandeja. E tem acessórios para quem gosta de fotografia viagens e  faça-você-mesma, tipo...eu!



Esse post não é um publieditorial.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...