Personare Ads

Mostrando postagens com marcador plantas. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador plantas. Mostrar todas as postagens

9 de maio de 2017

Vi.vre - 16 dicas da decoração mais bonita e acolhedora da serra fluminense



Quem já conhece e acompanha o Vi.vre no instagram levanta a mão! o/

Para quem ainda não conhece, o Vi.vre é um apartamento de campo localizado em Itaipava, distrito de Petrópolis, na região serrana do Rio de Janeiro. Eles alugam por temporada, e de tempos em tempos, eles mudam toda a decoração do apê, com a ajuda de parceiros desse maravilhoso mundo da decor e do faça você mesmo. Foi o que aconteceu recentemente. Remodelaram a decoração, e lançaram a temporada Poésie. O lançamento aconteceu no último sábado, e eu estive presente. E que honra! Além de poder conferir de pertinho cada detalhe maravilhoso da curadoria da Elaine Vidal, que comanda o Vivre, tive um sábado delícia ao lado de pessoas queridas - além da própria Elaine, a Karen (do Pot Pourri da Karen e Revista Oca Pop), a Iná (Nosso Apê), a Tha (Casa Design Studio e que também trabalha comigo na Lápiz Decor), e a Talita (Inside the Office). Sabe um daqueles dias que a gente vai guardar com carinho no coração? Pois é, esse sábado foi um desses!

Trouxe algumas fotos para esse post! Tem muito mais que isso, e vou liberando aos poucos no Instagram. Vejam com calma, porque a Elaine é muito cuidadosa com os detalhes, então tem muita ideia boa por aqui! ;)

A começar, pela primeira foto aí em cima, o que você notou?

1) A PORTA PODE SER PINTADA DE UMA COR DIFERENTE

Tradicionalmente as portas são de madeira ou brancas. Ou então, em menor escala, pintadas da mesma cor que a parede. Mas destacar a porta com uma cor diferente pode criar um efeito bem interessante. No Vi.vre, foi usada uma cor mais discreta, mas se você preferir, também pode recorrer a cores mais vibrantes. 


2) RACK FEITO COM ENGRADADOS DE PLÁSTICO

Quando não se tem tanta coisa para guardar, engradados podem resolver o problema. Sejam colocados diretamente sobre o chão, seja colocando pés - existem tutoriais na internet que te ajudam nessa tarefa. Podem ser usados em pé ou deitados, fica ao gosto do freguês. 


3) VASINHOS MENORES PODEM SER COLOCADOS NO CHÃO, PORQUE NÃO?

Quando falamos em plantas dentro de casa, imaginamos logo uma planta maior apoiada no chão, ou então, em vasinhos menores colocados em janelas, mesas, etc. Mas sair do lugar comum costuma ser bem legal. Que tal uma composição de pequenos vasos no chão? Só tome cuidado para que esteja fora de circulação, afinal, a gente não quer ninguém caindo e levando tombos, não é mesmo? 

4) SIM, VOCÊ PODE TER DUAS PAREDES COM ESTAMPAS DIFERENTES NUM MESMO AMBIENTE

Tudo bem que nesse caso, uma estampa está na sala, e outra na cozinha, mas como os ambientes são integrados, elas se misturam. Porém, sem perder a harmonia. Não é regra - eu não defendo regras, você sabe - mas uma dica que pode ajudar é escolher pontos em comum entre as estampas: nesse caso, as mesmas cores e uma padronagem geométrica. 



5) PARA QUEM AMA COBRE E TONS METÁLICOS, ELES NÃO PRECISAM VIR NOS DETALHES. ELES PODEM APARECER NOS MÓVEIS

Sim, tons metálicos podem vir nos móveis, mesmo que não sejam cromados. É que nem eu e aaaaaaamaaaa cobre? Porque não um banco cobre na sua cozinha? Hein, hein? Se estiver com medo de criar um ambiente frio, cheio de "não me toques" , basta atentar à composição e misturar com elementos mais acolhedores, como a madeira, por exemplo.

6) HÁ QUEM DIGA QUE PAREDE DE LOUSA JÁ DEU. MAS.... E DAÍ?

De tempos em tempos surgem umas modas na decoração. Nada contra, elas nos ajudam a descobrir novas possibilidades. Mas elas não devem ditar as regras da nossa casa. Então, se a moda passar, pouco importa. O importante é o que funciona para você, para sua casa. Se tem algo que faça você sorrir cada vez que olha, mantenha, mesmo que já esteja "ultrapassado". Entre aspas, porque quando se trata de estética na decor, isso não existe. Existe o que te faz feliz. 


7) COZINHA PODE TER CORES FORTES SEM SEREM EXCESSIVAMENTE COLORIDAS

Nem todo mundo é um fã assumido de múltiplas cores. E está tudo bem. Mas isso não significa que, necessariamente, você precisa ter uma cozinha toda branca se for desse time. Note que nessa cozinha o armário é amarelo, mas apesar de ser um "detalhe grande", ela é predominantemente p&b. 


8) TEXTURAS NATURAIS TRAZEM ACONCHEGO

Para eu me sentir bem num ambiente, a decoração para mim tem que trazer algum aconchego. Gosto muito de ambientes que me façam me sentir abraçada, sabe? 
Texturas naturais ajudam muito nisso! Madeira é a forma mais simples e fácil de inserir essa textura no ambiente, mas não é o único caminho. Há quem tenha um quarto todo branco e aposta nas mantas para aquecer, por exemplo. 

9) APOSTE NO FAÇA VOCÊ MESMO E TENHA UMA DECOR CHEIA DE AMOR

O faça você mesmo, além de tornar a decoração muitas vezes mais acessível, levam ao cômodo uma pegada única, mais original, já que raramente alguém terá um igual. Na "mesinha de cabeceira", você pode ver o cesto feito pela Iná, do blog Nosso Apê. Lá tem um tutorial de um cesto similar, e você pode conferir aqui.

10) DETALHES INUSITADOS CHAMAM A ATENÇÃO E FAZEM O CORAÇÃO SORRIR

Sério, quem não gosta de uma coisa diferente, que vai ser o ponto alto daquele ambiente? Reparem na luminária suspensa do quarto. Já viu uma igual? Eu não. Além dela provocar pelo encantamento pelo diferente, como tem folhas e flores, remete ao campo, à floresta, trazendo uma sensação de aconchego.


11) DESVIO DE FUNÇÃO MUITAS VEZES É BEM VINDO

Quem disse que a sua mesa de cabeceira precisa ser um criado mudo ou uma mesa lateral? Se tiver um baú dando sopa, porque não? Fora que se você estiver precisando de mais um lugarzinho para guardar coisas, pode ser uma mão na roda!


12) PLANTAS LEVAM MAIS VIDA AO AMBIENTE

Já contei aqui que meu pai dizia que casa de verdade tem que ter livros e plantas. E eu super concordo! Uma casa com verde tem tão mais vida! 
Se você é daqueles que não ousa por achar que não tem o dedo verde, busque espécies mais fáceis de cultivar, ou então ceda às artificiais (ou permanentes, como estão chamando agora), e faça pouco caso do preconceito contra essas últimas. Até porque, hoje em dia, já existem algumas versões que nâo tem muita cara de plástico.
Mas as plantas também podem vir nas estampas! Olhem só que lindos os quadros e as almofadas com as aquarelas da Diana Gondim


13) PINTURAS NÃO PRECISAM SER CERTINHAS. QUE TAL UMA DIAGONAL?

Pinturas na diagonal não são exatamente uma novidade na decoração, mas ainda não muito pouco experimentadas. O que é uma pena, porque o efeito é bacana, e pode quebrar a monotonia de qualquer ambiente. É uma maneira simples e relativamente barata de destacar a decor. 




14) BANHEIRO TAMBÉM PODE FUGIR DA MESMICE

Pobre do banheiro que é praticamente igual em todas as casas e ninguém liga pra ele na hora de decorar. Não sei de onde tiraram que ele deveria ser relegado a segundo plano, ou esquecido. Mas gente, banheiro faz parte da casa, e pede amor e carinho também, tadinho!
Você pode pintar meia parede, meia porta, ter uma bancada/armário que não foram feitos originalmente para isso... não importa. O lance é: lembre do seu banheiro. Ele vai ficar feliz de fugir de mesmice, acredite!



15) AS CORES NEUTRAS DO BANHEIRO PODEM SER QUEBRADAS COM UM CHÃO ESTAMPADO

Nem todo mundo gosta de um banheiro coloridão, e não há problema algum nisso. Eu mesma não sou muito fã de cores fortes no banheiro. Mas a monotonia pode - e deve - ser quebrada, até porque estamos falando de um ambiente que em geral é mais frio. Inserir elementos estampados ou com imitações de textura de madeira - ou mesmo, madeira de verdade com tratamento adequado - podem ajudar muito. Olhem esse piso DI-VI-NO! Quero pra mim!



16) NÃO SE ESQUEÇA DO CORREDOR, ELE TAMBÉM FAZ PARTE DA CASA

Aqui tem até um post só com dicas para decorar corredor. Assim como o banheiro, ele também fica super feliz quando você não o exclui. Afinal, todo mundo ama inclusão, não é mesmo? No apartamento Vi.vre, o pôster do argentino Fer, do Don Terrenal leva amor para o corredor. Se for para o site do Don Terrenal, não se assustem com os preços, estão em peso argentino, okay?



Ufa! O apê é tão maravilhoso que rendeu muitas dicas, né? Você aplica alguma dessas em casa? Agora conta pra mim: qual foi o seu cômodo preferido? Eu não consegui escolher! Amei tuuuudoooooo!

22 de setembro de 2016

Dica rápida: como improvisar um jarro de flores



Quem tem hábito de comprar flores frescas toda semana em geral tem um vaso apropriado para isso. Mas e quem não tem, o que faz quando ganha um lindo buquê?

Nananinanão!


Dê o play e veja como você pode solucionar esse problema!




E então? Problema resolvido, né? Conta aí para gente: onde mais você já colocou suas flores? Vamos trocar figurinhas sobre os improvisos da vida? 



Ah, e não é uma fofura essa sala do vídeo? É a sala da Gabi, que dirige o canal desde 2014, e no próximo vídeo falaremos mais sobre ela!  Aguardem! =)

27 de maio de 2016

Como cuidar de plantas: sugestões de experts para você acompanhar






1) LAR DOS SILVAS

A Leyla começou como colaboradora dos blogs Manuellitas e A casa que a minha vó queria, e há alguns meses criou o próprio blog. No blog, ela não posta muito, mas no instagram ela está sempre presente, e com várias dicas para cuidar de cactos e suculentas. Já teve até videozinhos de como tirar conchonilhas de certas espécies de suculentas. Super recomendo, principalmente para quem tem cactos e suculentas como o seu maior xodó.


2) MINHAS PLANTAS

Site bem completo da jardineira Carol Costa, que aborda diversos cuidados com vários tipos de plantas e tem até uma parte dedicada à culinária.
O bacana desse site é que você consegue fazer a busca pelo tipo de planta que deseja conhecer mais, através do guia de plantas, e tem também uma aba para dúvidas, com várias perguntas de leitores respondidas.  É tudo bem claro e didático.
No instagram e no youtube também rola algumas dicas.



É um viveiro orgânico localizado em São Paulo, com uma proposta bem interessante: oferecem mudas de ervas e temperos, e também promovem cursos e atividades.
O bacana do blog deles é que como eles trabalham com produtos orgânicos, as dicas são mais ecológicas, sobretudo na hora de combater as temíveis pragas. 



Assim como o Minhas Plantas, é um site bem completo, mas a busca se dá de uma forma um pouco diferente. Você pode pesquisar por plantas de interiores, por exemplo. Há também seções dedicadas ao meio ambiente, alimentação e saúde, hortas, bonzais. Super vale a pena dar um passeio por lá.


Como o próprio nome já diz, é mais voltado para flores, e lá você não encontrará dicas para plantas que sejam apenas verdes. Mas ainda assim, é um blog que tem bastante conteúdo interessante. Tem a parte de jardinagem, que ajuda a cuidar, plantar e lidar com diversos tipos de flores; mas também tem dicas de decoração, sustentabilidade, arranjos. E tem também materiais para você baixar em datas comemorativas, como cartões, por exemplo.



A foto ali em cima foi feita na cozinha do apê onde estou. Reparou no que a dona da casa usou como jarro? Sempre pode ter amor no improviso!


Se animou a ter plantas em casa e a cuidar melhor das que você já tem?  Já conhecia algum desses sites? Conhece mais algum que eu não indiquei? Porque aí faço uma atualização do post para ajudar mais gente! =)



9 de maio de 2016

Inspiração: plantas na decor



Cresci ouvindo meu pai dizer que casa de verdade tem que ter livros e plantas. Cresci num apê que tinha chifre de veado, suculentas e samambaias. Cresci passando os finais de semana e férias num sítio no interior do Rio subindo em árvores, brincando de dente de leão, catando amoras do vizinho e mordendo cana de açúcar.  Mas apesar disso tudo, nunca liguei para plantas. Até ter uma casa para chamar de minha.

Quando me mudei para o apê, as jardineiras só tinham terra dura. Minha mãe disse que era inadmissível eu ter duas jardineiras e não plantar nada. Deixei ela fazer a festa, já que eu disse à época que não sabia plantar e que provavelmente mataria tudo.

Mas aí comprei o meu primeiro mini cacto e catei as mudas de suculentas da cunhada. Peguei amor. E percebi que meu pai sempre esteve certo. Casa de verdade realmente tem que ter livros e plantas. Plantas levam vida a um ambiente. E livros... bem, não me imagino vivendo numa casa sem. 

O mais legal é que há uma infinidade de plantas e tem para todos os gostos. E dá para usar em casa de diversas formas e não só na varanda necessariamente. Hoje eu saparei algumas inspirações. Mas ó, o foco é o verde, não vamos falar de flores neste post. ;)

Imagem: BUJI. Site/ Instagram

Imagem: Frida Florentina. Site/ Instagram.

Uma opção comum, porém não menos encantadora, é colocar as plantas na sala interagindo com o espaço, como mostra a primeira sala, projetada pelas meninas do BUJI, e a da Frida Florentina, uma argentina que mora no Reino Unido. 
Perceba que em ambas as imagens temos exemplos de formas diferentes de se ter uma planta: você pode ter um plantão no chão, ter alguma pendurada ou apoiada em mesas e janelas.

Imagem: Histórias de Casa. Site/ Instagram

Outra opção é reservar um espaço para as plantas e fazer uma mini floresta, ao invés de espalhá-las, como se fossem peças decorativas interagindo com o ambiente. Essa foi praticamente a minha escolha no apê do Rio, com a diferença que a minha mini floresta ficava na varanda.
Observaram a solução encontrada para as plantas suspensas? Achei sensacional! Simples e fácil de reproduzir.

Imagem: Histórias de Casa. Site/ Instagram

Imagem: La embajada Florencia Vazquez. Site/ Instagram

No quarto, você pode ter uma plantinha um pouco mais vistosa em cima de uma estante - confesso que para mim não funcionaria muito... esqueceria de molhar! =P Mas se você for mais cuidadosa que eu, porque não?
Ou então, algo bem singelo na mesinha de cabeceira. O quarto da Flor, decoradora de eventos e blogueira argentina, que mora aqui em Rosario, recebeu um toque a mais com essa plantinha, concordam? Eu achei um amor! 

Não sei exatamente quais são as restrições de plantas para quarto, se é que há alguma. Vale a pena dar uma pesquisada. No Rio, eu costumava deixar um mini cacto no meu quarto. 


Imagem: The House that Lars Built.


Uma mini planta na mesa de trabalho também cai bem. Eu adorava produzir com meu cactozinho em cima da mesa, e não vejo a hora de arrumar outro para mim aqui na Argentina. 


Mas se o seu lance vai muito além de decorar, e você está na busca de uma vida mais sustentável, eu te recomendo acompanhar a dona desta foto:

Imagem: Erika Karpuk. Site/ Instagram

Erika Karpuk. Ela lançou umas séries de vídeos para quem busca a sustentabilidade mesmo vivendo nas grandes cidades. Uma dessas séries se chama "Horta no apê", e ela mostra como plantar diversas coisas em apartamento, tais como batata, manjericão, abacaxi, tomate, gengibre. Até pé de jabuticaba em apartamento, ela tem! Você pode conferir os vídeos aqui.



"Mas Ju, pelo amor, pára! Eu já tentei de tudo, eu mato tudo! "
"Ju, eu não tenho condições de ter plantas de verdade... vivo viajando e não tenho quem pedir para molhar"

Okay, okay! Não tem problema, que tem solução para você também!

Imagem: The apple of my DIY - Corrie Beth. Site / Instagram

Imagem: Casa doce casa. Site/ Instagram

Tenha plantas de papel!!! Papel envelhece, mas não morre e você pode viajar tranquilo! A Corrie tem uma variedade imeeeensa de plantas feitas com papel, cada uma mais linda que a outra. Dá até vontade de ter uma floresta de papel. Visite o instagram dela, que você vai entender o que estou falando. Sério! É de enlouquecer de tanta genialidade!

Já a Ana, do Casa doce casa gravou um vídeo tutorial com três plantinhas para a gente fazer igual. Quase certeza que farei uma para mim! O vídeo você pode conferir aqui.


E você? Tem plantas em casa? Em que ambiente? Conta pra gente, vai! =)

8 de outubro de 2015

Projetinho de 5 minutos: como decorar com vidro de perfume




Projetinho de 5 minutos em vídeo, quem não curte? Nada melhor que poder decorar a casa mesmo quando a gente está correndo contra o tempo - tipo eu agora - não é mesmo? E se for sem gastar um centavo, só reaproveitando coisas, melhor ainda!

Um dos meus perfumes do dia a dia acabou, e apesar de simples, eu gosto do design da embalagem e fiquei com pena de jogar fora. E não é que andando pelo meu "jardim", percebi que se catasse as flores e folhas secas, teria uma quantidade considerável para ter isso aí.

Isso o quê? Venha, aperte o play e descubra! :P




Eu coloquei no banheiro por sugestão da Gabi, a diretora dos vídeos desse blog, e adorei a ideia. Achei que super combinou com esse difusor que ganhei algum tempo atrás. Mas você também pode colocar no home office, na decoração da estante, ou em cima de algum livro apoiado sobre a mesa de centro.  Sempre podemos testar e descobrir novas possibilidades. ;)




E aí, gostou? Já sabe, né? Se fizer igual ou parecido, se adaptar a ideia, me mostra! Manda e-mail, coloca nos comentários do facebook, me marque no instagram! Eu fico com um sorrisão de orelha a orelha! rs.

Inspirem-se a aproveitem o feriadão para colocar a mão na massa! Eu também vou produzir por aqui! 

10 de abril de 2015

Projetinhos de 5 minutos - 2 em 1: vasinho e porta anel decorados com esmalte

Já tem tempo que não trazia um projetinho de 5 minutos para cá, né? Mas para compensar hoje tem 2 projetinhos! =D

Algumas semanas atrás comprei esmaltes para fazer um projeto de DIY que eu estava doida para testar. Deu certo, mas eu ainda não trouxe para cá, porque ele fará parte de um projeto que se der certo, no final desse mês, início de maio, apresento para vocês.
Com isso, acabei ficando com 2 vidros de esmaltes novos, que eu não queria deixar para fazer minhas unhas, uma vez que eu já tenho esmaltes dessas cores: prata e azul marinho. Você deve estar se perguntando: porque essa doida não pegou os esmaltes que ela já tinha? É que tinha que ser esmalte novo, senão não funcionava - e eu só de teimosia testei os meus velhos e quebrei a cara. hahahaha. O que fazer com 2 vidros novos? Inventar novos projetos, claro!

No dia 1 foi aniversário de uma amiga querida. E uma das coisas que ela mais gosta nesse mundo é planta. Ela tem até uma árvore de romã no meio da sala do apartamento! 
Eu em geral evito comprar presentes por comprar, sabe? Gosto de dar algo que tenha a ver com a pessoa, que seja a cara dela, sabe? Somado a isso, eu realmente não tinha tempo de comprar nada. Chegando em casa às 23h, com tudo fechado, estava bem difícil. Pensei: "Vou ter que criar algo lá pra meia noite!"
Chegando em casa, notei que tinha uma mudinha de suculenta num tamanho já suficiente para presentear! Yeah, problema resolvido!


É tão simples de fazer! Você vai precisar de:

- Potinho de alguma coisa. Esse veio com brigadeiro de colher de brinde num batizado.Você também pode comprar, mas se tiver para reaproveitar, é mais legal.
- Fita crepe
- Barbante, fita, sisal, renda.... qualquer coisa que sirva para esconder a rosca.
- Terra

Para pintar, basta colocar a fita crepe na altura até onde você quer que a tinta vá. E vá pintando com o esmalte. Se usar mais de uma cor, como foi o meu caso, vá alternando até conseguir o efeito desejado.
Depois é só deixar secar e retirar a fita crepe. Vale lembrar que o meu potinho era de plástico, não testei no vidro e não sei se funciona.
Plante e por último, envolva a rosca com o barbante ou qualquer outro substituto que você prefira.

Eu roubei um pouco de terra da minha árvore da felicidade! =P (abafa! rs)

A melhor parte foi ouvir da amiga: "Você sabe do que eu gosto, né?"



Já que eu estava no clima, resolvi pegar um dos dinossauros de plástico que trouxe de uma feira de antiguidade de Lisboa, pintá-lo e usá-lo para colocar os anéis que mais uso no meu dia a dia. 
Pintei direto,  sem primer. Deu certo e não está com cara de que vá descascar tão cedo! Outra coisa legal do esmalte é que seca em rápido. Em 2h já dava para colocar os anéis no dino de brinquedo.

DICA 1: Deixe para fazer suas artes antes de fazer suas unhas para a semana. Sim, eu sei que parece óbvio, mas eu sou mestre em fazer esse tipo de cagada. Aí tenho que refazer minhas unhas. Seja mais inteligente do que eu, dá menos trabalho! 

DICA 2: Compre os esmaltes mais baratinhos para os seus projetos. Deixe os mais caros para suas unhas.


E você, já pintou alguma coisa com esmalte - além das unhas, óbvio? Se testar conta para gente ou publique uma foto no insta com a #casadeamados .

29 de janeiro de 2015

Como cuidar de cactos e suculentas





Eu me sinto meio vigarista de escrever esse post. Não sou especialista em jardinagem, e tenho uma certa tendência a matar plantas. Em outras palavras, não tenho o chamado "dedo verde". Mas foi justamente por isso que eu resolvi escrever. Para trocarmos experiências, e mostrar que por pior que sejamos com vegetais, podemos ter alguma vitória! 

Bem, quem conhece meu apê sabe que tenho duas jardineiras nas varandas. Quando eu me mudei, não tinha nada lá. Só terra seca e dura. Deixei minha mãe plantar, já que ela ama mexer na terra, eu apenas avisei: pode plantar o que você quiser, só tem que ser fácil de cuidar. Não foi fácil nos adaptarmos - além de eu não ter o tal dedo verde, apesar do meu apartamento ser bem arejado, bate pouquíssimo sol, em geral, por uns 20 a 30 minutos por volta das 11 da manhã. Nessas tentativas, matei um buchinho, e me entendi bem com o lírio da paz. Mas eu acho super complicado lidar com os lírios no verão. O calor carioca é muito intenso, e a planta sente muito. O lírio não morre, mas fica com um aspecto super esquisito, com as folhas meio capengas, sabe? Já notei que quando o calor ameniza, ele melhora rapidinho. Porém, por mais que ele sobreviva a cada verão, volte a ficar com um aspecto saudável em meados de março, e dê milhões de flores em agosto, não posso dizer que de fato, me adaptei a ele. Ele para mim é mais um caso de desafio que de amor. 

Lírio da paz na minha jardineira. Agosto/ 2014.


Alguns meses atrás, vi vendendo no supermercado um mini cacto por R$ 2,50. Resolvi tentar. E deu certo. Dias foram se passando e ele continuava com a carinha bonitinha dele. Até que um dia, ele deu um brotinho, e eu não fazia ideia de como aquele cacto crescia. Não teve jeito, morri de amores. 
Pouco depois, ganhei um monte de mudas de suculentas da minha cunhada, decidi que começaria uma coleção de cactos e suculentas. Cerca de 5 meses se passaram e está todo mundo feliz aqui em casa. E são os únicos que não estão sentindo o verão negativamente. Alguns deram até novos brotinhos, inclusive o meu primeiro, aquele de 2,50 do supermercado.

Mini cacto de R$ 2,50 assim que chegou em casa. Maio/ 2014.


Mini cacto de R$ 2,50, já crescido. Janeiro/ 2015.

1) QUANDO REGAR?

Eu moro no Rio de Janeiro, o verão aqui é bem intenso. Nessa época do ano, eu molho as minhas suculentas uma vez na semana. E tenho o cuidado de não deixar a terra encharcada. Nas demais estações, com uma temperatura bem mais amena, rego a cada 15 dias. 

2) DENTRO OU FORA DE CASA?

Aqui em casa todos ficam na varanda. Só esse pequenininho de 2,50 é que as vezes trago para a escrivaninha, porque é inspirador olhar para ele quando estou produzindo. Mas já li que eles não aguentam ambientes muito úmidos, e tendem a morrer em banheiros sem janela, tipo o meu.
Para ser bem sincera, eu queria entender como é que eles sobrevivem com tanta facilidade num clima tão úmido como é o do Rio. 
 
3) PEDRINHAS

São poucos os vasos aqui em casa que têm pedrinhas. Pelo que li por aí, as pedrinhas ajudam a não sujar a planta quando a água entra em contato com a terra, além de servir de ornamento. 

4) EVITE MOLHAR A PLANTA

O ideal é você molhar a terra, sem deixar a água cair na planta. Pelo menos é isso que eu leio em tudo quanto é lugar. Maaaaaas.... eu sou estabanada. Eu sempre acabo molhando as folhas. E está todo mundo aqui, firme e forte!

5) ADUBE

Eu nunca fiz isso. Dizem que se você não adubar, a planta não morre, mas também não cresce. Fiquei com vontade de testar e ver se ela realmente cresce mais rápido com adubo. O dia que eu testar, volto para contar. E se você já tiver feito isso, conta pra gente, faz favor! ;)



O objetivo desse post não é trazer um manual técnico de como cuidar de cactos e suculentas, até porque como vocês já viram, eu não tenho a menor competência para isso. O que eu quero é dar uma injeção de ânimo naqueles que se julgam assassinos de plantas. Espero que eu tenha conseguido!

Se tiver alguma história para contar, fique à vontade. Esse espaço também é seu!
E caso ainda não tenha visto como customizei meus vasinhos, clique aqui.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...