Personare Ads

31 de dezembro de 2014

Balança/ retrospectiva de 2014

Não tem jeito. Adoro uma retrospectiva básica. Acho bacana colocar na balança o que a gente vivenciou no ano - de bom e de ruim.
E não tive como não dividir com vocês um pouco da balança do blog. ;) Afinal, que seria do Casa de Amados se não fossem vocês?





  • Em março, eu quebrei a mão, e fiquei quase 1 mês afastada do blog, me manifestando no facebook e instagram de vez em quando. Foi super chato não conseguir fazer uma série de coisas que eu amo. Mas recebi tanta mensagem carinhosa nesse momento, e perceber que vocês tiveram paciência de esperar e não me abandonaram foi muito reconfortante. Sou muito grata a vocês!


  • Embora eu não publique vídeos com a frequência que eu gostaria, já que lançar um vídeo depende de uma série de fatores, esse ano procurei  investir no canal do blog no Youtube. Apesar de ser bem trabalhoso fazer os vídeos, tem sido uma delícia produzi-los! E como eu queria uma pegada mais minha, com historinhas fictícias ou palhaçadas, em maio chamei a Gabriela Martins para dirigir os vídeos.  Conheci a Gabi nos meus tempos de teatro na adolescência, fizemos algumas peças juntas, e está sendo tão bom trabalhar com ela de novo! 

Eu e Gabi, no início da nossa amizade, em 2001.

     
  • Ainda sobre o canal, as edições dos vídeos eram feitas pela Laura Magalhães, uma amiga de infância, que teve que se afastar para dar conta de outros projetos mais urgentes. Foi então que a Sheylla Gonçalves entrou em cena. Ela foi a primeira amizade que fiz no teatro. Uma amizade que eu sempre soube que era verdadeira, apesar de termos perdido um pouco o contato por quase 10 anos, quando ela se mudou para SP, e depois para Los Angeles.  Achei curioso notar que a equipe que acabou se formando no canal já esteve junta doze anos antes, numa peça.

Eu, Sheylla e Gabi, numa cena de "O Herdeiro Milionário", 2002.
 
  • A Sheylla não é apenas editora do canal. É ela quem gerencia o perfil do instagram @15sideas (para quem ainda não conhece, super recomendo seguir!) e me chamou para fazer uma parceria, e de vez em quando faço uns vídeos-tutoriais de 15 segundos para ela. Nós temos trocado bastante ideias e dicas, e o resultado disso, vocês verão no decorrer de 2015. Essa parceria começou em outubro, e vocês acreditam que nesse pouco tempo, ela já me ensinou a produzir mais rápido, com dicas de organização e foco? Já que estou escrevendo sobre isso, não vou perder a oportunidade: Sheilinha, obrigada por tudo! Estou tão feliz com a nossa parceria e por termos retomado a amizade!

Eu e Sheylla, em 2003.

  • O DIY Coletivo fez um ano! Continuaremos firme e fortes em 2015, mas com uma nova integrante na equipe SOS Decor. Depois eu conto para vocês quem é! Mas enquanto isso não acontece, que tal relembrar as edições deste ano?  
Janeiro - Decor usando fios
Fevereiro - Decor usando tecido
Maio - Decor usando material de loja de construção
Junho - Decor junina
Julho - Decor de armarinho
Agosto - Trazendo de volta á vida um móvel mortinho
Setembro - Brasilidade na decor 
Outubro - Brinquedo na decor
Novembro - Decor xing ling
Dezembro - Decorando a casa para o natal
Dezembro/ Edição especial - Mimo de natal


  • O segundo semestre foi sem dúvida, bem mais movimentado. Durante as minhas férias, em agosto, a Mobly me convidou para ser colunista do blog deles, e em setembro, passei a fazer parte dos blogs parceiros do portal Personare

  •  Em outubro, foi ao ar o vídeo mais visualizado do canal, o tour pelo meu apê. Caso você não tenha visto, é só clicar aqui.

  • Em novembro, a loja Meu Móvel de Madeira fez a mostra AMMMbiente-se, aqui no Rio. Fui ver a mostra, e lá conheci a Thamyrez, do Casa Design Studio, e com isso, uma amizade saiu do virtual para o mundo real.  Apesar de só termos conseguido chegar nos 45 do segundo tempo, e já estarem começando a desmontar a exposição, foi bacana ver alguns móveis da marca de perto e testá-los puxando as gavetas, sentando no sofá.

Eu e Thamyrez, na AMMMbiente-se, mostra da Meu Móvel de Madeira. Novembro de 2014.

  •  Ainda em novembro, o tour pelo meu apê foi publicado no HomeSweetener e foi tão legal ver a Erica descrevendo minha casa de uma forma carinhosa.

  • E por fim, em dezembro, teve o piquenique delícia e inspirador com mais 3 blogueiras de decor no Parque Guinle, em Laranjeiras. 

Muito obrigada por estarem sempre por aqui, debatendo, me perguntando coisas que me estimulam a estudar, pesquisar; ou simplesmente, lendo. Espero poder continuar contando com vocês em 2015! =)
 A vocês, desejo um bom ano novo, que 2015 chegue repleto de amor, luz e inspiração!

Até ano que vem! (Falando assim, parece que só volto daqui a muito tempo... rsrsrsrs).

29 de dezembro de 2014

Por uma casa mais cheirosa: difusor de essência com vela


Desde a adolescência, eu sou fã de cheirinhos no ambiente. Durante alguns anos, acendia incensos, que foi a primeira forma aromatizar o ambiente que conheci. Mas depois o incenso passou a não me satisfazer mais, por dois motivos: primeiro, apesar do cheiro ser bem forte quando está queimando, o cheirinho não fica no ar depois que apaga; e segundo, por não criar um clima aconchegante.
Foi então, que resolvi partir para as velas.  Porém, várias vezes eu fico frustrada ao comprar uma vela aromática. Tem algumas que apagadas são super cheirosas, mas quando você queima, cadê o cheirinho? Então, enquanto não descubro uma marca confiável de velas aromáticas no Brasil - as que eu comprei na Ikea foram uma escolha super acertada! - decidi testar uma coisa que tenho faz tempo: difusor de essência com vela.
Eu ganhei esse difusor quando ainda morava com minha mãe, guardei, e quando vim pra cá, eu o trouxe e o usava como acessório de decoração na minha cabeceira. Nunca tinha usado, acreditam?



 Comprei uma essência de flor de cerejeira (estou apaixonada por ela) e testei de 2 formas, a certa e a errada.

CERTA: Pelo que pesquisei na internet, a forma certa é usar um pouco de água e misturar com algumas gotas da essência. Pelo que li, a vela esquenta a água, e ela vai liberando o cheiro delicadamente, e de fato isso acontece. A foto abaixo mostra a forma certa. Tinha uma fumacinha de leve, mas infelizmente, não consegui fazê-la sair na foto.

ERRADA: Pingar a essência direto no recipiente. Dizem que fazer isso "queima" a essência. Mas não foi isso que eu vi nas 4 vezes que eu testei. O cheiro sobe mais rápido, faz um pouco mais fumaça e você acaba apagando a vela antes. 

Na minha opinião, os dois métodos funcionam. Se for um caso de emergência, a opção "errada" é melhor. Mas se o objetivo for criar um clima aconchegante, além de deixar um cheirinho gostoso no ambiente, a opção "certa" é mais indicada, já que a vela pode ficar acessa por mais tempo. 
Nos dois métodos, depois da vela apagada, o cheiro fica no ar por um bom tempo, principalmente se o ambiente estiver fechado.




Alguém já usou esse tipo de difusor? Gostam? Eu estou amando!

26 de dezembro de 2014

Antes e Depois: a geladeira e o banco da Aline

Quer me deixar feliz? Reforme alguma coisa na sua casa, deixe-a com mais a sua cara e me mande uma foto. Sério, gente! Eu morro de orgulho quando vejo as pessoas colocando amor na decoração, deixando a casa com mais cara de lar. 
Ouço muita gente falar que tem que ter dom, que não é qualquer um que consegue colocar a mão na massa. Gente falar que não tem imaginação, que não tem criatividade. Eu já escrevi sobre criatividade aqui. Mas o que eu quero mostrar com esse post, é que isso não é desculpa. Muitas vezes a gente não acerta na primeira tentativa (aqui em casa eu já quebrei a cara váááárias vezes em projetos que deram errado antes de trazê-los para vocês), mas existem tutoriais tão simples que sim, estão ao alcance de qualquer um.

A Aline se mudou em fevereiro deste ano e desde então vem se empenhando para deixar seu lar mais fofo, como ela mesma disse. E recentemente, reformou a geladeira e o banco com um dos meus materiais preferidos: papel adesivo!

Eis a geladeira:


De um branco básico para uma pegada mais moderna, com triângulos colados de forma aleatória, criando uma estampa bem interessante. Notaram as estrelinhas lá em cima?
 Preciso falar dos ímãs? Tem Chaplin ali, gente! 

Se você gostou, a Thamyrez, do Casa Design Studio, também fez uma reforma parecida na geladeira, e você pode ver aqui. Nada como uma inspiração a mais!


O banco:


Morri de amores. Mesmo. A princípio, achei que a Aline tivesse pintado (haja controle motor para fazer os corações com perfeição), mas depois ela me disse que foi tudo feito com contact. Ela usou um furador de papel com formato de corações para recortar e depois saiu colando! Tem coisa mais fácil que isso, gente? E o melhor: faz um senhor efeito!
Esse banco me remete à Rainha de Copas, de Alice no País das Maravilhas (já disse que adoro coisas que me remetem a filmes, livros e seriados? ). E ainda é de corações. Como não amar?


Obrigada Aline, por compartilhar seus trabalhos com a gente!

Ela não merece uma salva de palmas?

24 de dezembro de 2014

Feliz natal!



Post rápido, só porque eu não podia deixar de passar por aqui e desejar q vocês um feliz natal! Que Papai Noel passe na casa de vocês com um saco cheio de amor, porque é isso que eu acredito que toda casa deve ter: AMOR. 

Aproveitem bem o dia de hoje e amanhã, comam tudo de delicioso que praticamente só tem nessa época do ano, que sexta feira estou de volta com post normal!

22 de dezembro de 2014

DIY Coletivo - mimo de natal



Não, você não pirou na batatinha. Já teve DIY Coletivo esse mês. Mas cá estamos nós de novo, fazendo a última edição do ano! No ano passado, nós fizemos um amigo oculto virtual e tivemos que fazer um projeto inspirado na pessoa que tiramos. Foi algo simbólico, já que moramos em cantos diferentes do mundo, mais para exercitarmos a nossa criatividade e colocarmos no projeto o carinho que tínhamos pela companheira de equipe. Foi tão legal, que resolvemos repetir a dose.
Em 2013, nós fizemos um resumo sobre nós, nossas lembranças, nossos gostos. Mas depois de mais de um ano trabalhando juntas, já nos conhecemos mais. Assim, dispensamos apresentações, e preferimos dizer o que gostaríamos de ganhar, ou em que cômodo gostaríamos que nosso presente fosse parar.
Acho que eu tirei a pessoa mais desafiadora da equipe. Não tanto pela menina em si, que tenho ideia do gosto dela. Mas pelo fato dela dividir o lar, e ter escolhido um cômodo compartilhado: o banheiro. A essa altura, ela já sabe que é a minha amiga oculta, mas vocês não sabem, então vamos prosseguir! =P

Eu fiz um porta toalha de rosto ou de mãos. O correto meeeeesmo, seria eu ter ido ao Saara comprar materiais mais apropriados. Mas desde o início do mês estou tendo um problema bem chatinho com o Metrô Rio, e tentar resolver isso tem tomado o meu tempo. E quanto mais próximo vai ficando do natal, mais me recuso a andar por lá. Então, tive que quebrar o galho com um 1,99 que tem aqui perto e com o que tinha em casa. Mas vou citando por aqui o que eu fiz e o que seria adequado, certo?

Não fotografei os materiais, pelo motivo citado acima, mas anota aí:

  • Gancho
  • Tinta ou contact
  • Chave de fenda
  • Verniz spray 
  • Washi tape


Passo 1: Arrume um gancho. Eu usei um porta-chave, porque foi o que eu achei. Se você quiser, esse tutorial serve para um porta-chave, mas se quiser pendurar toalha, ficará melhor se você arrumar um gancho apropriado.

Passo 2: Com ajuda da chave de fenda, retire o gancho. Muito cuidado para não perder os parafusinhos nessa hora.

Passo 3 e 4: Como o presente tinha que ser unissex, era aconselhável mudar a estampa original. Você pode pintar, forrar com contact. A minha ideia inicial era pintar as laterais com a caneta uni posca e forrar a parte da frente com contact preto, mas quando descobri que a caneta pegava na estampa, resolvi seguir em frente.



Passo 5: Caso tenha optado pela tinta, espere secar. Caso tenha optado pela uni posca, ela seca praticamente na hora, mas espere um pouco para secar também. E evite ficar mexendo muito, ela arranha com facilidade. Caso tenha optado pelo contact, pule o passo 6.

Passo 6: Hora do verniz spray. Eu optei pelo fosco, acho que dá um acabamento mais elegante. Mas isso depende do efeito que você quer ou gosta mais. Eu dei 2 demãos, com cerca de 15 minutos de intervalo.

Passo 7: Decore com a washi tape. A estampa e a largura entre as fitas devem ser escolhidas de acordo com o seu gosto. 

Passo 8: Com a chave de fenda, recoloque os ganhos.

PRONTO!!!



Na verdade, eu não queria ter feito esse projeto assim. A princípio, queria uma pegada mais geek, algo que fosse de Lego, Playmobil ou Mario Bros. Mas diante dos contratempos, isso foi o que deu para fazer. Mas ó, foi feito com muito carinho! =)

E aí, já sabem quem eu tirei?? Não? Desça um pouco mais a barra de rolagem! =P













 STEPHANY RODRIGUES (FEITA COM MUITO ESMERO)



Querem saber quem me tirou? É só clicar nos quadradinhos abaixo, ver as demais postagens que você descobre!


The Blue Post
Home Sweetener
































Ah, o amigo oculto foi feito entre nós, da Equipe SOS Decor, mas você pode participar dessa edição fazendo um mimo de natal. O nosso amigo oculto é só uma brincadeirinha para descontrair e nos fazer sair do lugar comum, mas o objetivo é inspirar vocês como sempre. Você pode fazer um desses mimos para decorar sua casa ou para dar de presente! ;)


18 de dezembro de 2014

Canais do Youtube que me inspiram: Morando Sozinha



Cá estou eu trazendo mais um canal do Youtube que me inspira: o Morando Sozinha, comandado pela Fran Guarnieri. Como o Morando Sozinha é um blog de lifestyle, o canal tem uma abordagem bem variada. Tem receitas, tags, dicas de séries, comprinhas. Mas obviamente o que eu mais gosto são os DIYs voltados para a decor.
Tem tanta coisa fofinha e de bom gosto lá! 










Qual o seu preferido? Eu estou doida pra fazer o da vela, tenho alguns guardanapos sobrando em casa! E também os projetinhos do home office, que são muito amor, né?

16 de dezembro de 2014

Piquenique colorido e exuberante



Do virtual pro real. Acho que essa frase é a que melhor expressa o meu último sábado. O blog Casa Design Studio completou 1 ano, e a Thamyrez não quis deixar a data passar em branco. Então, ela convidou eu, a Karen (Pot-Pourri da Karen) e a Livia (Decorar é Preciso) para fazermos um piquenique. E foi lindo! 

O que não faltou no nosso piquenique foram cores. Thamyrez levou esse tecidão mega estampado e as almofadinhas neon, algumas de nós levamos flores, eu levei os copos de plástico coloridos (para evitar os descartáveis - a natureza agradece!). Mesmo sem termos combinado, acho que as coisas acabaram conversando entre si, deixando a composição bem interessante. Quase tropical. E de um colorido exuberante, como é representado nosso país. Essas imagens me remetem a Carmen Miranda  e aos naïfs brasileiros em geral. 

Como eu não tenho lá muita afinidade com a cozinha, preferi assumir as bebidas. Mas as meninas levaram sanduichinho de pão de forma, brownie e bolo de cenoura. Tudo MUITO bom! 


Ó só como ficou:
                                         



Thamyrez fotografando a nossa decor de piquenique:



Eu não resisti a esse mundão de cores e fiz essa foto só pelo prazer de fazer a foto, sabe? Ela me remete a algo tão bom! Consigo sorrir ao olhar para ela.


Achei essa flor que a Karen levou a coisa mais fofa do mundo! Tenho uma dessa branca na minha varanda, mas nunca tinha visto a amarela. Adorei! Para quem mora no Rio de Janeiro, ela disse que comprou numa daquelas milhões de lojas que vendem flores artificiais no Saara.



Nós! Em sentido horário: Karen, eu, Livia e Thamyrez.


Nós de novo! (Notem que eu tive que parar de comer para não sair na foto de boca cheia! hehe)



Comer é muito bom. Mas não queríamos que o nosso encontro fosse só comilança. Queríamos algo mais. E a Thamyrez sugeriu que levássemos livros que nos inspiram, assim poderíamos trocar inspirações!
Como nós somos muito legais, resolvemos compartilhar com vocês os livros que levamos. hehe.


DECORAR (Holly Becker e Joanna Copestick)

Foto: Thamyrez Aguiar/ Casa Design Studio

PARIS STYLE (Ed. Taschen)


Foto: Thamyrez Aguiar/ Casa Design Studio

ROUBE COMO UM ARTISTA - 10 DICAS SOBRE CRIATIVIDADE (Austin Kleon)


Foto: Thamyrez Aguiar/ Casa Design Studio


HAPPY HOME - EVERYDAY MAGIC FOR A COLOURFUL LIFE (Charlotte Hedeman Guéniau)


Foto: Thamyrez Aguiar/ Casa Design Studio

Acreditam que choveu no meio do piquenique? Arrastamos tudo correndo para debaixo da árvore e lá ficamos até quase 19h! Eu amei, e espero que venham muitos outros! Espero também que vocês consigam se inspirar na nossa decoração improvisada!

15 de dezembro de 2014

DIY: Guirlanda de natal

Você estava pensando que as inspirações e os PAPs de natal tinham acabado e não ia ter vídeo? Nananinanão! 
Ainda é tempo de decorar a casa para o natal, gastando bem pouquinho! E cá estamos eu, Gabi e Sheylla (a equipe do canal do Casa de Amados) trazendo um vídeo-tutorial de guirlanda para vocês!




Não gastei mais que 5 reais para fazê-la e amei o resultado! Como sou fã de bolinhas e da combinação azul marinho e vermelho, achei que super combinou comigo! Mas os tecidos e os enfeites podem ser os mais variados possíveis, vai depender do seu gosto!



Espero que vocês tenham gostado! E se fizer em casa, manda foto que eu quero ver! =) Pode mandar por e-mail, me marcar no insta, no twitter, mandar pelo face! 
Falando em tutoriais de natal, vocês viram dois que fiz para o perfil do instagram @15sideas? Eles estão aqui e aqui.

Qual desses tutoriais é o seu preferido? Conta pra gente?

10 de dezembro de 2014

Uma casa, 6 dicas: A casa da Lola e do José




Eu acho praticamente impossível conhecer o blog argentino Casa Chaucha e não gostar. A grande maioria das casas mostradas por lá são bem simples, mas recheadas de carinho, com o toque pessoal do(s) morador(es). Alguns são mais descolados, outros mais moderninhos. Há os que adoram a casa cheeeeia de coisas, outros seguem uma linha mais clean. Mas todos eles tem uma coisa em comum: você jamais terá a sensação de já ter visto uma casa muito similar antes. 
Por isso que mais uma vez, eu trago uma das casas de lá para trazer dicas que possam te ajudar a decorar sua casinha. Essa casa é da Lola e do José e tem uma pegada mais romântica, meio campestre; bem diferente de tudo que já mostrei aqui.

Bora?

 1) ASSUMA O BRANCO

Tem gente que é do time que adora um branco. Seja por gosto mesmo, seja por medo de errar. Se você é desse time, assuma o branco. É bem verdade que um ambiente muito branco pode tender a ficar frio demais, com cara de hospital, mas há maneiras de contornar isso e as próximas dicas vão te ajudar nesse aspecto. 
Uma coisa que eu acho que ajuda muito é ter algum móvel ou objeto que pareça que foi reformado, com aspecto artesanal - como a pátina - ou pequenas imperfeições.



2) APOSTE EM ELEMENTOS E TEXTURAS QUE ACOLHEM

Acho que todo mundo gosta de se sentir abraçado quando chega em casa (ou só eu que sou assim?). Espalhe pela casa coisas que te passem uma sensação de acolhimento. Podem ser crochê, plantas vivas ou desidratadas, objetos que contam alguma história ou experiência que você viveu.




3) INVISTA UM POUCO NA MADEIRA

 Eu acredito que a madeira é o elemento mais poderoso para quebrar o branco. É só repararmos a decoração escandinava: tem muito branco, mas nunca ouvi alguém dizendo que a casa dos escandinavos parece hospital. Todas as fotos de casas que seguem esse estilo que eu vejo tem alguma coisa de madeira para quebrar: seja uma mesa, o piso, alguns objetos expostos. 
Então, invista na madeira, mesmo que seja só um gancho, uma moldura.


4) PERCA O MEDO DE EXIBIR OBJETOS EM LUGARES INUSITADOS

Porque temos que seguir sempre um padrão? Lugar de flores é em cima da mesa, o da máquina de costura é no ateliê ou dentro do armário. Mesmo? Sair do lugar comum causa impacto e pode dar um ar bem interessante para a decoração. Então, que tal colocar a máquina de costura da vovó no chão, como se fosse uma escultura, deixar as flores num cesto no chão, exibir um guarda-chuva pendurado?



5) NÃO SE ESQUEÇA DE INSERIR UM POUCO DE COR

Mesmo que você seja fã de carteirinha do branco, deixe um pouquinho, só um pouquinho de cor à mostra. Nem que seja  na tampa dos potes, nos puxadores, numa lata.



6) INVISTA EM LUMINÁRIAS QUE CONVERSEM COM A DECOR

Mesmo que elas estejam no teto, elas têm peso na decoração e conversam muito com o ambiente. Repare que nesse caso, as luminárias de vime e de madeira reforçam o clima romântico e bucólico da casa. 






Post original e mais fotos aqui.

Qual dessas dicas vocês seguem/seguiriam em casa? Eu sigo as 2, 3, 4 e 5.  =)

8 de dezembro de 2014

Xeretando casas alheias : o cantinho de estudo da Marcela



Faz um tempão que não trago um xeretando para cá, né? Mas cá estou eu, tirando poeira dessa coluna, com o cantinho da Marcela. Não é um cômodo inteiro,  muito menos uma casa inteira, mas nem por isso, menos carregado de história, sentimento. Aqui tudo tem um porque.
Eu conheci a Marcela no ambiente de trabalho.Ela é arquivista, eu sou museóloga, e muitas vezes nossos trabalhos se complementam.
 Ela saiu de casa - e da cidade natal -  há alguns anos e divide um apê com outras meninas. Ou seja, ela não tem uma casa para chamar só de sua. Mas, como ela mostra no relato a seguir, é sempre possível ter um canto só seu, com uma decoração só sua, com os seus gostos e histórias.




Para o relato fazer mais sentido, eis algumas observações:

- Um dia, a Marcela me mostrou uma foto do jarrinho com os chips, eu achei tão inspirador e perguntei se ela me mandava a foto para postar no instagram do blog. Isso foi antes dela me contar a história toda.
- IMS = Instituto Moreira Salles.
- A Marcela hoje atua como arquivista, mas também é formada em História.
 

"Ju,
 
quando você me pediu para mandar essa foto do jarrinho para colocar como inspiração no instagram @casadeamados percebi que não só o jarrinho, mas tudo ali é uma lembrança, uma inspiração, um significado.  
A mesa cromada adquiri a uns 4 anos para substituir uma escrivaninha de madeira trazida da casa dos meus pais. Consegui comprar numa promoção ponto vermelho da Tokstok por uns 200,00. Ela já não está tão cromada assim, um dos contras de morar no litoral, mas atende bem as minhas necessidades, ocupa pouco espaço além da mobilidade (sim, ela tem rodinhas!!!!). 
 
Também a uns 4 anos adquiri a mug (que ainda pode ser encontrada no site do IMS), que serve de porta lápis, canetas e outros cacarecos. Por causa do trabalho li boa parte da obra de Rachel de Queiroz (1910-2003).  A caricatura na mug é referente ao “O Quinze”, primeiro livro de Rachel de Queiroz.  
 
O par de bibliocantos em madeira, encontrei nas minhas primeiras andanças em Petrópolis, em 2011. Um achado numa loja de móveis por 10,00 o par se não me engano! Os cactos me remeteram aos quadros Abaporu (1928), Antropofagia (1929) de Tarsila do Amaral. Meu primeiro contato com as obras de Tarsila foi ainda no Ensino Médio nas aulas de Literatura e História do Brasil ...fundamentais na minha formação e nas minhas escolhas profissionais.
 
 
 
 O porta copos, foi um presente seu, é a Audrey Hepburn (divaaa!!!!) e Humphrey Bogart, acho que no filme Sabrina (1954). A rosinha de tecido foi um presente de uma colega de trabalho, o caule é um lápis. Os livros que ficam ali são os lidos recentemente ou na fila de espera para serem lidos e relidos como o “Bordados” da Marjane Satrapi! Mais uma lembrança: descobri essa autora estudando na internet para os testes de francês e virei fã, tenho todos os quadrinhos lançados no Brasil!
 
O jarrinho de vidro reciclado comprei recentemente por uns 4,00 numa dessas lojas gigantes de "a partir de 1,99" onde se encontra toda a sorte de utilidades e inutilidades e não se sai de mãos abanando. Comprei especialmente para colocar essas coisinhas laranjas! O que são e para que serviram? São chips de código do glicosímetro que uso. Cada um codificou em números, num intervalo de 15 a 20 dias, o sobe e desce da minha glicemia nos últimos, e completos em novembro, 7 anos. 
 
Glicosímetro
 
 
 Ali só tem alguns chips, muitos estão espalhados nas gavetas, potes, bolsas, nécessaires...ou se perderam. O que eles significam para mim? O que vejo quando os vejo?  Vejo o registro das reações silenciosas do meu corpo a tudo que senti, ouvi ou vivenciei diariamente nestes 7 anos: alegrias, incertezas, satisfação, tristeza, disciplina, entusiasmo, esforço, prazer....a consciência dos pecados capitais cometidos: ira, gula, preguiça, gula, avareza, gula... muita gula!!!!
 
Não sei precisar qual ali é o primeiro, enviado por correio pelos meus familiares ou qual daqueles ali do meio registrou a hora, dia e mês dos meus sorrisos mais sinceros, meus olhares mais fulminantes, meu pior medo, meu mais intenso prazer, as reações diante das vitórias e decepções... Sei apenas que são testemunhos codificados do inevitável litígio entre a memória, o esquecimento e o tempo que resignificam as lembranças quando não as simplesmente apagam. O que preço pago pelos chips: incomensurável!"
 
 
 O objetivo desse post é mostrar que você não precisa esperar ter uma casa só sua para refletir suas memórias e sua personalidade no seu lar. Pode ser uma cama, uma escrivaninha, mas todo mundo tem algum canto, por menor que seja. Transforme esse canto qualquer num LAR. 
 
 
Do que vocês mais gostaram? Contem pra gente!
 
Quer ver sua casa, seu cantinho por aqui? É só escrever para juliamado@gmail.com
 
 
 
*Todas as fotos deste post são da Marcela. Eu apenas coloquei o título da postagem na primeira foto.
 ** Algumas marcas/ lojas foram citadas, mas este post não é um publieditorial.

5 de dezembro de 2014

Antes e depois: 5 dicas para renovar um quarto




Eu gosto muito de pegar exemplos de antes e depois. Acho que fica mais fácil de mostrar como podemos modificar o ambiente com dicas que estejam ao alcance dos mais variados tipos de bolso. Esse é um dos motivos pelos quais eu curto tanto o Apartment Therapy, porque lá  tem uma categoria de "antes e depois" com exemplos ótimos.

O exemplo que eu peguei hoje é de um quarto de solteiro, mas serve também para casais. Observe as fotos e logo mais dou as dicas.





DICA 1: PINTE UMA PAREDE

Já ouvi gente reclamar que tinta custa caro. Depende da tinta, gente. Se comprar tinta para pintar um apê de 4 quartos, você comprará em grande quantidade, e pode acabar saindo caro mesmo. Muita gente também esquece - ou não sabe - que existe tintas à base de água que rendem pra caramba, o que acaba barateando o projeto.
Mas se ainda assim, você for desses que reclama do preço da tinta, que tal comprar uma lata pequena e pintar apenas uma parede? Isso já é suficiente para dar um up no ambiente, e você pode transformar essa parede no ponto focal da decoração.


DICA 2: INVISTA NUMA CABECEIRA

Ela não é necessária, mas ajuda na composição visual do ambiente, principalmente se você achar que não tem facilidade em decorar. Observe bem a segunda foto e tente imaginar esse quarto sem a cabeceira. Seria a mesma coisa?
E a cabeceira pode ser qualquer uma. Pode ser feita de contact, fita isolante, de paletes, pode ser aquela que você pegou no porão da casa da vovó. Escolha aquela que você gosta e que caiba no seu orçamento.


DICA 3: PRESTE ATENÇÃO NA DISPOSIÇÃO DOS QUADROS

Não vou ditar nenhuma regra, porque não sou fã de regras. Apenas sugiro que vocês prestem atenção na sensação que a disposição nos dá. Na primeira foto, eu tenho a sensação de que ele está solto, porque é um quadro pequeno numa parede grande e pelada. Na segunda foto, na parede lateral, também temos um quadro pequeno numa parede grande e pelada, mas a composição do quarto como um todo, faz com que esse quadro não me soe perdido. 
Tente levar em consideração o ambiente como um todo e vá experimentando até encontrar uma sensação agradável ao olhar para os quadros.


DICA 4: APOSTE EM MESAS DE CABECEIRA

Ok, eu sei que tem gente que realmente não tem espaço para uma. Mas se você tiver, vale a pena ter. Elas são funcionais - digo isso por experiência própria - e ajudam a dar ao cômodo uma cara de quarto. Na primeira foto, o quarto para mim parece um pouco com uma sala. Da mesma forma que a cabeceira, a sua mesinha pode ser qualquer coisa: caixotes de feira, comprada pronta, prateleira presa com mão francesa, mesinha lateral. 


DICA 5: NÃO SE ESQUEÇA DOS ACESSÓRIOS

Sempre bato nessa tecla e vou continuar batendo. Os móveis têm peso, mas eles sozinhos não tornam o ambiente mais confortável e com a cara do morador. O que seria desse quarto sem as luminárias, as almofadas, a colcha, a cortina de zique-zaque, as estrelinhas na parede?



Posso fazer um comentário que não seja uma dica? Eu quero esse ventilador de teto para ontem!!! Fiquei apaixonada! <3


E aí, segue alguma dessas dicas na sua casa? 


Fotos e post original aqui. Tem mais fotos do ambiente lá.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...