Personare Ads

29 de janeiro de 2015

Como cuidar de cactos e suculentas





Eu me sinto meio vigarista de escrever esse post. Não sou especialista em jardinagem, e tenho uma certa tendência a matar plantas. Em outras palavras, não tenho o chamado "dedo verde". Mas foi justamente por isso que eu resolvi escrever. Para trocarmos experiências, e mostrar que por pior que sejamos com vegetais, podemos ter alguma vitória! 

Bem, quem conhece meu apê sabe que tenho duas jardineiras nas varandas. Quando eu me mudei, não tinha nada lá. Só terra seca e dura. Deixei minha mãe plantar, já que ela ama mexer na terra, eu apenas avisei: pode plantar o que você quiser, só tem que ser fácil de cuidar. Não foi fácil nos adaptarmos - além de eu não ter o tal dedo verde, apesar do meu apartamento ser bem arejado, bate pouquíssimo sol, em geral, por uns 20 a 30 minutos por volta das 11 da manhã. Nessas tentativas, matei um buchinho, e me entendi bem com o lírio da paz. Mas eu acho super complicado lidar com os lírios no verão. O calor carioca é muito intenso, e a planta sente muito. O lírio não morre, mas fica com um aspecto super esquisito, com as folhas meio capengas, sabe? Já notei que quando o calor ameniza, ele melhora rapidinho. Porém, por mais que ele sobreviva a cada verão, volte a ficar com um aspecto saudável em meados de março, e dê milhões de flores em agosto, não posso dizer que de fato, me adaptei a ele. Ele para mim é mais um caso de desafio que de amor. 

Lírio da paz na minha jardineira. Agosto/ 2014.


Alguns meses atrás, vi vendendo no supermercado um mini cacto por R$ 2,50. Resolvi tentar. E deu certo. Dias foram se passando e ele continuava com a carinha bonitinha dele. Até que um dia, ele deu um brotinho, e eu não fazia ideia de como aquele cacto crescia. Não teve jeito, morri de amores. 
Pouco depois, ganhei um monte de mudas de suculentas da minha cunhada, decidi que começaria uma coleção de cactos e suculentas. Cerca de 5 meses se passaram e está todo mundo feliz aqui em casa. E são os únicos que não estão sentindo o verão negativamente. Alguns deram até novos brotinhos, inclusive o meu primeiro, aquele de 2,50 do supermercado.

Mini cacto de R$ 2,50 assim que chegou em casa. Maio/ 2014.


Mini cacto de R$ 2,50, já crescido. Janeiro/ 2015.

1) QUANDO REGAR?

Eu moro no Rio de Janeiro, o verão aqui é bem intenso. Nessa época do ano, eu molho as minhas suculentas uma vez na semana. E tenho o cuidado de não deixar a terra encharcada. Nas demais estações, com uma temperatura bem mais amena, rego a cada 15 dias. 

2) DENTRO OU FORA DE CASA?

Aqui em casa todos ficam na varanda. Só esse pequenininho de 2,50 é que as vezes trago para a escrivaninha, porque é inspirador olhar para ele quando estou produzindo. Mas já li que eles não aguentam ambientes muito úmidos, e tendem a morrer em banheiros sem janela, tipo o meu.
Para ser bem sincera, eu queria entender como é que eles sobrevivem com tanta facilidade num clima tão úmido como é o do Rio. 
 
3) PEDRINHAS

São poucos os vasos aqui em casa que têm pedrinhas. Pelo que li por aí, as pedrinhas ajudam a não sujar a planta quando a água entra em contato com a terra, além de servir de ornamento. 

4) EVITE MOLHAR A PLANTA

O ideal é você molhar a terra, sem deixar a água cair na planta. Pelo menos é isso que eu leio em tudo quanto é lugar. Maaaaaas.... eu sou estabanada. Eu sempre acabo molhando as folhas. E está todo mundo aqui, firme e forte!

5) ADUBE

Eu nunca fiz isso. Dizem que se você não adubar, a planta não morre, mas também não cresce. Fiquei com vontade de testar e ver se ela realmente cresce mais rápido com adubo. O dia que eu testar, volto para contar. E se você já tiver feito isso, conta pra gente, faz favor! ;)



O objetivo desse post não é trazer um manual técnico de como cuidar de cactos e suculentas, até porque como vocês já viram, eu não tenho a menor competência para isso. O que eu quero é dar uma injeção de ânimo naqueles que se julgam assassinos de plantas. Espero que eu tenha conseguido!

Se tiver alguma história para contar, fique à vontade. Esse espaço também é seu!
E caso ainda não tenha visto como customizei meus vasinhos, clique aqui.
Comente pelo Blogger
Comente pelo Facebook
Comente pelo Google+

20 comentários :

  1. Oi Juliana, tudo bem?
    Assim como vc, tb moro em apartamento e tb não tenho o tal do dedo verde :( uma pena, pq eu amo plantas! Comprei duas suculentas diferentes pra deixar no meu escritório aqui em casa; botava água nas duas na mesma frequência e deixava elas duas no mesminho lugar (perto da janela, mas sem pegar sol diretamente). Uma ficou linda, a outra morreu! Engraçado como cada uma é de um jeito, né!
    Confesso que, vira e mexe, tô trazendo uma planta nova pro meu apê, mas ainda com um medinho de deixar elas morrerem, mesmo eu dando atenção pra elas todos os dias. Agora comprei um pezinho de mini-romã que já tá ficando com umas folhinhas amarelinhas... vamos ver no que vai dar.
    Beijo, garota! Adoro seus vídeos (já fucei em quase todos eles kkkk), vc é uma fofura e seus vídeos me dão ótimas inspirações! :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Manuela!
      É verdade, cada planta se comporta de um jeito, isso fica tão evidente com as mudinhas. Tenho uma de cacto que já está crescendo e dando brotinho, e outra, exatamente igual, que está lutando para criar raízes ainda. E foram plantadas no mesmo dia!
      Não sei nada de mini romã, mas tirando as suculentas e os cactos, na minha casa tá todo mundo sofrendo nesse verão. Os meus lírios da paz, que estão lindos na foto de agosto estão horríveis agora, com as folhas murchas e amareladas também. Mas todo verão ele faz isso, e só volta ao normal em meados de março.
      Ah, e fico feliz de saber que você gosta dos vídeos, dá trabalho, mas é uma delícia produzi-los e é bom ver que estamos conseguindo alcançar a proposta que é inspirar pessoas!
      Obrigada pelo carinho!
      Beijos!

      Excluir
  2. Olá,
    Adorei o post! Eu sou apaixonada por cactos e suculentas e tenho alguns faz alguns anos já, comecei a comprar esses mini cactos encontrados em supermercado. tenho alguns dentro de casa, mas esses crescem um espichados quando não pegam muita luz, eles gostam de pegar sol pelo menos num período do dia. Você faz a rega certinho, viu. Manuela, creio que você tinha um cacto e uma suculenta, as suculentas gostam mais de sol e costumo colocar um pouco mais de água nelas também, mas dentro de casa elas não vão bem se não tiveram bastante luz! Mas nunca encharco o vasinho ou deixo acumular água, para não apodrecer a raiz. Bom, depois de por alguns anos os pequeninos, eu fiz um jardim maior com floreiras em vasos de barro e algumas suculentas e cactos maiores no chão no jardim de fara de casa, e me sinto feliz ao olhar pra eles lindos e crescendo...
    Rita Pereira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rita,obrigada por todas as dicas que você deu. Eu não sabia que as suculentas não se dão tão bem dentro de casa se não houver bastante luz. Minha casa é bem clara, iluminada, mas nunca bate sol dentro.... será que elas sobreviveriam se ficassem do lado de dentro? Fiquei até curiosa!

      Beijos!!

      Excluir
  3. Oi Ju,
    Eu também nunca adubei, mas vou procurar.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oiiii Ju,tudo bem??Estive fora de férias mas sempre acompanhando pelo instagram tudo.Também ja matei algumas espécies de plantinhas e nem tentei uma segunda chance.Mas moro em casa com pátio e tudo que planto direto no chão com terra adubada vem forte e dura muito,inclusive árvores frutíferas e flores.
    Tenho colecionado suculentas e cactus também,alguns comprei,outros ganhei.E confesso que eles tem me deixado muito feliz pois estão super adaptados na floreira na janela e pegam sol a tarde.Molho bem menos ate mesmo no verão aqui do sul e a maioria está comigo ha mais de 2 anos.Estou faceira e torcendo para que continue assim pra mim e pra ti.Amei a sua coleção. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fernanda! As plantas que eu matei, eu também não tentei de novo, rs. Eu tô super feliz com meus cactos, mas nenhum deles tem 1 ano ainda...espero conseguir chegar aos 2 anos! hehe. Do jeito que está indo, acho que vai dar certo. Obrigada pela torcida!

      Beijos

      Excluir
  5. Ola Ju querida !! Que buenos consejos para cuidar un cactus y suculentas ., yo tuve una planta de esas y murió porque la retaba muy seguido .. Un gran error

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo que vejo, você costuma se dar bem com plantas. Tenta de novo! ;)

      Beijos

      Excluir
  6. Oi jú amo cactos só que eles nunca dão certo comigo, acho que pq acabo molhando demais...vou tentar usar suas dicas para os proximos!!

    Beijocas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não pode molhar muito mesmo, senão a raiz apodrece. Boa sorte nas próximas tentativas, vou torcer para dar certo!

      Beijos

      Excluir
  7. oi ju,eu tenho um cacto ha um tempinho já,e ele é forte,sobreviveu a um acidente..Porém ele não cresce. Antes eu dava água poquíssimas vezes, mas aumentei a quantidade de vezes e ainda assim não cresce... :/
    Agora estou com algumas outras suculentas, bem pequenas, e quero mantê-las...Seu post vai me ajudar bastante ^^ obrigada!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa! Fico feliz de saber que apesar dos trancos e barrancos, eu consigo ajudar alguém! rs.
      Beijos!!

      Excluir
  8. Olá, tenho um cacto igual esse da foto, depois de uma mudança de vaso e começou a se movimentar, sim é estranho, mas durante o dia ele inclina para dois lados e isso vem acontecendo a um mês desde a mudança, você sabe algoa a respeito? kkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Iiiih, Matheus, eu não sei! rs. Nunca vi isso! Talvez a Leyla, do blog Lar dos Silvas possa te responder. Ela entende muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuito mais de suculentas do que eu.

      Excluir
    2. Ela busca a luz solar.. E como a luz constantemente se inclina, ela se inclina tambem 👍🏻

      Excluir
  9. Boa tarde! Gostaria de saber quanto tempo uma suculenta leva para ficar totalmente formada em um mini vaso de 5 centimetros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei! Não sou especialista, sou uma leiga que descobre as coisas experimentando. Como nunca tive um mini vaso de 5 centímetros (nunca medi meus vasos, para falar a verdade), não tenho como te responder.

      Excluir
  10. Os Vasinhos usados precisam ter necessariamente um furinho debaixo dele?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os meus são furados. No entanto, quando não são furados, é recomendável que você siga a técnica de quando fazem terrários, para não mofar a raiz. Procure no google por "Como fazer um terrário", que você deve encontrar.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...