Personare Ads

23 de maio de 2016

Casa de Amados entrevista Jackie Diedam: ilustrações, decor e organização


Não me lembro como cheguei à curitibana Jackie Diedam e suas aquarelas encantadoras. Só sei que foi através do instagram e já tem algum tempo - que também não sei definir.
Posso dizer que foi um trabalho que me pegou de jeito. Me fez ter vontade de pegar minhas aquarelas de volta e tentar de novo. Eu já tinha tentado antes, mas sem sucesso, parti para a tinta acrílica, com quem me adaptei melhor naquele momento. E foi a melhor coisa que poderia ter acontecido, porque dessa vez, eu consegui, e me senti feliz em, nas horas vagas, pintar com os quadradinhos que herdei do meu pai.
Depois de algum tempo apenas admirando e me inspirando vendo as fotos dela no meu feed enquanto tomo o café da manhã - que é o momento que eu tiro para me inspirar pro dia - perguntei se ela topava participar de uma entrevista para esse blog. E não é que ela aceitou? <3

Bora pra entrevista?


 


 Quando você começou a ilustrar? E como começou?

Eu desenho desde sempre. Sempre tive afinidade com papel e lápis, e sempre tinha vontade de desenhar. Por muitos anos eu tive aula de pintura a óleo, mas devido a uma alergia, não pude continuar.

 E quando começou a ilustrar profissionalmente? 

Depois de ter viajado muito, ter feito intercâmbio nos EUA durante o Ensino Médio, e ter me mudado para a Alemanha durante a faculdade de Design, eu percebi que eu sempre gostei mais da parte de visualizar em projetos. Comecei fazendo ilustrações pra mim mesma, e de repente surgiram pedidos, colaborações e eu me vi muito feliz fazendo isso. Foi muito orgânico e natural, e hoje não me imagino em qualquer outra área que não envolva ilustração.

Você trabalha vendendo as ilustrações na sua loja, ou trabalha por encomenda também? 

Eu abri a minha loja online devido a demanda por gravuras e encomendas de retratos pessoais e para casais. Na loja eu ofereço apenas edições limitadas, são coleções sazonais que são disponíveis apenas durante a estação. Desse jeito, eu sempre tenho algo para planejar e desenhar, e também acho que é algo mais especial, já que não vai ser algo que você encontra em outras lojas. Estou trabalhando na coleção de Verão agora, mas ao mesmo tempo trabalhando com uma parte que não é disponível na loja: os conjuntos de papelaria para casamento, e os trabalhos comerciais para lojas e empresas. 


Suas ilustrações são em geral leves, delicadas e tem uma paleta de cores que ao menos para mim, passa sensação de frescor. Seus desenhos te remetem a alguma coisa? E que sentimentos despertam em você?

 Muito querida você! Eu gosto de usar pinceladas leves, mas com muito contraste. As paletas de cores mudam muito dependendo da peça, mas eu sempre prefiro fazer ilustrações com muita alegria, que meus clientes olhem e sintam-se bem, que inspire sentimentos bons. Na coleção de primavera, teve muito floral, muitas cenas inspiradas pelo meu cotidiano aqui em Colônia, e acho que talvez na coleção de Inverno eu tente trabalhar com cenas mais calmas, mas nunca cenas tristes! O mundo já tem o bastante tristeza na minha opinião!

A sua arte e os sentimentos que ela desperta de alguma forma te inspiraram na decoração do seu studio?

 Demais! Eu sempre coloco os meus trabalhos na parede do meu studio, como parte do processo e para sempre ver o que está combinando, e onde eu posso melhorar. Eu tento também ser organizada, porque trabalhar no meio de bagunça pode ser muito perigoso ( leia-se: recomeçar trabalhos por que uma garrafa de água caiu em cima do papel ), então é uma constante batalha entre estar cheia de inspiração para trabalhar, mas ter que manter tudo arrumado também.



Como você decorou seu studio, pode contar um pouco para a gente? E qual o seu cantinho preferido? 

Eu divido meu studio com o namorado, que é fotógrafo e designer. Eu tenho um lado do ambiente e ele tem o outro. Do meu lado, minha parte preferida é minha estante de livros. Toda branca, que vai quase até o teto, e pertencia a antiga moradora do apartamento. Eu dei ênfase para cores quando decorei meu studio, por sempre mudar de paletas não fazia sentido ter uma cor predominante. A estante é toda organizada por cores, eu misturo livros, objetos e caixas organizadoras de um jeito bem 'bagunça arrumada'. É sem dúvida nenhuma o ponto de atenção do espaço. Todas as visitas e clientes ou fazem algum comentário sobre, ou se forem 'de casa' já vão olhar quais livros estão em cada sessão. Por eu ter uma memória visual muito boa, faz sentido organizar por cores, já que fica muito fácil saber onde aquele objeto ou livro pertence.

E para finalizar, tem alguma dica para dar para quem pretende ter um studio ou ateliê em casa? 

Acho que o mais importante é organização! Saber onde seus materiais estão, para evitar problemas e atrasos, e ter um sistema para organizar trabalhos finalizados e em andamento. Sobre decoração, acho muito legal quando você vê as tintas e materiais arrumados em grupos, acho que fica muito charmoso ter uma prateleira média só com tintas, outra com papéis, outra com pincéis e ferramentas em geral. E pro resto, deixe o teu trabalho fazer parte da decoração para ficar realmente único.


Acho que nem preciso dizer o quanto amei as respostas! Não só das dicas de ordem prática, de organização e decoração, mas a parte do "que inspire sentimentos bons" mexeu comigo. Porque quando eu venho aqui falar de casa, de arte, de decoração, é essa a minha proposta: levar, estimular os bons sentimentos. 

Para conhecer o trabalho da Jackie, se liga aí nos links:


As fotos deste post foram feitas por @raoul.d e enviadas pela Jackie.


E você, já conhecia o trabalho dela? Tem alguma ilustra preferida? Eu acho difícil pra caramba escolher uma, tanto que estou doida para comprar uma assim que voltar para o Brasil. Mas da coleção atual, creio que escolheria o "Tea Time", porque tô muito na vibe de chá. =)

 


Comente pelo Blogger
Comente pelo Facebook
Comente pelo Google+

4 comentários :

  1. Que legal, adorei conhece-la.
    Bjos,
    Tenha uma ótima semana.

    ResponderExcluir
  2. Amei!!! Gostei muito de saber mais sobre ela, também sigo o trabalho e acho inspirador!!! E amei a maneira como você escreve! Que texto fluido e gostoso de ler =D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Lay! Fico feliz de saber que gostou desse post! Pretendo trazer mais ilustradores para cá futuramente.

      Beijos

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...